Comas Solá.

Ir em baixo

spica Comas Solá.

Mensagem  Bruno em Sex 22 Jun 2012, 07:32

Sou suspeito para falar pois ele me influenciou diretamente, pois foi através dele que eu aprendi a ter uma visão minuciosa do cosmo, tanto na prática quanto na parte teórica. Esse astrônomo nascido na Espanha em 1868 foi um dedicado e minucioso observador de superfícies planetárias, em especial de marte e de saturno e que foi provavelmente o primeiro a medir o período de rotação desse planeta. Além de grande desenhista de panoramas planetários através da observação telescópica visual, ele escreveu livros populares de astronomia, e foi o primeiro presidente da Sociedade Astronômica da Espanha.
Entre os seus feitos ele também descobriu um cometa periódico (32P/Comas Solá), e juntamente com outro astrônomo descobriu outro cometa não periódico (C/1925 F1 Comas Solá-Shajn), além de vários asteroides sendo o mais famoso deles o 1102 Pepita.
Em 1907, observou e registrou um escurecimento na lua Titã de Saturno, evidenciando assim pela primeira vez a suposição da presença de uma possível atmosfera nele, realizações estas efetuadas no famoso Observatório Fabra em Barcelona, com o seu refrator da marca Mailhat de 380mm de abertura:  http://www.flickr.com/photos/panoramyx/5387915630/.
Dentre os seus trabalhos mais importantes através da observação visual, apesar de ter realizado interessantes trabalhos com jupiter registrando a passagem de uma mancha oval branca ou através ou por baixo da GMV e continuar prosseguindo do outro lado, as observações de maior destaque dele foram as realizados sobre o planeta marte, onde além proporcionar importantes registros das variações em suas configurações escuras e nas calotas polares, confirmou também as observações de E.M.Antoniadi sobre a origem de pelo menos a maioria dos canais marcianos, e que eram causados por problemas diretamente proporcionais à capacidade de resolução do instrumento utilizado, aliado à excepcionais condições atmosféricas no momento da observação. Numa dessas ocasiões onde se esperava ver previamente anunciados uma série de linhas em sua superfície, ele viu pontos ou escurecimentos muito próximos entre si e alinhados, confirmando assim que quando determinadas linhas eram observadas sob boas condições atmosféricas, elas se desfaziam em "granulações" ou pontos de coloração escura alinhados e muito próximos entre si.
Utilizando refratores das marcas Mailhat e Grubb com aberturas respectivas que variavam entre 90mm, 110mm e 150mm,  desenhou o primeiro mapa da superfície de marte na Espanha, sendo depois disso transferido para o grande Observatório Fabra.
Embora reconhecido pela comunidade científica os seus livros parecem terem sido escritos especialmente para os astrônomos amadores pois os seus livros são de leitura extremamente agradável, acessível, orientadora e estimuladora, com capítulos ricos em detalhes, com muitas belas fotos em P e B, e com raros desenhos descrevendo os mais variados panoramas observacionais que deleitam o leitor do começo ao fim.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum