O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Ir em baixo

spica O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Natália DdM em Ter 03 Jan 2012, 15:10

Caros,

Ontem, por sinal uma ótima noite em SP, observando a constelação de Orion, vi 2 objetos se movendo,rota retilínea, relativamente rápido (bem mais rápido que um avião) pareciam estrelas, não era avião pois em um tele acredito que teria uma definição clara de avião, porém não deixavam rastro, como imagino que seria um cometa, estou tentando descobrir o que é, considero até a hipótese de um satélite, o horário foi entre as 21 e 22 h (meu erro é que não marquei a hora certa) perto dos objetos M42 e M78.

alguma sugestão?
avatar
Natália DdM
Curioso
Curioso

Mensagens : 3
Data de inscrição : 02/01/2012
Idade : 33
Localização : São Paulo

http://www.nataliadiniz.blogspot.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Ter 03 Jan 2012, 20:02

Olá Natália,
olha, no ano passado, à partir de junho e julho eu comecei a detectar com mais frequência objetos passando pelo campo do meu refrator. Uma quantidade muito grande de objetos estão circulando a terra mais do que nunca atualmente, e em diversas alturas. Alguns são bem grandes como a estação espacial e que se apresenta geralmente bastante brilhante, e outros apresentam um brilho variável por orbitarem realizando uma rotação em torno de sí próprios. Estou dizendo isso supondo que estamos a tratar de satélites e outros objetos criados pelos homens e colocados em órbita.
O que me intriga é o fato de serem dois objetos numa trajetória retilínea. Satélites não andam aos pares, porém por efeito de perspectiva um mais baixo com outro mais acima e mais ou menos na mesma linha de visada podem provocar o efeito de parecerem andar em pares. Mas o problema persiste pelo fato de terem sido observado dois objetos.
Precisaria de mais dados tais como:
1) Qual o tamanho aparente dos objetos comparados com uma estrela (magnitude) ou um objeto (avião por exemplo)?
2) Como eram o brilho dos objetos, eram constantes, piscavam ou cintilavam? Percebeu cores?
2) Quanto tempo durou a observação?
3) Conseguiu observá-los através do seu refrator de 70mm?
4) Caso afirmativo percebeu alguma forma?
5) Qual foi o motivo que te levou a pensar em um cometa? A aparência?
6) Seria possível estimar uma distância e/ou uma altura aproximada desses objetos?
7) Viu como os objetos desapareceram?

A questão sobre poder ter sido um cometa pode ser descartada pois o único que andou aparecendo últimamente estava a leste antes do amanhecer.
Bem, se quiser analisar mais a fundo é só retornar.


Última edição por Bruno em Sex 20 Jan 2012, 15:37, editado 5 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Qua 04 Jan 2012, 17:58

Existe um sistema de classificação elaborado por um astrônomo, o falecido Dr. J.A.Hynek, astrônomo e diretor do observatório da univeridade de Northwestern nos Estados Unidos.
Durante 20 anos ele foi consultor da força aérea Norte Americana para como que "separar o joio do trigo", pois começaram a aparecerem em fins da década de 40 e durante os anos 50 uma quantidade crescente de observações de luzes noturnas apresentando comportamentos incomuns, e o seu trabalho era classificar os relatos que poderiam serem explicados como satélites, meteoros, o planeta vênus, estrelas brilhantes próximas ao horizonte, camadas de inversão na atmosfera, descargas atmosféricas em forma de bola, enfim, o seu papel seria o de identificar os avistamentos que seriam interpretações errôneas de fenômenos atmosféricos e astronômicos.
Dentre os relatórios por ele estudados, vários avistamentos se davam sob a forma de luzes com comportamentos estranhos à noite, daí o termo luzes noturnas, e ao que parece uma parcela delas ainda não foram compreendidas.
Não podemos afirmar com certeza que os dois objetos observados pela colega Natália se enquadram na categoria de luzes noturnas, porém se alguns dados puderem serem analisados, a natureza do comportamento desses objetos poderá revelar em que categoria eles se enquadram dentro dos fenômenos que são observados no céu.


Última edição por Bruno em Sex 20 Jan 2012, 15:37, editado 5 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Admin em Qua 04 Jan 2012, 20:32

Natália DdM escreveu:Caros,

Ontem, por sinal uma ótima noite em SP, observando a constelação de Orion, vi 2 objetos se movendo,rota retilínea, relativamente rápido (bem mais rápido que um avião) pareciam estrelas, não era avião pois em um tele acredito que teria uma definição clara de avião, porém não deixavam rastro, como imagino que seria um cometa, estou tentando descobrir o que é, considero até a hipótese de um satélite, o horário foi entre as 21 e 22 h (meu erro é que não marquei a hora certa) perto dos objetos M42 e M78.

alguma sugestão?

Olá Natália!

Pode descartar a hipótese de ser um cometa. Cometas não deslocam-se para que se perceba sua velocidade em apenas poucos minutos.
Mais provável é que sejam satélites. Ou até mesmo a sonda Phobos Grunt.
Em todo caso é sempre bom ter o máximo de informções detalhadas, assim ficará mais fácil tentar identificar.
As perguntas que o Bruno fez são importantes para fazermos uma comparação.
Um detalhe: nem sempre aviões deixam rastros e através de um tele o avião parece bem mais rápido.
Nestes últimos dias tenho acompanhado satélites através de instrumentos de observação e também vez ou outra acompanho algum avião.
Bom, detalhe mais:
Quem observa o céu muitas vezes se depara com algo inesperado e leva um tempo até a gente se acostumar e ir descobrindo aos poucos que tipo de objeto estamos vendo.
Aguardo suas respostas.
Abraço!
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 239
Data de inscrição : 29/10/2011

http://astronomia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Sex 06 Jan 2012, 05:01

Creio que podemos descartar a sonda Phobos Grunt, pois apesar de ela ainda estar "amarrada" à órbita da Terra, trata-se de apenas um objeto, enquanto a colega afirmou ter observado dois objetos.
Na categoria de "luzes noturnas" encontramos registros de luzes solitárias errantes, luzes com deslocamentos aparentemente calculados, luzes que andam aos pares e outras que se deslocam em formação e em grande número.
Precisamos de mais dados. Se aquelas repostas puderem serem respondidas esse avistamento terá melhores chances de ser enquadrado em alguma categoria. Caso contrário será impossível traçar-mos uma linha de investigação.
Há anos que venho dedicando uma boa parte do meu tempo ao estudo de campo da atmosfera, área extremamente importante para todo observador do céu, e realmente constatei manifestações que depois de algum tempo revelaram-se de caráter natural, fenômenos naturais aos quais eu ainda não estava familiarizado e que revelaram uma ordem por trás dos acontecimentos, e eu acabava encontrando uma boa explicação, porém algumas desafiaram a lógica e até a minha razão.
E porque tanto interesse em insistir nesse assunto? Bem, essa observação foi feita no nosso campo de trabalho, a saber no céu, e se o nosso trabalho é investigar e entender melhor o que se passa lá em cima, está justificado então o estudo desse avistamento.
Pode acrescentar alguma coisa tentar entender o que se passou? Sinceramente não sei, porém é inegável que alguns colegas (e não são poucos) já observaram fenômenos na atmosfera ou através dela e que apresentaram um comportamento digno de tentar ser compreendido e relacionado à lista de objetos a serem monitorados, tal qual fazemos com os astros, embora esses "objetos" ou "luzes noturnas" não sejam tão previsíveis e fáceis de serem encontrados pois geralmente aparecem de maneira furtiva.


Última edição por Bruno em Ter 31 Jan 2012, 11:46, editado 2 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Admin em Sex 06 Jan 2012, 09:23

Bruno escreveu:Há anos que venho dedicando uma boa parte do meu tempo ao estudo de campo da atmosfera, área extremamente importante para todo observador do céu, e realmente constatei manifestações que depois de algum tempo revelaram-se de caráter natural, fenômenos naturais aos quais eu ainda não estava familiarizado e que revelaram uma ordem por trás dos acontecimentos, e eu acabava encontrando uma boa explicação, porém algumas desafiaram a lógica e até a minha razão.

Esse ponto que você tocou é muito importante, principalmente o que desafia sua (nossa) lógica racional.

Na Revista Scientific American, de Março de 2011 - página 17, tem um artigo com o título " Conselho Cético de Houdini ", escrito por Michael Shermer.

Harry Houdini, foi um mágico renomado no século passado. Este mágico foi procurado pelo físico e escritor Conan Doyle (autor das famosas histórias de Sherlock Holmes) para tentar decifrar o porque das respostas corretas dentro do espiritismo, respostas das quais eram enviadas para ele por seus entes queridos já falecidos. Então este físico intrigado com a psicografia do espiritismo, procurou o mágico para saber se psicografia exisitia realmente ou era truque. O mágico provou que não passava de truque e mesmo assim, Conan Doyle continou em seu pensamento de que o mágico tinha também poderes sobrenaturais.
Bom, " assim como a Natureza abomina o vácuo, também o cérebro abomina a não existência de explicação. [...] Desta forma, objetos voadores não identificados viram espaçonaves extratarrestres e coincideências se tranformam em conspirações"
Então este é o princípio de Houdini, que nem tudo que não se pode explicar, seja coisa de outro mundo.
Por isso que, "antes de dizer que algo é de outro mundo, primeiro temos que certificar se não pertecem a este mundo, uma vez que a ciência se fundamenta no naturalismo e não no sobrenaturalismo, paranormalidade ou quaisquer outras explicações desnecessariamentes complicadas".

Abraços!
avatar
Admin
Admin
Admin

Mensagens : 239
Data de inscrição : 29/10/2011

http://astronomia.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Sex 06 Jan 2012, 11:03

É por isso que para relatos de avistamentos incomuns o termo OVNI (objeto voador não identificado) pode não ser adequado, e ainda ser de caráter ambíguo, pois mesmo que seja de origem natural um determinado fenômeno, e por talvez não ser muito frequente a sua observação, esse determinado fenômeno pode ser classificado como não identificado, o que é óbvio, e pode nem ser mesmo um objeto. Bolsões de plasmas são frequentemente registrados nas camadas mais altas da nossa atmosfera através de observações no infravermelho, e que inclusive são alvos também detectados por emitirem ecos de radares.
Qualquer avistamento que não se enquadra no habitual merece ser investigado, pode ser que ele se enquadre na categoria de Luzes Noturnas, porém não podemos inferir a ponto de extrapolarmos em direção a suposições sem fundamento e até anti-científicas.
Toda cautela é pouco, e toda a investigação ainda não foi suficiente na compreensão de diversos fenômenos atmosféricos e astronômicos.
O universo em sua vastidão sem limites pode nos revelar fenômenos infinitamente além do que a nossa imaginação pode sequer vir a sonhar em conceber, portanto todas as hipóteses devem serem analisadas desde que em caráter científico, o que é difícil pois às vezes nos vemos obrigados a tentar encaixar algo inexato dentro dos conceitos de uma ciência exata.
Aprendí na prática da pesquisa de campo da atmosfera que para compreender-mos os fenômenos naturais à ela inerentes, devemos ficar de olho no céu e olhando em todas as direções se quisermos traçar um panorama geral das atividades dos elementos que nela se manifestam e dos quais ela é constituída.


Última edição por Bruno em Sex 20 Jan 2012, 15:38, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Sab 07 Jan 2012, 03:48

Para mim Natália, que nem sempre (nunca) possuo um equipamento fotográfico à mão, e até porque sinto muito prazer mesmo é na antiga e nobre arte do desenho porém diferente dos artistas que delineam figuras imaginárias e até sonhos, uso o método científico e da melhor forma que posso me ponho a delinear o que ví primeiramente através de um esboço rápido e o mais pormenorizado possível, além de notas descritivas e comentários sobre os detalhes e do panorama em geral. Os detalhes que foram percebidos e primeiramente os mais evidentes são lançado no papel enquanto a memória ainda estiver "fresca", podendo mesmo ficarem bons registros em um desenho numa prancheta à mão, e isso é totalmente diferente de uma fotografia ou astrofotografia. Fazer o uso de desenhos nas minhas observações atmosféricas de campo ou de astrodesenhos nas observações planetárias, com a utilização de alguns acessórios simples e muito úteis de se terem à mão são um ótimo recurso para se registrar algum determinado fenômeno incomum.
A saber, eu sugiro: uma prancheta, algumas folhas de papel A4, um lápis, apontador e borracha, (e uma lanterninha simples, dessas mesmo lá da 25 de Março tendo o cuidado de cobrir a lâmpada com um papel transparente porém vermelho para não ofuscar a visão à noite ). Quando esses acessórios são usados para registrar uma observação através de um rápido e depois cuidadoso esboço ou desenho o mais fielmente possível e num tempo mais breve possível após a observação, quando os detalhes ainda estão registrados na memória mais recente nos ajuda muito a preservar pelo menos uma reprodução mesmo que rudimentar do que foi observado.
E mesmo que depois essa pessoa vier a fazer o uso da fotografia e da astrofotografia, revelar e delinear em traços um mundo visto através de uma ocular é uma arte em todos os sentidos da palavra. Tentar um astrodesenho de uma superfície planetária e pior ainda, da inóspita paisagem lunar com o seu eterno jogo de luzes e sombras, e sem um motor de acompanhamento no telescópio pra ajudar.
Porém é recompensador o esforço e o retorno é imediato, visto que nos remete a uma forma de expressão de épocas em que os registros científicos que mudaram os rumos de pesquisas importantes eram feitos somente através de desenhos representativos da realidade observada, como que linhas que delinevam e transformavam em realidade formas impensáveis que refletiam uma harmonia que se ocultava em meio a infinitas possibilidades de expressão num universo inexprimível!
Só mesmo o Arquiteto do universo para criar um lápis tão grande que possa traçar e delinear as suas próprias linhas eternas propiciando assim a possibilidade de infinitas formas de elementos a se manifestarem através dos fenômenos naturais.


Última edição por Bruno em Dom 05 Fev 2012, 08:56, editado 7 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Sab 07 Jan 2012, 15:14

Para esclarecer definitivamente o significado a respeito dos fenômenos classificados como Luzes Noturnas, transcrevo abaixo algumas frases escritas pelo astrônomo Dr. J.A.Hynek sobre esse fenômeno:

-"Representam elas a maioria dos relatórios que eu, na qualidade de astrônomo, fui solicitado a explicar, a partir de 1948, como se fossem objetos ou acontecimentos astronômicos, sempre que isso fosse possível."
-"Não é o que acontece na realidade, um relatório que permanece inexplicado tecnicamente por pessoas especializadas capazes de explicá-lo em termos comuns é um resultado de natureza basicamente insatisfatória da investigação procedida."
-"No que diz respeito à categoria de Luzes Noturnas no qual o comportamento relatado sobre a luz, a sua configuração e trajetória total sejam de tal ordem que se possa excluir, com grande margem de segurança, a explicação de que se tratava de uma simples interpretação errônea de objetos naturais."
-"A Luz Noturna típica é uma luz brilhante, não se tratando em geral de um ponto como fonte, de tamanho linear indeterminado e cor variável, mas usualmente, laranja amarelado, ainda que nenhuma das cores do espectro solar tenha estado sempre ausente, que segue uma trajetória não atribuível a um balão, avião ou outro objeto natural. A Luz não prova estar diretamente presa a um corpo sólido mas pode ser que esteja."
-"Há casos com mais elevados graus de estranheza"
-"O aparecimento das Luzes e suas trajetórias permaneceram não identificadas por pessoas consideradas capacitadas a identificá-las se realmente fossem identificáveis como uma ocorrência normal."

Ficam aí então algumas das conclusões de uma autoridade astronômica sobre o assunto Luzes Noturnas.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Sex 27 Jan 2012, 10:50

Em se tratando dos fenômenos sem classificação que acontecem na nossa atmosfera não posso deixar de citar o nome do Dr. James Macdonald. Ele foi um físico atmosférico da universidade do Arizona e que estudou profundamente essas manifestações e que embora não tenha elaborado um sistema de classificação como o Dr. Hynek, colocou todos os seus esforços para trazer ao âmbito científico a pesquisa de tais manifestações depois de uma experiência ocorrida com ele e dois meteorologistas no deserto do Arizona, e segundo ele ao descrever o que viu foi "um espetacular ponto de luz distante" e depois "foi uma observação real e nós não sabemos o que são". Ele não era apenas físico atmosférico e meteorologista, era também membro da Academia Nacional de Ciências da sociedade meteorológica americana, e ainda estava acompanhado com mais duas testemunhas e ambas meteorologistas.
Após esse incidente ele teve conhecimento de relatórios ainda mais anômalos de posse do Dr. Hynek e chegou a uma conclusão a ponto de daí em diante dedicar o resto da sua vida a um estudo sério na tentativa da identificação desse que lhe ocorreu e de outros fenômenos atmosféricos reais fora dos padrões normais das leis da física e que persistem até hoje.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Sab 04 Fev 2012, 20:41

E se o que alguns de nós já observamos for classificado como o de Luzes Noturnas devería-mos fazer alguma coisa?
Alguns compreensívelmente com um encolher de ombros darão a uma situação até agora sem solução como que por sí só já solucionada ou seja, o que não tem solução solucionado está, o que não deixa de fazer sentido porém outros continuarão a tentarem encontrar uma explicação racional para "aquilo" que viram e não conseguiram enquadrar em nenhum padrão normal da realidade, parecendo algo anormal mesmo. À essa classe de pessoas sobra a espinhosa tarefa de tentar decifrar esse enigma que é um alvo real na nossa atmosfera e que por exemplo provocou ecos em radares do CINDACTA e fez jatos abastecidos com o dinheiro do povo decolarem para interceptarem essas luzes, após os controladores de vôo na torre terem feito contato por radar e visual com ecos de radares de origem desconhecida ou alvos (eram várias Luzes Noturnas) e os pilotos também fizeram contato visual e pelo radar das aeronaves com os alvos de origem desconhecida e apresentando brilhos e comportamentos incomuns, confirmado com o pessoal da torre pelo rádio e ainda assim não conseguiram interceptar nem decifrar o que eram aquelas luzes que invadiram o espaço aéreo Brasileiro naquela noite e que sumiram quando e como bem quiseram. Portanto existe de fato algo ocorrendo sob a aparência dessas Luzes Noturnas no "nosso" espaço aéreo e que levaram um oficial do alto escalão da aeronáutica do Brasil junto com os oficiais aviadores que se envolveram na operação a confirmarem esse episódio como realmente ocorrido em rede nacional.
Escreví isso tudo aí em cima não que tenha alguma relação com as nossas atividades aqui no Fórum, mas são fatos que ocorreram e continuam a ocorrer no nosso campo de trabalho que é o céu embora eu infelizmente não sei dizer o que eles são ou significam. O que eu sei é que indiferente à nossa opinião essa classe de Luzes Noturnas que enviam ecos de radares são diferentes dos plasmas atmosféricos e agem de modo ordenado porém furtivo.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Bruno em Ter 13 Mar 2012, 15:39

Não queria mais voltar a esse assunto pois apesar do tópico aberto pela colega Natália parecer ter sido pelo menos bem entendido, ao passar pela segunda vez pela mesma experiência e pelo fato de ter se dado no nosso campo de trabalho (a saber o céu, e mais específicamente na nossa atmosfera) me sinto na obrigação de fazer um relato sem fugir ao rigor científico e se possível gostaria de ouvir opiniões de outros colegas, discordantes ou não. Não estou defendendo nenhum ponto de vista, apenas vou relatar o que eu observei: ontem, dia 12/03/2012 eu estava a observar o céu na direção norte durante o dia pois tenho o hábito de olhar para a atmosfera em todas as direções, quando numa altura de aproximadamente uns 70º Norte um "corpo" redondo se encontrava pairando como que "estacionado" a grande altitude sobre o aeroporto internacional de Confins. Deviam ser perto das 09:30hs (TU 12:30) e estimo que se encontrava um pouco mais baixo do que os vôos comerciais num altura de um vôo de cruzeiro, algo entre 6.000 a 9.000m de altura. O seu tamanho ou diâmetro era mais largo do que um 737 na mesma altura porém o seu comprimento era menor, talvez a metade. Enquanto esteve parado no céu 4 ou 5 aviões decolaram normalmente, e o "objeto" dava a impressão de estar alí a observar os aviões decolarem, até que cerca de alguns minutos mais tarde (+- uns 10min.) o "objeto" redondo de coloração branco metálico começou a se deslocar lentamente a uma velocidade constante de noroeste a nordeste, e em sentido contrário às nuvens que vinham sob a forma de grandes alto-cúmulos no sentido leste-oeste. O "objeto" se deslocava na direção contrária à do vento. Tive tempo de pegar meu binóculo 7x50 e definitivamente ví que era completamente redondo. Depois de alguns instantes voltei com uma luneta de 40mm e 40x de aumento e de novo constatei a forma perfeitamente arredondada, mas dessa vez de tempos em tempos a sua parte superior começava a sofrer distorções e o objeto adquiria uma forma semelhante a uma lente plano-convexa com o lado convexo virado para baixo e parte de cima ficando plana e com distorções, depois voltando a ficar totalmente redondo. Após alguns instantes e após ter parado novamente durante uns 15 minutos começou de novo então a se deslocar agora definitivamente em direção ao nordeste e quando já se encontrava a uma distância que não tinha mais como estimar, a olho nu parecia com vênus visto durante o dia, talvez um pouco mais brilhante e deslocando muito lentamente, menos de um grau por minuto. Não pude ver como desapareceu pois uma camada espessa de estrato-cúmulos cobriu todo o leste, nordeste e norte do céu na minha região no horizonte.
Sei que nem imagino a quantidade de aeronaves não convencionais construídas pelas grandes potências e que circulam pelos céus espionando, porém o que eu ví pode perfeitamente ser descartado de um fenômeno atmosférico ou um balão estratosférico pois o "objeto" tinha a aparência decididamente metálica e deslocava-se no sentido contrário ao do vento e das nuvens, apresentando-se por baixo com a forma perfeitamente redonda e depois ao longe se mostrava lenticular. Não refletia a luz do sol diretamente como um avião reflete ao voar na direção contrária à dos raios solares, porém também poderia estar sendo iluminado por ele, e à grande distância continuou a emitir a sua luminosidade desde bem longe no horizonte nordeste antes de desaparecer a uns 30º a 40º de altura. A observação total durou de 20 a 30 minutos.
Fica aí então um relato de "algo" incomum observado por mim na nossa atmosfera durante o dia e que não conseguí enquadrá-lo em nenhuma categoria dentro dos meus mais de 30 anos de observação sistemática da atmosfera e do céu.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: O QUE SERÁ? ALGUÉM TAMBÉM VIU?

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum