ASTROFÓRUM
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Sex 18 Nov 2011, 07:33

Ôpa Marcio,
muito bom também o seu relato, creio que você deve ter achado intaressante também as 4 luas e a estrela intrometida dando a impressão de termos 5 luas de jupiter no campo. E a oval a nordeste da GMV era mesmo a oval BA. Fico imaginando a beleza das imagens de jupiter que você consegue com essa ortoscópica Kokusai de 7mm, devem serem imagens perfeitas.
Bem é isso, vamos continuar firmes pois jupiter ainda será visível por mais algum tempo e em breve teremos Marte aparecendo por volta da meia-noite e saturno no finalzinho da madrugada, e dessa vez com uma inclinação dos anéis mais acentuada, proporcionando uma melhor visão da divisão de Cassini. E não esqueçamos de que perto de jupiter e mais atrás temos no momento Urano e Netuno e ao entardecer temos também Mercúrio e Vênus formando um belo par, além da Lua estar rumando para mais um crescente no perigeu na próxima lunação.
Um grande abraço e boas observações por aí.


Última edição por Bruno em Sex 20 Jan 2012, 18:59, editado 1 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Sex 18 Nov 2011, 10:05

É isso Bruno, ainda não consegui observar Urano nem Netuno, apesar de estarem visíveis em um horário propício. Estou mesmo esperando por Marte, sei que é um planeta difícil para pequenas aberturas mas acho que conseguirei ver pelo menos a calota polar, vamos esperar. Saturno realmente será um show a parte em 2012. Quanto a ocular de 7mm foi um belo investimento, realmente ela faz o que se propõe, pena que a de 5mm eu consiga usar muito pouco, já testei ela em telescópio refletor de 180mm e ai sim ela ficou boa com 250x, para o meu de 90mm, a orto de 5mm passou um pouco do ponto, mas uso ela de vez em quando dependendo da estabilidade atmosférica.
Um abraço e boas observações.

Márcio.

Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Sex 18 Nov 2011, 10:47

Oi Marcio,
olha, eu falo muito sobre refratores com 100mm de abertura e 1500mm de dist. focal pois é o instrumento que eu utilizo.
Mas sinceramente Marcio, não subestime a abertura do seu refrator, muitos observadores importantes no passado trabalharam com refratores tendo essa abertura, e 90mm é um diâmetro que se for utilizado sem forçar nos aumentos (e você viu isso na prática) pode proporcionar bons resultados e trabalhos muito úteis tanto na superfície lunar quanto planetária, inclusive observações das manchas e fáculas na superfície solar poderão serem efetuadas com espantosa nitidez, ainda mais que o seu 90mm é motorizado e poderá também fornecer ótimas astrofotografias. Eu inclusive observei durante muito tempo com um Tasco de 90mm F/10 e me arrependo de o ter vendido pois ele era muito bom e prático para qualquer viagem, e com filtros adequados eu fazia boas observações da Lua, sol, planetas e céu profundo com uma ocular de 40mm.
No caso da observação de Marte, realmente esse pequeno planeta é um clássico no que diz respeito a ser um mau objeto telescópico, mas tenho certeza de que quando ele estiver mais próximo, você poderá observar variações no tamanho da calota polar e pelos menos as manchas mais evidentes tais como a Syrtis Major, Syrtis Magna, o Sinus sabeus, o Mare Acidalium e ainda outras com a ajuda de um filtro #21-laranja ou um #11-amarelo-verde, além de seu aspecto de fase quando estiver em quadratura.
Com essa sua ocular ortoscópica KK de 5mm, você pode usá-la tranquilamente na Lua que você não ficará desapontado, observe as sombras dos paredões das crateras sendo projetadas no interior delas, ou picos e montanhas nos interiores das crateras maiores, as ranhuras e fendas, os vales, detalhes nas raias luminosas de Copérnico e Tycho, as montanhas escarpadas, e várias montanhas sumindo no limbo e muito mais.
E quanto a Urano e Netuno, não conseguiremos ver mais do que dois pequenos discos com colorações esverdeada e azulada respectivamente, mas que irão se destacar em relação às estrelas de fundo onde se encontram esses dois planetas e que por sinal são muitas.
E quanto a Saturno, sem comentários, os seus anéis agora mais inclinados e mais abertos mostrarão a divisão de cassini com facilidade além do anel interior C. Será um belo espetáculo!
Vamos seguindo, pois temos todo o universo pela frente!


Última edição por Bruno em Sab 19 Nov 2011, 05:05, editado 2 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica DUAS GMVs

Mensagem  ajc Sab 19 Nov 2011, 00:50

Olá Pessoal,
...nesta quinta última, dia 17, por volta das 23hs, horário de Brasilia, vi que a GMV parecia se dividir em duas partes. Alguém mais viu isso?
ajc
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 53
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Sab 19 Nov 2011, 03:25

Oi ajc,
vc disse:"...nesta quinta última, dia 17, por volta das 23hs, horário de Brasilia, vi que a GMV parecia se dividir em duas partes. Alguém mais viu isso?"

-A não ser que você tenha observado um fenômeno espontâneo e inédito, além de curta duração na GMV, exatamente nesse dia e nesse horário eu também estava observando o trânsito dela em Jupiter e ví algo que poderia explicar isto que você viu ou pensou ter visto, pois quando a GMV deslocou-se mais para fora do limbo leste iniciando o seu trânsito em direção ao meridiano central, notei que essa outra suposta parte dela relatada por você era na verdade a mancha oval BA que estava bem perto da GMV a leste/nordeste e com um diâmetro aparentemente um pouco mais dilatado ou talvez mais nítida dessa vez, ambas bem delineadas e isoladas dentro da SEB separadas pelo material componente da mesma faixa.
Inclusive a leste e a oeste da GMV é comum eu e alguns colegas observar-mos a formação de um turbilhão de nuvens mais claras que poderia ser confundido com uma suposta divisão na GMV, pois se esse turbilhão divide a faixa equatorial sul ao meio poderia-se supor então haver algo também com a GMV.
Em todo o caso nunca é demais ficar de olho.
Fico no aguardo da sua opinião ou a de outros colegas, porém creio ter sido isso mesmo o que causou esse fenômeno aparente, ou seja, foi a presença muito próxima da oval BA ou mancha junior perto da GMV e muito próxima também do turbilhão no meio e a leste da SEB.
Inclusive, aproveitando o "gancho" gostaria de chamar a atenção dos colegas para um fato que me aconteceu onde eu fui duramente criticado no Cosmofórum pelos moderadores por afirmar que a oval BA se distanciava da GMV. Já observei a GMV sozinha e uma mancha oval branca idêntica à oval BA mais afastada da GMV na mesma faixa (SEB) e localizada mais próxima do meio dela, como se ela tivesse descido um pouco mais para a extremidade sul no interior da SEB. Outro fato que reafirma essas suspeitas é que em algumas fotos a GMV aparece com a oval BA ou a mancha vermelha junior normalmente a nordeste dela, enquanto em outras fotos a GMV aparece sozinha na SEB. É só verificar as fotos e tirarem as suas próprias conclusões. Embora os tipos de acidentes nas faixas e zonas de jupiter possam serem enumerados e classificados em vários tipos distintos, eles não são necessáriamente rígidos, pois as faixas se deslocam em velocidades diferentes entre sí, e as manchas ovais brancas, as ovais escuras e as irregulares ora se adiantam e ora se atrasam em relação às suas habituais posições no disco de Jupiter, e o mesmo acontecendo com a GMV.
Inclusive pode acontecer um outro fenômeno digno de nota com a GMV e quando eu afirmei que isso acontecia foi o bastante para os moderadores me expulsarem de vez. Foi o meu relato de que por vezes a GMV havia desaparecido e em seu lugar havia ficado uma depressão em forma de uma baía. Eles alegaram que a GMV se mostra visível ininterruptamente há 300 anos.
A não ser que um dos maiores astrônomos do Brasil, o Ronaldo Rogério de Freitas Mourão tenha mentido em seu livro "Da Terra às Galáxias", quando na página noventa e oito ele escreve essas palavras sobre o desaparecimento da GMV: " Desde a sua descoberta tem se registrado periodicamente o seu aparecimento e desaparecimento. Tal fenômeno constitui uma variação de sua visibilidade, pois a sua existência tem sido determinada, quando do seu reaparecimento, próximo à longitude na qual foi observada pela última vez."
Me rebateram dizendo que não havia nenhum relato ou registro oficial sobre isso, porém para o azar deles na mesma página e pouco mais embaixo podemos ler: " Em 1958, quando a mancha vermelha chegou mesmo a desaparecer, a "baía" que ela provoca na componente sul da Faixa Equatorial Sul, em virtude dessa força repulsiva, continuou visível".
E ainda mais: "Tal fenômeno (o desaparecimento da GMV) é muito frequente tendo em vista que quando a mancha vermelha se torna invisível a sua posição é determinada por esta baía, conhecida como "Red Spot Hollow", pelos ingleses." E ele ainda usa o termo invisível!
Considero o Cosmofórum um excelente espaço onde aprendemos muito mesmo e lá encontramos de fato excelentes camaradas sobre todos os aspectos, porém devemos tomar muito cuidado pois não encontramos tudo na internet, e confiar só no que encontramos nela nos faz perdermos a chance de encontrar observações e relatos valiosos e até inéditos esquecidos em obras antigas publicadas por grandes astrônomos, verdadeiros observadores que devotaram a sua vida à astronomia como o grande astrônomo mártir do século passado, o jovem john Goodrick que além de realizar e deixar importantes contribuições para a astronomia de posição e estudos de determinadas estrelas, morreu aos 22 anos de idade vítima de uma pneumonia contraída durante as noites de observações.
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Sab 19 Nov 2011, 22:51

Olá ajc, estou meio desconfiado dessa GMV pois o meu litrão aqui sumiu Very Happy !
São 23:49hs e estou de plantão aqui observando o trânsito e vejo a GMV junto com a oval BA a nordeste dela. Pode confirmar hoje que a oval BA está bem grande e parece mesmo uma companheira da GMV a leste/nordeste dela na SEB.
Depois a gente comenta esse trânsito e vê se tira essa dúvida.


Última edição por Bruno em Dom 20 Nov 2011, 06:25, editado 1 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Sab 19 Nov 2011, 22:57

Mais uma vez hoje a estrela de fundo intrometida está dando a impressão de estarmos vendo 5 luas em Jupiter, 4 a leste e uma a oeste.
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica outra oval

Mensagem  ajc Dom 20 Nov 2011, 00:29

Confirmando a observação do Bruno, a outra oval, companheira da GMV, junto dela. O satélite Io entra no disco de Júpiter as 03:01 hs (TU) mas não pude identificar alguma sombra sobre o planeta.
ajc
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 53
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Dom 20 Nov 2011, 00:36

Beleza ajc,
confirmado então, é a oval BA, e vejo que estamos formando mesmo uma equipe de observadores. Fiquei desconfiado da GMV depois do que você escreveu de que ela talvez estivesse bêbada pois eu não encontrava aqui o meu litrão da boa, mas eu já achei ele e aproveitei pra tomar um bom trago, aliás dois, um pra mim e outro pra GMV Very Happy ! Quanto à dificuldade de visualização do trânsito deve ser pelas condições atmosféricas que estão muito desfavoráveis por aqui na nossa região, mas vai melhorar uma hora, é só termos um pouco de paciência, aliás, acho que essa é uma das nossas principais qualidades e sofrimento como astrônomos.
Vamos continuar de olho no nosso amigo gigante gasoso!
Um abraço e obrigado pela confirmação.


Última edição por Bruno em Dom 20 Nov 2011, 21:32, editado 4 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Dom 20 Nov 2011, 09:27

Oi pessoal,
Parabéns pelas observações Ajc e Bruno,
Realmente na minha última observação a Oval BA parecia ser apenas um pouco menor do que a GMV, e elas estavam quase coladas como gêmeas, só que as duas ultimamente aparecem como brancas e tem poucos traços de marrom/vermelho. Em uma foto que eu ví em outro fórum, dá para perceber que a Oval BA não é tão grande, mas quando ela se junta com o material movido pela GMV que dá a impressão de ser uma coisa só, será que mais alguém teve esta impressão?
Agora uma pergunta, pela proximidade que elas estão, seria possível a GMV engolir a Oval BA formando no futuro apenas uma tempestade maior?
Um abraço,

Márcio.

Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Dom 20 Nov 2011, 13:03

Boa tarde Marcio,
olha, a Oval BA é realmente menor do que a GMV mas atualmente ela tem sido vista pelo menos por mim bem proeminente e também aparece quase colada com a GMV porém com uma separação bem distinta, e as duas ultimamente tem aparecido com uma coloração mais acentuada mesmo, eu as vejo com uma cor semelhante a um creme amarelado e você as observa com uma coloração branca e com traços de marrom/vermelho, muito interessante, talvez isso se deve por causa do seu telescópio ser mais luminoso do que o meu. A oval BA não é mesmo tão grande quando comparada com a GMV porém é maior do que algumas manchas ovais escuras na NEB, e quando ela se junta com o turbilhão provocado pela GMV na SEB dá mesmo a impressão de ser uma coisa só se a transparência atmosférica não estiver muito favorável.
Agora quanto à sua pergunta de que pela proximidade que elas estão, seria possível a GMV engolir a Oval BA formando no futuro apenas uma tempestade maior, olha Marcio, acho muito improvável pois essas duas tempestades acontecem subindo desde as regiões perto do núcleo até acima das camadas mais altas das nuvens que compõem o material da SEB, e se movimentam com movimentos ciclônicos e no sentido anti-horário, e entre esses tipos de movimentos forças repulsivas tendem a manter algum material que deles se aproximem afastados e serem desviados no sentido contrário ao do seu movimento original. Essa sua pergunta é muito interessante porém o que torna improvável de que aconteça uma fusão entre a oval BA e a GMV um dia é a natureza diferente dessas duas manchas, e uma não tem nada a ver com a outra, ambas são independentes, inclusive a oval BA começou a ser observada à partir de 2005 enquanto a GMV é vista a mais de 300 anos. Mas eu tenho visto cada coisa no universo que não me espanto mais com tanta facilidade quanto a fenômenos impensáveis estarem acontecendo. Melhor mesmo é ficar de olho nessas duas manchas.
Um abraço.


Última edição por Bruno em Dom 20 Nov 2011, 22:06, editado 1 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica outra oval

Mensagem  ajc Dom 20 Nov 2011, 17:26

Se a oval BA tem sido observada desde 2005...é pouco tempo de observação, muita coisa pode acontecer e isso aumenta a necessidade de monitoramento. Por aqui temos temperatura de 28 graus, poucas nuvens neste fim de tarde e um vento frio leste. Devido a obstrução (muro e casas) só posso ver Júpiter depois das 22hs. É esperar e espantar as nuvens que já apontam no horizonte sudeste em grande número.
ajc
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 53
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Dom 20 Nov 2011, 21:48

Ok ajc,
apesar de eu estar numa verdadeira luta contra as nuvens, o vento e a ação do jato subtropical que está sobre as nossas cabeças segundo os satélites do CPTEC/INPE, durante vários minutos tenho imagens estáveis e com uma nitidez impressionante de jupiter. Estou usando no meu Jaegers uma ocular de 9mm (175x) e a imagem está impecável. Arrisquei com uma ocular de 6.5mm (242x) e a imagem continuava com boa nitidez embora um pouco menos luminosa. Peguei o trânsito da GMV hoje por acaso, pois quando estava anoitecendo eu apontei o F/15 para jupiter, e ele já se adiantava a leste rumando para o meridiano central. Ela estava nítida, assim como a oval BA também bem destacada nos seus contornos e na sua coloração creme-amarelada, semelhante à coloração da GMV. Uma fenda prolongava-se na SEB a leste da oval BA e a oeste da GMV, porém a que se estendia a leste tinha um comprimento maior pois quando a oval BA tocou o limbo oeste essa fenda quase alcançava o meridiano central. Ela tinha uma forma semelhante a nuvens brancas entrelaçadas e afuniladas nas extremidades, parecia mesmo uma "trança de mussarela". Aproveitei e ví também por volta das 22:00hs (TU/UT 01:00) a imersão de uma lua atrás do limbo oeste de jupiter. Foi espetacular, conseguí acompanhá-la até ao último instante. Duas ovais castanho escuras se encontram no momento na borda norte da NEB e posso ver as zonas polares, as faixas temperadas norte e sul e a temperada norte do norte.
Foi um belo trânsito e como disponho de mais algum tempo vou ficar de olho nas faixas equatoriais para ver se vejo mais alguma oval por lá.


Última edição por Bruno em Qui 14 Jun 2012, 15:10, editado 6 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Dom 20 Nov 2011, 21:49

Obrigado pela resposta Bruno, faz mesmo sentido, mesmo elas estando próximas, forças repulsivas tendem a mante-las separadas. Fui dar uma olhadinha lá fora e a camada de núvens deixaram Júpiter bem apagado hoje, e as estrelas estão oscilando muito. Infelizmente hoje não será um bom dia para observação e nem vou arriscar. Concordo também com você Ajc, como a Oval BA é uma tempestade recente (2005) muita coisa pode acontecer, já percebemos que ela mudou de lugar muito rapidamente, vamos ficar de olho para qualquer novidade nela.
Abraço,

Márcio.

Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Dom 20 Nov 2011, 22:04

Valeu Marcio,
vamos ficar de olho nessas duas manchas então pois surpresas é o que não faltam nas observações planetárias, principalmente de jupiter. Por aqui estou tendo alguns bons momentos de visibilidade intercalados com ventos fortes e nuvens, e o jato subtropical está sobre São Paulo e centro sul de Minas hoje.

Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Ter 22 Nov 2011, 08:54

Oi pessoal, segue um breve relato:

Nesta noite uma névoa cobriu todo o céu, Júpiter visto a olhos desarmados, formava um halo por conta da luminosidade refratada pela névoa. Mas ela não atrapalhou muito a observação, acho que funcionou como um filtro natural. As quatro luas estavam visíveis, sendo uma a oeste e três a leste, Ganimedes estava bem próxima, e após uma consulta das efemérides vi que ela iria iniciar um trânsito sobre Júpiter, mas não deu para esperar. Consegui visualizar a região polar norte bem definida e a faixa temperada norte, o cinturão equatorial norte apresentava uma oval castanha o norte da faixa antes do meridiano central que denunciava que a GMV estava próxima de iniciar o seu trânsito, o cinturão equatorial sul estava bem nítido, mas não pude observar mais detalhes nele, também não consegui visualizar a faixa temperada sul. A melhor imagem foi com 142x e o filtro azul 82a.


Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Ter 22 Nov 2011, 11:26

É isso Marcio,
a névoa quando não é de muita intensidade às vezes funciona sim como um filtro interessante, até já fiz uma brincadeira com isso dizendo que eu tinha utilizado um "Névoa-filter"!. Outra coisa interessante também é como nós vamos acostumando com os acidentes e acabamos por prever por exemplo quando a GMV fará a sua entrada pelo limbo leste.
Mesmo que não tenha sido uma sessão de observação perfeita, sempre vale a pena mesmo em brechas por entre as nuvens tentar espreitar jupiter, que ainda se encontra com o seu diâmetro aparente bem grande.
Valeu!
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Ter 22 Nov 2011, 12:41

Oi Bruno... "Névoa filter" é boa Very Happy

Tentei colocar uma foto mais cedo e não consegui. Vou tentar mais uma agora:
Observações de Júpiter na Oposição de 2011 - Página 3 Jupiterganimedes
Essa eu tirei pra fazer um teste e registrar a oval castanha na NEB, Ganimedes estava bem próxima prestes a fazer um trânsito.
E o Unitron Bruno, conseguiu fazer alguma observação com os dois F15 juntos? Esta foto que está no seu perfil foi você quem tirou?

Abraço,

Márcio.

Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Ter 22 Nov 2011, 12:48



https://2img.net/r/ihimg/photo/my-images/18/jupiterganimedes.jpg/

Observações de Júpiter na Oposição de 2011 - Página 3 Jupiterganimedes
Observações de Júpiter na Oposição de 2011 - Página 3 Jupiterganimedes

Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Foto de Jupiter/Marcio.

Mensagem  Bruno Ter 22 Nov 2011, 13:40

-Tá ficando beleza Marcio,
fica tranquilo que você está começando agora no fascinante mundo da astrofotografia e esse é o momento de reajustes. Dá para ver a oval escura na NEB, as duas faixas equatoriais, a faixa temperada sul dissolvida na extremidade norte da zona polar sul, e a zona polar norte com o que parece ser um escurecimento a leste na foto onde deveria estar a faixa temperada norte mais a oeste, e a zona equatorial e as tropicais sul e norte esbranquiçadas e destacadas das zonas polares. Teria como você fazer uma foto reduzindo a imagem em 1/3 (30%) da ampliação para denunciar melhor os detalhes mais finos? Se eu estiver falando bobagem me corrija.

-Agora quanto ao Unitron de 105mm F/15, ele está lá na oficina do prof. Riedel com uma plataforma dupla me esperando, ele até fez umas observações de jupiter e gostou bastante, mas eu tenho de me deslocar cerca de 70km para chegar na oficina dele, e o tempo aqui desde antes da oposição está incerto, quanto menos eu espero o tempo abre que é uma beleza, e em outra ocasião estava tudo aberto e o F/15 lá fora montado, e quando eu entrei pra fazer uma postagem sobre o que estava observando em jupiter, quando ví já estava caindo o maior chuvão, e o F/15 tomou um banho!
Mas já recombinamos e no final do mês quando eu for buscar a minha nova coluna equatorial que ele fez vamos colocar o Jaegers e o Pollarex/Unitron juntos numa mesma plataforma e tirarmos umas fotos de jupiter e dos dois acoplados. Será uma foto rara e histórica!
E quanto à foto de jupiter aí junto com as minhas postagens, foi obra do Admin.
Um abraço e estamos esperando mais fotos ok?
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Admin Ter 22 Nov 2011, 14:40

Marcio escreveu:

Tentei colocar uma foto mais cedo e não consegui. Vou tentar mais uma agora:
Observações de Júpiter na Oposição de 2011 - Página 3 Jupiterganimedes
Márcio.

Olá Marcio,

Siga as instruções para postagem de fotos que está disponível neste tópico: https://astronomia.forumeiros.com/t44-sugestao-para-inclusao-de-fotos#231

Abraços!
Admin
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 239
Data de inscrição : 29/10/2011

https://astronomia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Luas de jupiter para hoje 23/11/2011

Mensagem  Bruno Qua 23 Nov 2011, 19:19

Movimentação das luas de jupiter para hoje dia 23/11/2011:

"Wednesday, November 23, 2011

15:54 UT, Io begins transit of Jupiter.
16:32 UT, Io's shadow begins to cross Jupiter.
18:04 UT, Io ends transit of Jupiter.
18:44 UT, Io's shadow leaves Jupiter's disk."

Fonte: revista Sky/Telescope.
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Transparência atmosférica excepcional durante observ. de Jupiter.

Mensagem  Bruno Qua 23 Nov 2011, 20:43

Hoje dia 23/11/2011, mesmo antes de a noite chegar, com o céu ainda cor de rosa por causa dos raios solares vindos do poente, obtive imagens excepcionais de jupiter utilizando no Jaegers uma ocular de 9mm (175x) com uma clareza e nitidez raras de se verem, e ao acrescentar um filtro polarizador GSO ele funcionou como um verdadeiro separador de faixas temperadas. Pude constatar além das zonas polares, a faixa polar sul na sua extremidade leste, a temperada sul do sul, a temperada sul, a Eq. sul que dava mostras de ter havido um trânsito da GMV há pouco, a Eq. norte com duas ovais escuras na borda norte, e as faixas temperadas norte e a norte do norte. Mesmo com 105x eu visualizava as ovais escuras e as faixas temperadas, além das zonas polares bem delimitadas.
Não durou mais do que uma hora esse espetáculo pois nuvens velozes repentinamente vieram do sudoeste através do céu que estava completamente limpo e cobriram tudo de uma vez.
Esse entardecer de primavera foi uma das raras transparências atmosféricas que acontecem após uma chuvarada, já que a imagem de jupiter estava soberba com 175x de aumento mesmo sem nenhum filtro. Os contrastes estavam perfeitos e ele estava bastante luminoso, e os seus detalhes finos no disco como por exemplo as faixas temperadas apresentavam-se bem nítidas e separadas, com as zonas entre elas fáceis de serem entrevistas, além das ovais escuras bem destacadas. Quanto às suas luas elas apresentavam formatos esféricos variando nas suas dimensões, e as suas colorações também variavam como algo entre o verde-azulado nas luas maiores e âmbar nas luas menores.
Aproveitei e arrisquei por alguns momentos observar com uma ocular de 6.5mm (242x) e a imagem manteve-se firme, com todas as faixas e zonas além da oval escura na Eq. norte visíveis. Só não gostei muito do efeito de utilizar muitos aumentos nas luas pois em algumas as suas colorações pareciam tornar o apecto esférico delas meio nebuloso nas extremidades, mas creio ter descoberto a causa disso. O excesso de aumentos mesmo em corpos com pequenas dimensões também devem passar por um critério bem humilde na hora de se empregar aumentos. Em alguns aspectos, o coeficiente 2.5x pode ser alcançado como o foi hoje, mas creio que mesmo isso sendo possível em raríssimas ocasiões, para explicar as nebulosidades que observei nas extremidades em algumas luas com 242x pode ser explicado pois essas luas galileanas apresentam distâncias diferentes da Terra enquanto orbitam ao redor de Jupiter, pois ora elas estão mais próximas durante um trânsito, ora passam bem longe e atrás de jupiter, apresentando variações sutis se fazendo necessário mudar um pouco o foco entre a observação de uma lua que se encontre mais próxima do que outra que está mais longe denunciados pelo uso de um aumento elevado.
Mas o show ficou mesmo por conta das imagens obtidas com a ocular de 9mm (175x), pois foram realmente extraordinárias a clareza e nitidez do ainda imenso globo de jupiter e ainda a apenas uns 40º ou 50º de altura no horizonte leste!
Em qualquer momento e a qualquer hora, observar um outro mundo através de um telescópio verdadeiramente nos leva para mais perto dele encurtando uma boa parte das imensas distâncias interplanetárias que nos separam.


Última edição por Bruno em Sex 20 Jan 2012, 19:01, editado 1 vez(es)
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Marcio Qui 24 Nov 2011, 09:13

Bom dia, primeiramente obrigado Bruno e Admin pela ajuda. Bruno, foi um belo relato de observação o seu e tenho que concordar com você que a noite ontem estava espetacular, segue meu relato:

Data: 24/11/2011
Hora início: 1:30 UT (23h30)
Hora fim: 2:40 UT (0h40)
Local: 20°32"20'S, 47°24"03'O Franca/SP
Refrator 90 mm F11.1 EQ com diagonal dielétrica 1.25 WO.

Ontem a noite estava de uma transparência como a algum tempo eu não via, estimei o seeing em 7, a região de Órion e Touro mostrava muito mais estrelas do que de costume, faltou um binóculo para rastrear o céu. Em Júpiter as quatro luas estavam visíveis, três a oeste e uma a leste, a imagem do planeta estava bem estável e pude ver todas as principais faixas, a começar das zonas polares bem definidas, pude ver a temperada norte do norte, a temperada norte, a equatorial norte dessa vez sem nenhuma oval castanha, a zona equatorial bem mais clara que o restante do disco, o cinturão equatorial sul bem mais largo e claro do que o norte, a faixa temperada sul e a temperada sul do sul, uma pena que os principais eventos que ocorrem nas faixas que são visíveis para a abertura do meu telescópio não estavam em trânsito no momento. Consegui uma boa imagem com a ortoscópica de 5mm(200x) sem filtros, muito raramente consigo usá-la com qualidade. No final da observação resolvi dar uma olhadinha na M42 em Órion e descobri que a montagem tem um ponto cego, de todo jeito que eu tentava de um lado o parafuso da DEC batia no corpo e de outro o ajuste da DEC batia no motor, para conseguir dar uma olhadinha na nebulosa eu tive que tirar o telescópio do alinhamento polar e liberar as travas.
Abraço,

Marcio
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 23
Data de inscrição : 09/11/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Bruno Qui 24 Nov 2011, 11:25

Ôpa Marcio,
que bacana, então você também deu sorte ontem pois a transparência atmosférica estava pra lá de excepcional, e fico muito contente por você ter visto todas essas faixas relatadas e sem filtro também, e o mais legal é que você se deu bem com a KK de 5mm mandando ver com 200x de aumento. Deve ter sido uma beleza de imagem, jupiter deve ter ficado enorme no campo do seu refrator.
Quanto ao ponto cego na sua montagem, isso ocorre sempre onde o equatorial e o motor de um refrator são acoplados em cima de um tripé, e é por isso eu só uso a montagem numa coluna pois esses problemas de ficarem esbarrando são prontamente eliminados, mas a gente sempre encontra um jeito de observar-mos com o que a gente tem e isso é o que importa.
Teremos um trânsito da GMV hoje (24/11/2011) para as 23:15hs, e espero que tenhamos a mesma sorte de ontem com uma transparência atmosférica beirando a perfeição.
Boas observações parceiro.
Bruno
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observações de Júpiter na Oposição de 2011

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum