Para inciantes.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

spica Para inciantes.

Mensagem  Bruno em Ter 02 Abr 2013, 21:34

Como esse tópico é voltado principalmente para os que estão iniciando na astronomia observacional, seguem abaixo informações gerais e que por mais óbvias que possam parecer aos mais experientes, elas costumam passar desconhecidas pelos iniciantes, confiram:

Um telescópio é um ótimo presente para quem tem algum tipo de interesse no céu a noite, ou que sempre desejou conhecer a astronomia e saber mais sobre o universo. A maioria dos telescópios, inclusive os menores e mais baratos são capazes de revelar os anéis de Saturno, as faixas equatoriais de Júpiter, milhares de clusters de estrelas e até mesmo galáxias distantes. Já com um telescópio médio ou grande, um astrônomo amador devido a enormidade do universo, terá coisas a descobrir pela vida inteira, mesmo após anos de observação. Devido a isso, a astronomia se torna um excelente hobbie, interessante e para toda a vida.

Então como você pode escolher um telescópio para um novo astrônomo?
Devido à enorme variedade, fica difícil até de escolher. Para auxiliar o iniciante, abaixo estão perguntas e respostas para ajudar quem está iniciando neste excelente hobbie, a observação astronômica. Isso irá auxiliar o iniciante a escolher o seu primeiro telescópio.

Em relação ao (diâmetro da abertura) tamanho da objetiva/espelho, como avalio um telescópio?
Todos os telescópios, inclusive os menores, podem produzir qualquer magnificação (aumento) dependendo do conjunto ocular/lente usados. Devido a isso, a magnificação(aumento) não é o modo correto de escolher um telescópio. Veja que o diâmetro(tamanho) da objetiva(espelho), que é o coração de um telescópio, e a maneira adequada para comparar o potencial de diferentes modelos de telescópios. Todos os telescópios são classificados pelo tamanho da abertura(objetiva ou espelho). Ex. 40mm, 50mm, 70mm, 76mm, 114mm, 150mm, 200mm, etc.

Porque o diâmetro(tamanho) do espelho/objetiva de um telescópio, é tão importante?
Quanto maior for o diâmetro(tamanho) do espelho no caso de um telescópio refletor ou da objetiva, no caso de um telescópio refrator, os astros celestes de menor intensidade serão mais visíveis ao telescópio e uma maior quantidade de aumento (magnificação) poderá ser utilizada e ainda sim produzir uma boa imagem. Por exemplo: com 120x de aumento, um telescópio de 150mm irá mostrar vários astros que um telescópio de 60mm com este mesmo aumento, não irá mostrar. Além disso, com 120x de aumento, um telescópio de 150mm irá produzir imagens muitíssimo mais claras e definidas, do que utilizando este mesmo aumento, em um telescópio de 60mm, 70mm ou 76mm.

O que é considerado um grande telescópio ou um pequeno telescópio?
Para os astrônomos amadores, um telescópio pequeno geralmente se refere para modelos de até 60mm. Um telescópio médio seria classificado entre 70mm a 90mm. Um telescópio médio-grande geralmente significa que o telescópio possui entre 102mm a 114mm. Um telescópio grande é geralmente classificado de 150mm para cima.

Eu deveria comprar o maior telescópio que eu puder pagar?
Veja bem que os telescópios maiores, traduzem em mais astros para se observar e melhores imagens, porém também são mais caros e menos portáteis do que um modelo menor. Muitos escolhem telescópios menores porque são mais fáceis de serem transportados, podendo ser levado para locais ideais para observação, onde o céu é mais escuro, e livres da poluição luminosa e assim encontrar mais astros visíveis no céu. O transporte e o local que ele ficará guardado, também deve ser levado em conta na escolha do seu telescópio. Mas, caso não tenha condições de adquirir um telescópio de maior abertura ou não se queira gastar muito, começar com um telescópio menor, tipo um Refrator de qualidade, de 60mm, 70mm ou um Refletor de 76mm, é bem adequado, principalmente a um inicante ou mesmo, a uma criança. Logicamente em uma observação, quanto maior a abertura(objetiva) do telescópio, melhor e mais nítido será o que você verá, mas com um telescópio de 60mm, 70mm ou 76mm, de boa qualidade, você também pode realizar observações muito interessantes e com ótimo aproveitamento e aprendizado.

Como eu posso achar astros para observar?
Você irá precisar de uma luneta buscadora, que já acompanha a maioria do telescópios. Também, é indicado o uso de software, que possa fazer a simulação do céu, como o Stellarium, ou semelhante, que apresenta um planetário virtual, onde é possível simular o céu em uma data específica, para facilitar localização do astro ou objeto procurado.

Perguntas Freqüentes sobre aumentos de Telescópios:

Qual o aumento que eu preciso para fazer uma boa Observação Astronômica?
O aumento teórico, não é o modo correto de escolher um telescópio. Uma boa observação é feita com aumentos entre 20 e 200x. Pequenos objetos astronômicos precisam de um boa resolução de imagem para serem vistos e a maioria das observações são feitas com menos de 200x, mesmo em telescópios mais caros, e com grandes aberturas. É essencial entender, que a medida que você aumenta a potência utilizada no telescópio, a qualidade da imagem diminui, o que é ainda mais evidente, quanto menor for a abertura(objetiva) do telescópio. Porisso apenas o aumento útil é o que deve ser considerado.

Eu realmente posso conseguir 675x de aumento com meu telescópio?
Sim, cientificamente, usando uma combinação de lentes, é possível conseguir 525x ou 675x e até mais, de aumento mesmo em telescópios de pequena abertura (objetiva). Mas isto não tem utilidade prática. Ou seja, cientificamente é possível atingir tal aumento, mas isso é apenas teórico. O aumento útil efetivo de cada telescópio, para que se produza uma boa imagem, é o dobro(2x) do diâmetro da sua abertura(espelho ou objetiva). Ou seja, em um Telescopio de 60mm seu aumento máximo será de 120x, num de 114mm seu aumento máximo será de 228x, num de 203mm, seu aumento máximo será de 406x. E os telescópios de maior abertura, sempre produzem imagens melhores que os de menor. Ou seja, um de 60mm é inferior a um de 70mm, um de 76 é muito inferior a um de 114mm, e assim por diante. Independente disso, com qualquer telescópio, mesmo os menores, um observador pode realizar ótimas observações e adquirir bastante conhecimento e experiência.

Quanto de aumento eu posso utilizar e ainda sim conseguir uma boa imagem?
Esta resposta depende muito do dia da observação e da natureza. Em noites em que o céu está claro e estável, você pode utilizar um aumento maior, do que em um situação em que o céu esteja mais nublado. Dentro de boas condições de observação, um aumento padrão ideal máximo, é o dobro da abertura do telescópio. Por exemplo: Um telescópio de 60mm teria como aumento recomendável 120x. Este aumento é mais do que necessário para ver os anéis de Saturno, as manchas equatoriais de Júpiter e muitos clusters de estrelas.

Como calculo o quanto de aumento meu telescópio proporciona?
As oculares de um telescópio são classificadas pela distância focal em milímetros, e não pelo seu aumento. Para se calcular o aumento de qualquer telescópio com dada ocular, se divide a distancia focal do telescópio pela distancia focal da ocular utilizada. Uma ocular com distância focal de 25mm quando utilizada em um telescópio com distância focal de 1000mm irá produzir um aumento de 40x. (1000/25 =40). Na verdade estes cálculos são teóricos, pois a ampliação efetiva é aproximadamente 2 vezes a abertura(objetiva) do telescópio. A Distância Focal, apenas define a luminosidade de um telescópio. Se ele é mais, ou se é menos luminoso, que um outro de mesma abertura(objetiva). Se forem de mesma abertura, quanto maior a Distância Focal, menos luminoso será o telescópio. Um telescópio mais luminoso tem melhores imagens dos astros e objetos menos brilhantes(mais escuros), e um menos luminoso tem melhores imagens dos astros e objetos mais brilhantes(mais claros).

Perguntas Freqüentes sobre modelos de Telescópios:
O que é um telescópio Refletor ?
Um Telescópio Refletor é um instrumento que utiliza um grande espelho no fundo do telescópio, para focalizar raios luminosos e um pequeno espelho próximo da abertura, que irá refletir a luz para um ocular, localizada na parte de cima do telescópio.

Quais as vantagens e desvantagens de um telescópio Refletor?
Prós: Um telescópio refletor tem um custo de produção menor, em relação a outros tipos de telescópios, e lhe oferece mais abertura(qualidade de imagem) pelo dinheiro investido. Um telescópio refletor produz boas imagens e é indicado para astronomos que desejem a maior abertura possível para observar astros e objetos distantes, no céu profundo e pouco luminosos no sistema solar. Se você está procurando um telescópio que lhe dará espaço para crescer na astronomia, um telescópio refletor médio (114mm ou mais) é sua melhor opção pelo seu dinheiro.

Contra: Como um telescópio refletor é um telescópio aberto, é necessário sempre tampá-lo após o uso para evitar que a poeira se acumule nos espelhos. Apenas tampá-lo. Outro ponto é que a imagem gerada pelos telescópios refletores são imagens invertidas de cabeça para baixo e caso se deseje desinverter é necessário a compra de acessório chamado lente inversora. Como este tipo de telescópio é destinado para a astronomia, este fato é irrelevante, pois como os objetos observados no céu são simétricos, esta inversão já é considerada e é normal o uso desta forma.

O que é um telescópio Refrator?
O Telescópio Refrator é um instrumento que utiliza lentes(objetiva) e não espelho, e é fixada parte frontal do telescópio para focalizar os raios luminosos, em uma ocular no fundo do telescópio. É o mesmo sistema utilizado em binóculos e quase todas as lunetas terrestres. Nos telescópios refratores a imagem não aparece de cabeça para baixo como nos Refletores, mas aparecem apenas invertidas.

Perguntas Freqüentes sobre lentes e oculares:
Todas as oculares são iguais?
Não. Há uma grande diferença de modelos de oculares. Os modelos mais conhecidos são as oculares Huygens de 25mm e de 32mm, Plossl que apenas são fabricadas com 32mm. As oculares de 32mm são bem melhores que as de 25mm, assim como as oculares Plossl, são muito superiores às oculates Huygens. As oculares Huygens de 25mm são bem mais baratas, possuem campo visual menor e qualidade inferior e geralmente são as acompanham a maioria dos telescópios, principalmente os de menor preço. As Oculares Plossl são muito superiores e são fabricadas apenas em 32mm. Os modelos com oculares Plossl, são mais caros, mas também são infinitamente melhores, possuem melhor qualidade optica e um campo de visão bem maior.

O que são lentes Barlow?
A lentes Barlow é um acessório que pode acompanhar o produto ou ser adqurido a parte que sua finalidade é ampliar ainda mais o poder das oculares. Utiliza-se a lente Barlow diretamente no focalizador do telescópio seguido da ocular. A lente Barlow pode dobrar (2x) ou até mesmo tríplicar (3x) a magnificação da ocular e ela deve ser usada apenas em casos específicos, na observação de astros ou objetos muito definidos e luminosos, pois como dito acima, quanto maior o aumento utilizado pelo telescópio, menor será a qualidade de imagem.

Perguntas Freqüentes sobre Tipos de Montagem:

O que é uma montagem AZ (Azimutal)?
Uma montagem azimutal requer que você mova seu telescópio para o astro que deseja observar. Você move seu telescópio em duas direções: cima-baixo, direita-esquerda, para manter o objeto ao centro de sua lente ocular. Isto é necessário pois os astros estão em movimento pelo céu, e você necessita acompanhar este movimento para fazer as observações. Por ser uma montagem menos complexa, fácil de montar e de usar, é a preferida, e a mais recomendada para um iniciante na astronomia.

O que é uma montagem EQ (Equatorial)?

Uma montagem equatorial requer que você mova o telescópio da mesma forma que uma montagem azimutal, porém requer apenas uma pequena mudança na engrenagem da montagem para acompanhar o astro. Isto acontece porque a montagem equatorial, se move na mesma direção em que os astros, e não de forma retilínea como a montagem azimutal. A montagem equatorial é mais cara do que uma montagem azimutal, e envolve uma dificuldade maior na sua instalação e é indicada para pessoas com maior conhecimento sobre a astronomia.

O que é uma montagem motorizada (Motor Clock Drive)?
Uma montagem motorizada Clock Drive requer que você encontre o objeto a ser observado da mesma maneira que as outras montagens. Porém, uma vez encontrado o astro, com o Motor Clock Drive, você pode colocar o telescópio na mesma velocidade do movimento do astro, o que proporciona maior conforto não é necessário fazer mais o acompanhamento manual ou mexer em seu telescópio, para o astro se manter na ocular. Apenas alguns tipos de montagem EQ possuem opção para motorização.

Informações diversas:
O que significa o termo: Procedência - Estados Unidos?
Este termo apenas significa que o equipamento tem origem de uma empresa que tem sede nos Estados Unidos. Na realidade, 99,9% de todos os telescópios, de todas as marcas, são fabricadas na China. Celestron, Konus, Meade, Sky-Watcher, Orion, Silstar, Toya são fabricadas na China e quase todas pelos mesmos fabricantes. As empresas americanas colocam Origem/Procedência - Estados Unidos, pois a marca é americana, mas eles são fabricados na China.

Quais são os Telescópios e Binóculos fabricados nos Estados Unidos?
Atualmente nenhum Telescópio ou Binóculo de marca comercial é fabricado nos Estados Unidos.

Qual o alcance de um Binóculo, Telescópio ou Luneta?
O alcance de um binóculo, telescópio ou luneta é infinito. Veja que a olho nú podemos ver estrelas, que estão a milhões de anos luz. Ou seja, o que um equipamento ótico faz, é aproximar um certo número de vezes, o objeto visado, independente se ele esteja a 1 km, 5 km ou 20 km. Alcances em Km, não existem, e são apenas colocados sem nenhum critério, para enganar pessoas sem conhecimento, geralmente em sites de leilão e em binóculos de péssima qualidade. A sensação de proximidade é determinada pela sua qualidade ótica.

Binóculos com mesmas referências (Tipo 7x50, 10x50, 16x50, 10-30x50, etc) são iguais?
Não. Binóculos apesar de parecerem iguais, podem ter preços muito diferentes, dependendo de suas lentes, tratamento anti-reflexos, robustez mecânica, tipo de prismas, etc, fatores que determinam a sensação de proximidade que você terá. Não se compra Binóculo por referência, e sim por finalidade a que se destina. A observação com um binóculo de baixa qualidade, é desconfortável e provavelmente sem ele, o objeto visado seja melhor visto. A escolha de um binóculo não se faz pela magnificação em si, e sim por um conjunto de fatores, como a finalidade do uso, a distância mínima de foco requerida, a necessidade um maior conforto visual, a portabilidade, além do principal, que é a sua qualidade ótica, que proporciona a resolução, a sensação de proximidade.

Prisma BAK-4 são melhores que Prisma BAK-7?
Depende! Este é um ítem que depende do fabricante. Existem prismas BAK-4(crow de bário) de ótima qualidade, assim como BAK-7(borosilicato). Os dois tipos, desde que bem fabricados, por empresas sérias, podem ter ótima qualidade.

Qual o melhor tratamento ótico de um Binóculo?
Depende! Caso sejam fabricados por uma mesma empresa, com qualidade, uma tratamento Coated, é inferior a um Multicoated, assim como este, será inferior a um Fullycoated. Agora, um tratamento Coated bem feito será superior a um multicoated mal feito, e assim por diante. A diferença, entre os três tratamentos óticos desde que sejam bem feitos, é bastante pequena. Ou seja, não é tão grande como parece. O problema são os binóculos vendidos em camelôs, supermercados e e em sites de leilão, que não tem nenhum tipo de tratamento.
A Observação Astronômica sempre fascinou a humanidade. Com o aumento das vendas e da produção, o os preços diminuíram, e o sonho de muitas pessoas, passou a se tornar possível e realizável. Hoje, quem deseja fazer uma observação mais acurada do céu, descobrir as maravilhas do universo, encontra telescópios de ótima qualidade e bons preços A compra de um bom equipamento, deve ser considerada, principalmente se levarmos em conta os momentos inesquecíveis que eles irão lhe proporcionar por anos.

Como escolher um telescópio?
Escolha bem e um telescópio irá oferecer-lhe uma vida inteira de noites agradáveis de exploração do céu. Uma má escolha é muito provável que ele lhe trará apenas frustração e desapontamento e você acabará abandonando esse magnífico hobbie".

O que fazer para tomar a decisão certa?
Isto depende apenas de você! Lembre-se que a qualidade do equipamento e o diâmetro da abertura, são importantíssimos. Se você vive em um local com pouco espaço para guardar coisas e é fascinado pela Lua e Planetas, um Refrator de qualidade seria perfeito. Agora se não tem problema com espaço, e queira observar o universo profundo, e possa adquirir um Refletor, quanto maior a abertura, maior será a quantidade de observações possíveis, e a qualidade do que você observará, o que lhe deixará maravilhado e encantado.

Qual o telescópio mais indicado para poder comprar?
Veja que os Telescópios de maior abertura(objetiva), traduzem em mais astros para se observar e melhores imagens, porém também são mais caros e menos portáteis do que um modelo menor. Muitos astrônomos escolhem telescópios menores porque assim podem transportar com maior facilidade para locais onde o céu é mais escuro e possuam menos poluição luminosa e assim há mais astros visíveis no céu. Quando se está comprando um telescópio para um novo astrônomo, ou não se queira gastar muito, começar com um telescópio menor, tipo um Refrator de qualidade, de 60mm, 70mm ou um Refletor de 76mm, é bem adequado, principalmente a um inicante ou mesmo, a uma criança. Logicamente na observação, quanto maior a objetiva(abertura) melhor será o que você verá, mas com um telescópio de 60mm, 70mm ou 76mm, é possível realizar observações bem interessantes e com ótimo aproveitamento e aprendizado.

Marcas:
No mercado temos de tudo literalmente. Desde modelos excelentes até modelos de baixa qualidade, geralmente vendidos em supermercados, loja populares e sites de leilão por preços irrisórios, porém não permitem ver quase nada. Não se iluda com baixos preços. Este tipo de produto, de má qualidade, leva um iniciante, futuro astronomo amador, a abandonar este fantástico hobbie.
Hoje em dia, 99,9% dos telescópios do mercado são fabricados na China, com marcas dos Estados Unidos, Japão e Europa. As principais marcas existentes, como a Celestron, Meade, Pentakon, Orion, Silstar, Sky-Watcher, Toya e Vixen, não fabricam seus telescópios, apenas colocam seus nomes, em produtos fornecidos por empresas especializadas chineses, que produzem os mesmos produtos para praticamente todas elas, apenas com nomes diferentes.

Como comparar telescópios?
Toda comparação entre telescópios deve ser feita por categoria. Cada abertura é uma categoria diferente. Por exemplo abertura(objetiva) de 60mm, abertura(objetiva) de 114m, abertura(objetiva) de 150mm. E isso deve ser feito, sempre usando uma mesma ocular.
As categorias são especificadas pelo diâmetro da abertura(objetiva) do telescópio, pois ela que proporciona a resolução e qualidade da imagem.
Ex: Um objeto ou astro visto com um aumento de 100x em um telescópio de abertura 50mm, terá uma imagem muito menos definida e visível, que este mesmo objeto ou astro, com este mesmo aumento de 100x em um telescópio com abertura(objetiva) maior.
Embora o tamanho da imagem seja o mesmo, no telescópio de maior abertura(objetiva), você verá sempre, uma imagem muito mais nítida e com muito mais definição e detalhes.
A característica mais importante de um telescópio é a abertura, isto é, o diâmetro da lente principal ou do espelho. A abertura determina o brilho e a definição de tudo o que você irá observar. Um telescópio de 70mm nunca poderá mostrar as estrelas ou os detalhes de um planeta, como faria um telescópio de 114 mm. Assim como um telescópio de 114mm, por sua vez, jamais poderá competir com um telescópio de 150mm. Seria como comparar um Uno 1.0 com uma Ferrari. Lógicamente, a Ferrari seria muito melhor, embora com o Uno você pode ir a diversos lugares com relativo conforto. Não se pode dizer que o Uno não presta, como fazem, e sim dizer que a Ferrari é melhor.
A potência(aumento), não é algo importante a se considerar quando estiver adquirindo um telescópio.

O que você deve saber:
A Astronomia é um hobbie formidável, que estimula a inteligência e inclusive ajuda no desenvolvimento de uma criança, ou adulto, pois requer aprendizado. Esse aprendizado é obtido com o tempo, observando, porisso o nome observação. Fazer uma Observação, não se aprende em manuais ou livros. Aprende-se observando, aprendendo a localizar astros, condições climáticas e uma série de outras variáveis e isso leva tempo.Dependendo do interesse, e do uso constante, um iniciante levará até 3 meses, para entender e utilizar 100% dos recursos do equipamento.
A Observação é como um safari. Você pode fazer uma observação muito proveitosa em uma noite, com visualizações perfeitas, muitas surpresas agradáveis, e na noite seguinte não conseguir observar quase nada, usando o mesmo equipamento. Isto deve-se à enorme quantidade de variáveis em uma observação, como clima, posição dos astros, poeira cósmica, etc. Aí é que é como um safari. Onde a surpresa é o que maravilha o observador.
Portanto venha descobrir este fantástico hobbie!! Vc terá muitas noites agradáveis, de descobertas, relaxantes. Momentos inesquecíveis!

Fonte/consulta-Rei dos Telescópios

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum