Morre aos 79 anos de idade o astrônomo Ronaldo Mourão.

Ir em baixo

spica Morre aos 79 anos de idade o astrônomo Ronaldo Mourão.

Mensagem  Bruno em Sab 26 Jul 2014, 07:36

Mais um astrônomo entra para a história da astronomia, dessa vez em solo brasileiro. Esse grande divulgador da astronomia no Brasil e no exterior também merece ser lembrado, tanto pelo trabalho realizado na direção do Observatório Nacional bem como através das observações visuais realizadas com o grande refrator Cooke de 460 mm de abertura F/14.4. A extensa bibliografia a ele atribuída dispensa comentários e não podemos deixar de citar a sua colossal obra "Dicionário de Astronomia e Astronáutica" e o importante "Manual do Astrônomo Amador". Entre inúmeros feitos na astronomia observacional tais como a detecção de TLPs na lua colaborando com o projeto Apollo, esse renomado astrônomo também deixou registrado o desaparecimento temporário da GMV (Grande Mancha Vermelha) em jupiter comentado no seu livro "Da Terra às galáxias", página 98, edição de 1977.
O estudo de suas obras é indispensável, senão obrigatório para todos os astrônomos. Segue reportagem do G1 Rio sobre a nota de falecimento:

"Morreu na noite desta sexta-feira (25), aos 79 anos, o astrônomo carioca Ronaldo Mourão. Ele estava internado no Quinta D’Or, em São Cristóvão, Zona Oeste do Rio. As causas da morte ainda não foram divulgadas.
Ronaldo Rogério de Freitas Mourão foi um dos mais importantes astrônomos no Brasil. As suas principais contribuições astronômicas foram efetuadas no campo das estrelas duplas, asteroides, cometas e estudos das técnicas de astrometria fotográfica.
Mourão ingressou na Universidade do Estado da Guanabara (atual UERJ) em 1956 e diplomou-se em Física quatro anos depois. No mesmo ano em que ingressou na universidade foi nomeado auxiliar de Astrônomo do Observatório Nacional.
Logo no início de suas atividades ele editou suas observações do planeta Marte feitas antes mesmo de sua admissão. Algumas delas foram reproduzidas em revistas estrangeiras importantes da astronomia.
Em 1967 ele concluiu o doutorado na Universidade de Paris com menção "Très Honorables". Em dezembro desse ano voltou para o Brasil, reassumindo suas funções como astrônomo no Observatório Nacional e de Pesquisador no Conselho Nacional de Pesquisa. No ano seguinte foi nomeado Astrônomo-Chefe da Divisão de Equatoriais.
Mourão também elaborou todos os verbetes sobre Astronomia e Astronáutica do Novo Dicionário da Língua Portuguesa (1975 e 1986) de Aurélio Buarque de Holanda.
Em 1978, Mourão recebeu pelo conjunto de seus trabalhos, o Prêmio José Reis de divulgação científica, do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico."
Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum