Observações de marte.

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

spica A rotação de Marte

Mensagem  ajc em Dom 26 Fev 2012, 18:29

Realmente, Marte tem dado espetáculo, mesmo em oposição afélica. E uma das coisas interessantes nessa época é observar no começo da noite, lá pelas 21hs, depois as 23hs e depois as 01 da manhã. Poderemos notar uma sutil rotação do planeta, mostrando, no inicio, uma região e ao final, outras coisas, outras imagens. É Marte a noite toda!!! Hoje teremos o Oscar 2012 das 23hs às 2 da manhã, alternando com observações marcianas!
Par quem gosta de um bom pop music, indico ouvir essa enquanto observa:

http://letras.terra.com.br/radiohead/63486/

Reforça a importância do mundo real, longe da frieza artificial das coisas.
avatar
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 50
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Bruno em Dom 26 Fev 2012, 19:40

Valeu ajc,
é exatamente isso, das 21:30 atá 01:00h dá para ver Syrtis Major a oeste do meridiano central rumando para o limbo oeste abaixo do equador e no hemisfério norte Utopia Planitia abaixo da calota Planum Boreum também rumando para o sudoeste. Mais tarde perto das 23:30 a 00:00h a região do golfo Sinus Sabaeus se aproxima do lugar ocupado anteriormente por Syrtis Major que já some pelo limbo oeste e no extremo norte Acidalia Planitia já entrou pelo limbo leste. Mais tarde um pouco, perto de 01:00 a 02:00hs a região do golfo Sunius Sabaeus se encontra estendido do meridiano central até o limbo oeste enquanto a leste nota-se uma área clara separando as regiões de Margaritifer Terra e Capri Chasma. Até a oposição e um pouco depois dela marte apresentará variações nas configurações escuras por toda a noite.

E quanto à música é isso aí moço, um fundo musical durante uma sessão de observação "Reforça a importância do mundo real, longe da frieza artificial das coisas."
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Para a REA

Mensagem  ajc em Sab 03 Mar 2012, 12:06

Astrocolegas, a REA está recebendo informações das observações de Marte para esta oposição. Segue abaixo o modelo para preenchimento. Mais informações em:
http://rea-brasil.org/marte/2003/marte03h.html






avatar
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 50
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Bruno em Sab 03 Mar 2012, 14:55

Ótima informação ajc,
muito valiosa inclusive para quem faz o uso da prática dos astrodesenhos. Estou coligindo os desenhos que eu fiz de marte durante essa aproximação e vou postá-los aqui e enviarei para eles também.
E por falar na observação de marte, nos últimos 10 dias a atmosfera tem se mostrado excepcional aqui na minha região e tenho conseguido ótimas imagens de marte. Nessa madrugada do dia 03 de março as imagens que obtive atingiram um pico máximo nas possibilidades do meu refrator Jaegers de 4 polegadas F/15 e com aumentos entre 242x e 393x que se fizeram necessários para uma oposição afélica de marte. A transparência atmosférica aqui na minha região estava a ponto de eu conseguir ver a olho nu o saco de carvão no Cruzeiro do sul sem dificuldades, Ômega centauro estava como uma estrela de magnitude elevada e envolvida numa bruma arredondada além da região localizada até a constelação da Vela "chapiscada" de aglomerados. No caso de marte estimo que o seeing tenha alcançado no mínimo 9 na escala, com marte apresentando agora uma coloração rosa-salmão e com as configurações escuras cinza-esverdeadas. Nessa madrugada da oposição observei em marte a calota polar norte apesar sensívelmente reduzida em seu tamanho aparente e que mostrava-se branca, tendo ao sul a região de Utopia Planitia bem delineada, a nordeste Acidalia Planitia entrando pelo limbo e a noroeste Elysium Planitia. Abaixo da linha do equador a região de Syrtis Major se destacava sobre o meridiano central do planeta, também a oeste a região curva de Libya Montes terminando em Hesperia Planum, e a leste Sinus Sabaeus como um apêndice se estendendo a leste do meridiano central à partir de Syrtis Major, terminando com uma "bola" na extremidade leste. No extremo Sul Hellas Planitia parecia querer imitar a aparência da calota polar sul. Pude registrar também várias nuvens nos limbos leste e oeste de marte.
Só gostaria de deixar novamente registrado aqui a belíssima coloração rosa-salmão que pela primeira vez observei nas áreas claras do disco do planeta. Foi uma noite espetacular, e também reforço a opinião de que a aparência de marte numa observação visual em muito se assemelha nos contrastes entre as áreas claras e escuras com a observação da lua cheia a olho nu logo após ela surgir avermelhada no horizonte leste.
Foi a primeira vez que observo detidamente uma oposição de marte e me dei por satisfeito pois pude registrar todas as configurações mais evidentes na sua superfície com relativa facilidade.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Bruno em Sex 16 Mar 2012, 16:35

http://www.vaztolentino.com.br/photos/details/5673
Análise das fotografias de marte obtidas no Observatório Lunar Vaz Tolentino-VTOL no link acima:

Através de um refletor Skywatcher dobsoniano de 12" aberto a F/5 podemos contemplar quase todas as principais configurações no globo de marte durante as suas demoradas oposições (de 2 a 15 anos de cada vez), excetuando a observação da região polar sul pois ela nos é inacessível por causa da inclinação axial do planeta durante as oposições afélicas, ficando assim oculta atrás do disco do planeta. Nas oposições periélicas é o contrário que se dá.
Analisando as astrofotos de (a) a (f) percebemos que do dia 03/02/2012 até 04/03/2012 o planeta marte deu praticamente um giro completo. Na foto (a) a calota polar norte Planum Boreum com cerca de 1130 km de diâmetro aparece bem brilhante, e apesar de ela não ser muito espessa aparece uniforme em toda a sua extensão. Ao sul dela temos a região da planície de Utopia Planitia, uma área com 3276 km entre 35º e 50º de latitude e 310º a 195º de longitude, e famosa por ser o local de pouso da sonda Viking II e que delimita toda a calota norte de sudeste a sudoeste. A desafiadora região do planalto de Elysium Planitia com 5312 km de diâmetro pode ser reconhecida como um escurecimento quase em cima do meridiano central do planeta e um pouco acima da linha do equador. Um clareamento observado na região central é a também difícil região de se observar chamada de Elysium Mons com 180 km de diâmetro. Quase virando no limbo oeste as regiões de Phlegra Montes e Amazonis Planitia, uma planície com 2416 km de diâmetro na latitude de 168º e 140º de longitude são também reconhecidas como pequenos escurecimentos nessa foto. No limbo leste vemos a vasta planície de Syrtis Major com 1262 km de diâmetro começando o seu trânsito pelo disco do planeta na linha do equador, tendo ao sul e próxima da região polar sul outra grande planície com 4709 km chamada Terra Cimmeria e Hesperia Planum, um grande planalto com 2125 km e que juntos formam uma grande faixa escura (geralmente cinza-esverdeado) de nordeste a noroeste do planeta. A pequena mancha clara próxima ao meridiano central e um pouco a oeste é a região de Elysium Montes. Os clareamentos em quase todas as fotos na região polar sul são a região de Hellas Planitia, uma planície com 1955 km de extensão.
A foto (b) traz o que eu considero ser um troféu numa sessão de observação visual de marte que é a visualização da localização do Olympos Mons ou do vulcão Monte Olimpo, o maior vulcão do sistema solar, um monte com 540 km de diâmetro e que é visto na foto como um nítido clareamento circular no limbo oeste e um pouco acima da linha do equador. A planície de 3276 km de diâmetro chamada de Utopia Planitia aparece circundando a calota polar norte e no extremo sul do hemisfério sul a região de terra Cimmeria é detectada sem esforço.
As fotos (c) e (e) são praticamente as mesmas regiões e a região do golfo Sinus Sabaeus é vista como uma mancha superficial no planeta, ou como um apêndice horizontal de forma alongada tendo na extremidade leste Sinus Meridiani e o seu tradicional formato arredondado e a sudoeste é delimitado pela região de Deltoton Sinus, e a planície de Acidalia Planitia com 2615 km de diâmetro e que se faz presente no hemisfério norte a nordeste no globo do planeta se alargando até quase tocar o meridiano central. Ao sul vemos a região de Margaritifer Terra, um abismo com 430 km de diâmetro no sudeste do hemisfério sul marciano. O interessante nas duas fotos são os clareamentos em ambos os limbos (leste e oeste) e próximos à linha do equador que certamente são nuvens marcianas nas camadas medianas da sua atmosfera (provávelmente nuvens amarelas).
Finalmente a foto (f) nos revela a primeira região da superfície de marte a ser retratada por um desenho através de uma observação telescópica e que foi feita por Christian Huyghens em meados do ano de 1600, e que é a já citada anteriormente famosa área que lembra um "V" chamada de Sirtys Major ou Sirtis Maior, ou ainda o Mar da Ampulheta, que está bem situada na foto em cima do meridiano central do planeta tendo ao norte novamente a região de Utopia Planitia abaixo da calota Planum Boreum.
As áreas claras dos desertos marcianos que são ricas em óxido de ferro conferem fotográficamente uma coloração alaranjada ao planeta e que quando são observadas visualmente podem apresentar a famosa cor descrita pelos antigos observadores e por mim também registrada através de um refrator de 4.1/8" F/15 e 242x de aumento como uma coloração "rosa-salmão", muito bela mesmo de se observar e que se torna ainda mais evidente durante a aproximação máxima desse planeta. Apesar dessas astrofotos terem sido feitas com um grande refletor de 12" e apesar de marte estar numa oposição afélica e não apresentar assim um diâmetro angular aparente tão significativo (apenas 14" de arco nessa oposição), os instrumentos com aberturas inferiores também podem fazer um reconhecimento das configurações mais evidentes na superfície desse planeta rochoso e que possui uma atmosfera até certo ponto imprevisível, com ventos furiosos sendo soprados nos seus desertos levantando continentais nuvens de poeira e areia que chegam a cobrir toda a superfície do planeta, mostrando que marte possui uma atmosfera que pode ou não contribuir para as observações dos seus detalhes na sua superfície inóspita em determinadas épocas, principalmente durante as oposições periélicas quando ele se encontra em máxima aproximação, cerca de 56 milhões de quilômetros, contra os 100 milhões de quilômetros nessa atual oposição. De qualquer forma vale a pena o estudo desse mundo que suscitou e ainda suscita muitos mistérios no decurso da história do seu estudo, a aerografia.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica sem calota

Mensagem  ajc em Qua 28 Mar 2012, 00:02

Se em janeiro a calota polar Norte estava bem visível, nestes últimos dias ela está cada vez mais escondida. Parece que o planeta vai se posicionando de tal forma que a parte Norte vai mudando sua inclinação em função de sua posição orbital. Será?
avatar
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 50
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Bruno em Qua 28 Mar 2012, 20:43

Olá ajc,
é perfeitamente possível observar-mos daqui da terra a posição relativa da calota polar norte marciana sofrer modificações, por efeito da perspectiva em função das variações no plano orbital. É importante lembrar também que numa oposição afélica o hemisfério norte de marte encontra-se em pleno verão, causando uma inevitável redução da calota polar.
É muito interessante e inclusive útil acompanhar e registrar essas variações em seus estágios de recuo e avanço da calota polar norte de marte na atual oposição.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica vendo Marte

Mensagem  ajc em Sab 14 Abr 2012, 08:09

Mesmo muito depois dos dias de oposição o planeta vermelho continua oferecendo boas imagens. A calota polar está bem menor e as regiões escuras vem e vão, girando ao redor do planeta. Uma dica para observação planetária, que usa o limite da nossa visão, é alternar os olhos (direito e esquerdo) e, vez em quando, deixar os dois olhos abertos para relaxar a vista. Olhos cansados não funcionam bem.
avatar
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 50
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica ESBRANQUIÇADO

Mensagem  ajc em Ter 17 Abr 2012, 23:57

Nesta noite de terça, entre 22 e 23hs, horário local, a observação de Marte revelou uma imagem meio esbranquiçada. Dava para ver a calota polar bem pequena e as partes escuras ficaram meio turvas. Será que mais alguem viu isso?
avatar
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 50
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Bruno em Qua 18 Abr 2012, 07:58

Olá, atualmente nesse horário não são muitas as configurações que se encontram visíveis na superfície marciana e que estão ao alcance do meu refrator de 103mm F/15 com 250x de aumentos, porém percebí a mesma coisa ajc, ou seja, alguns clareamentos no limbo leste e em mais algumas partes do globo de marte, o que atrapalhou um pouco a nitidez dos contornos das configurações escuras. Não podemos esquecer de que à partir desse horário marte já se encontra declinando à oeste, o que não favorece muito as observações. Creio que isso deve ter acontecido também devido às condições climáticas adversas lá na atmosfera marciana, tornando-a menos transparente, além de nesse horário coincidentemente poucas são as configurações escuras visíveis na sua superfície. Apenas pude notar no hemisfério norte a calota polar norte com o seu diâmetro bastante reduzido, a região de Utopia Planitia e a região de Elysium (esta com alguma dificuldade). Já no hemisfério sul as regiões de Hesperia Planum e Terra Cimmeria se destacavam no extremo sul e tendo ainda mais ao sul a região de Planum Chronium, que precede durante a rotação de marte a bastante brilhante área de Hellas Planitia que por sinal pode até ser confundida com a calota polar sul por um observador desavisado. Vamos então continuar postando aqui os nossos registros, pois apesar do seu diâmetro aparente ter diminuído um pouco (agora com 11" de arco contra os 14" durante a oposição) as suas configurações mais evidentes ainda continuam visíveis com 200x de aumentos, e quando as condições atmosféricas lá permitem é claro. E ele ainda ficará visível no céu durante alguns meses ainda.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Jr. Martini em Sab 12 Jan 2013, 18:37

Muito legais e bem descritivas as informações aqui, estou aprendendo mais ... Very Happy
Nesta oposição de 2012 obtive duas imagens de Marte em 25 e 26 de julho de 2012 , usando uma camera cibershot Sony simples em afocal com ocular de 8,8 mm Plossl no SCT de 254 mm . Condiçoes de seeing médias , marte apresentava fase e usei algum tratamento na imagem . A primeira imagem segue aqui :
avatar
Jr. Martini
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 14
Data de inscrição : 28/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Lucas87 em Sab 12 Jan 2013, 18:43

A imagem não apareceu Neutral
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 19
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Imagem

Mensagem  Jr. Martini em Sab 12 Jan 2013, 18:54

Como faço para enviar imagens ? Fiz o upload ai mas parece que não deu , ele seleciona o arquivo mas depois direciona a outro aplicativo e não entendi que tenho de fazer ... Sou meio lerdo com isso ...rsrs
avatar
Jr. Martini
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 14
Data de inscrição : 28/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Lucas87 em Sab 12 Jan 2013, 19:13

Tu vai pro imageshack depois que faz o upload, dai tens que criar conta lá pra poder copiar o Direct Link. Crie a conta, copie o Direct Link e volte pra cá. Clique na janelinha do lado da janelinha de upload e tu cola o Direct Linki nela e clica em OK. Dai é só enviar a mensagem.
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 19
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Imagem de Marte de 25/07/2012

Mensagem  Jr. Martini em Sab 12 Jan 2013, 19:25

Imagem de Marte feita em 25 de julho de 2012 desde Botucatu - SP , seeing médio - Telescópio SCT 254 mm e câmera cibershot em afocal com ocular de 8,8 mm Plossl .
Marte - Jr Martini
avatar
Jr. Martini
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 14
Data de inscrição : 28/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Imagens

Mensagem  Jr. Martini em Sab 12 Jan 2013, 19:29

Obrigado pelas informações Lucas 87 , vou ver lá .
Acabei colocando o link ... Wink
avatar
Jr. Martini
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 14
Data de inscrição : 28/12/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Fotografias monocromáticas de marte.

Mensagem  Bruno em Dom 13 Jan 2013, 08:54

As fotografias monocromáticas de acordo com a observação visual e fotográficas revelam a presença de pelo menos quatro tipos de nuvens marcianas distintas:
1-Nuvens azuis que são vistas em luz violeta (filtro #47-violeta).
2-Nuvens amarelas que são vistas em luz vemelha (filtro# 23A e 25A-vermelho).
3-Cerrações polares que comportam-se como as nuvens azuis e são também visíveis na luz vermelha. Durante o verão em marte essas formações desaparecem.
4-Durante a primavera marciana a calota polar visível é sobreposta por uma formação atmosférica vaporosa e mais extensa do que a própria calota, e que pode ser revelada através do filtro #47-violeta.
As primeiras podem ser comparadas a brumas ou véus compostos de finíssimos cristais de gêlo, semelhante aos cirros na atmosfera da Terra, e se encontram em altitudes bastante elevadas, entre 10km e 30km acima da superfície marciana, produzindo protuberâncias no limbo do planeta e quase sempre perto das áreas escuras. Os véus são também formados de poeira levantada pelos fortes ventos nos desertos marcianos.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de marte.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum