Dando os primeiros passos na observação do céu.

Página 2 de 23 Anterior  1, 2, 3 ... 12 ... 23  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Seg 06 Ago 2012, 14:40

Se depender da equipe do Astro Fórum esse espírito jamais irá se extinguir.
Valeu!
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Dando so primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Ter 07 Ago 2012, 11:58

Data: 07/08/2012
Hora(UT): 03:00
Localização: São José dos Pinhais (S 25º53' / W 49º20')
Instrumento: Binóculo 20X50
Cond.Meteorológica: Céu limpo e pouco vento, 53%UR, temp. aprox.: 17ºC

Lua com idade de 19 dias, está 74% iluminada e sua magnitude aparente é de -11,61. Localizada nas seguintes coordenadas equatoriais RA/DE(de data) 0h54m45s / +9º 59'26". Surgiu a uns 10º mais a nordeste que no dia 04/08, parece que avançou para nordeste a uma taxa de 5º dia.
Observando sua superfície, destacam-se o vasto campo de crateras ao sul, com muitos relevos aparentes na borda do terminadouro que por sua vez está cortando a borda leste do Mar da Serenidade, passando pelo meio do Mar da Tranquilidade e deixando apenas a borda oeste do Mar do Nectar visível.
Como a Lua encontra-se baixa no horizonte neste horário, aproveitei para dar uma olhada nos meus favoritos: M6 e M7. O que mais me interessou foi descobrir que o mesmo método de visão desfocada que eu utilizava quando observava apenas a vista desarmada funciona perfeitamente com o binóculo. Consegui velos muito mais brilhantes quando coloquei os dois ao mesmo tempo no campo do 20X50, um em cada lado, e olhei diretamente para o centro do campo. Quando apontava diretamente para cada objeto eles simplesmente escureciam.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Qui 09 Ago 2012, 19:41

Durva escreveu:Como a Lua encontra-se baixa no horizonte neste horário, aproveitei para dar uma olhada nos meus favoritos: M6 e M7. O que mais me interessou foi descobrir que o mesmo método de visão desfocada que eu utilizava quando observava apenas a vista desarmada funciona perfeitamente com o binóculo. Consegui velos muito mais brilhantes quando coloquei os dois ao mesmo tempo no campo do 20X50, um em cada lado, e olhei diretamente para o centro do campo. Quando apontava diretamente para cada objeto eles simplesmente escureciam.

Essa técnica de "olhar de soslaio" (visão oblíqua) irá te ajudar também na observação com telescópios, ao observar aglomerados com magnitudes muito elevadas e as nebulosas mais apagadas.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Sex 10 Ago 2012, 09:02

Bruno escreveu:
Durva escreveu:Como a Lua encontra-se baixa no horizonte neste horário, aproveitei para dar uma olhada nos meus favoritos: M6 e M7. O que mais me interessou foi descobrir que o mesmo método de visão desfocada que eu utilizava quando observava apenas a vista desarmada funciona perfeitamente com o binóculo. Consegui velos muito mais brilhantes quando coloquei os dois ao mesmo tempo no campo do 20X50, um em cada lado, e olhei diretamente para o centro do campo. Quando apontava diretamente para cada objeto eles simplesmente escureciam.

Essa técnica de "olhar de soslaio" (visão oblíqua) irá te ajudar também na observação com telescópios, ao observar aglomerados com magnitudes muito elevadas e as nebulosas mais apagadas.

Pude utilizar novamente essa técnica na postagem a seguir. Não sabia que até com o telescópio era possível faze-lo.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Dando os primeiros passos na obserfvação do céu.

Mensagem  Durva em Sex 10 Ago 2012, 09:04

Data: 09/08/12
Hora (UT): 23:10
Localização: São José dos Pinhais (S 25 34’12” / W 49 10’48”) – 916m
Cond.Meteorológica: 58%UR – Temp.: 21 C – Céu limpo, vento moderado.

A Lua hoje entra no quarto minguante com idade de 21 dias, surgirá no horizonte apenas as 04:00 UT do dia 10. Sem o luar, fica favorecida a observação dos objetos deep-sky. Volto às atenções para duas nebulosas que se encontram na constelação de Sagitário. Nebulosa da Lagoa e Nebulosa Trífida. São objetos com magnitude visual de -5.8 e -6.3. A vista desarmada somente a primeira pode ser localizada, através do binóculo é possível comtemplar as duas no mesmo campo do 20X50. Na Nebulosa da Lagoa brilha principalmente por causa da presença de duas massivas estrelas visíveis a olho nu na nebulosa (7 e 9 Sagittarii) que são responsáveis por ionizar o gás. Na mesma linha de visada desta nebulosa, encontra-se o aglomerado NGC 6530 de magnitude -4.6, que no campo do 20x50 mostra-se como uma pequena nebulosidade cintilante. A Nebulosa Trífida (M20 – NGC6514), está localizada a aproximadamente 5.200 anos-luz, constitui-se de uma jovem e compacta nebulosa com diâmetro de quase 25 anos-luz (Quase 15.000 vezes o diâmetro do sistema solar). Ao binóculo não é possível distinguir, mas a parte de baixo desta nebulosa é uma luminosa nebulosa de emissão, com uma coloração rosa e a parte superior é uma nebulosa de reflexão, com sua característica cor azul.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  orlando em Sex 10 Ago 2012, 21:03

não tem como eu não olhar pro céu com meu bino sem olhar para sagitário,em especial M8 e M20.

muito boas as informações durva!
avatar
orlando
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 865
Data de inscrição : 03/05/2012
Idade : 32
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Sex 10 Ago 2012, 22:39

Esse camarada com um binóculo 20x50 está fazendo mais do que muita gente com telescópios por aí! São relatos descritivos únicos no gênero, de 1ª mesmo, pelo menos que eu tenha conhecimento através de observações com binóculos.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Sab 11 Ago 2012, 08:31

orlandosbfz escreveu:não tem como eu não olhar pro céu com meu bino sem olhar para sagitário,em especial M8 e M20.

muito boas as informações durva!

Obrigado orlandosdfz, realmente é muito bacana, pois M8 e M20 cabem juntos no campo do binóculo. Da mesma forma M6 e M7 em escorpião que também são muito bonitos através do bino.

Abraço.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Sab 11 Ago 2012, 09:18

Bruno escreveu:
Esse camarada com um binóculo 20x50 está fazendo mais do que muita gente com telescópios por aí! São relatos descritivos únicos no gênero, de 1ª mesmo, pelo menos que eu tenha conhecimento através de observações com binóculos.

Obrigado Bruno.
Acho que o pessoal tem deixado o binóculo um pouco de lado, mas é possível tirar um bom proveito dele.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Dando so primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Seg 13 Ago 2012, 11:26

Data: 12/08/12
Hora (UT): 04:30 – 01:30(LT)
Localização: São José dos Pinhais – (S 25ᵒ 34’12” / W 49ᵒ 10’48”) – 916m
Cond. Meteorológica: 62%UR – Sem nuvens, pouco vento.

Hoje minhas atenções se voltaram para o nordeste, pois tenho a intenção de observar a M31 (NGC224) Galáxia de Andrômeda. Galáxia em espiral a uma distancia de 2.900.000 anos-luz da Terra. Iniciei as 03:00UT, com Pégaso totalmente visível acima do horizonte, mas com Andrômeda ainda muito baixa, aproximadamente a uns 10ᵒ. Sua localização não favorece a observação. Com o passar do tempo a Constelação de Andrômeda começa a levantar-se, mostrando suas principais estrelas. Neste momento consegui localizar M31, que a vista desarmada é quase imperceptível em meio a PL próxima do horizonte, através do binóculo é possível observar uma mancha azulada como uma pequena nuvem. Está localizada a RA/DE(J2000)0h 42m42.0s / +41ᵒ 16’00.0”, com magnitude de 3.5 e tamanho aparente é de +2ᵒ 58’00”.

Data: 12/08/12
Hora (UT): 22:00
Localização: São José dos Pinhais – (S 25ᵒ 34’12” / W 49ᵒ 10’48”) – 916m
Cond. Meteorológica: 53%UR – Sem nuvens, sem vento.

O ocaso do Sol se deu a aproximadamente duas horas, o céu já se apresenta bastante escuro, pois a Lua quarto-minguante com idade de 24 dias só surgirá as 06:30UT do dia 13. Sendo assim o panorama do céu profundo continua bastante favorecido. Neste horário, ainda bastante alto no céu, pude observar com atenção um dos mais belos objetos celestes. IC 2602 (Plêiade Austral ou Plêiades do Sul). Aglomerado aberto próximo a Theta Carinae, sua magnitude é de 1.9 e seu tamanho aparente 50’00”. Mostra-se muito brilhante por que contrasta com um saco de carvão ao fundo.
23:00UT - A aproximadamente 30ᵒ no ocaso, é possível observar Marte, com magnitude 1.31 e diâmetro aparente de 05.5” encontra-se a uma distancia de 1.7UA. No mesmo campo do 20X50, Saturno, magnitude 1.00 e diâmetro aparente de 16.4” encontra-se a 10UA. Ambos na constelação de Virgem, próximos a estrela Spica (Alfa de Virgem) de magnitude 0,95.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Seg 13 Ago 2012, 11:42

Olá Durva, sinceramente eu desconheço relatórios tão completos feitos através de observações binoculares e com notas descritivas que são uma verdadeira aula sobre os objetos de céu profundo e as suas características individuais. E realmente as observações de M31 mesmo que sem detalhes não deixam de nos passar a noção de perspectiva, com a certeza de estarmos observando uma outra galáxia.

ATT. BRUNO
MODERADOR
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Seg 13 Ago 2012, 12:08

Bruno escreveu:
Olá Durva, sinceramente eu desconheço relatórios tão completos feitos através de observações binoculares e com notas descritivas que são uma verdadeira aula sobre os objetos de céu profundo e as suas características individuais. E realmente as observações de M31 mesmo que sem detalhes não deixam de nos passar a noção de perspectiva, com a certeza de estarmos observando uma outra galáxia.

ATT. BRUNO
MODERADOR

Olá Bruno, além de simplesmente apontar meu binóculo em direção a algum objeto, tenho tido o cuidado de estudar cada um detalhadamente, com a intenção de saber realmente o que estou observando, onde está localizado, seu tamanho, etc. É claro que muitas vezes não consigo observar grande coisa, pois o alcance do 20x50 não faz milagre, mas só o fato de eu conseguir localizar, como exemplo, a Galáxia de Andrômeda, já é por demais gratificante, pois como você disse, é uma outra galáxia que está alí no meu campo de visão.

Abraço.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Seg 13 Ago 2012, 17:03

É isso aí Durva, ótimo exemplo o seu, e serve para todo mundo não importando o instrumento que se utilize, nem que seja a olho nu.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  orlando em Seg 13 Ago 2012, 21:32

Bruno escreveu:
Olá Durva, sinceramente eu desconheço relatórios tão completos feitos através de observações binoculares e com notas descritivas que são uma verdadeira aula sobre os objetos de céu profundo e as suas características individuais. E realmente as observações de M31 mesmo que sem detalhes não deixam de nos passar a noção de perspectiva, com a certeza de estarmos observando uma outra galáxia.

ATT. BRUNO
MODERADOR
assino embaixo!
avatar
orlando
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 865
Data de inscrição : 03/05/2012
Idade : 32
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  adrianourataki em Sex 17 Ago 2012, 16:43

Olá a todos.
Eu fiz o contrário da maioria do pessoal por ae.
Comprei primeiro o tele, e depois o bino, recentemente adquiri um bino Otans 9X60, em primeira impressão é um ótimo instrumento, com acabamento razoável. adquiri também o GUIA ILUSTRADO ZAHAR , que também é uma otima pedida para iniciantes em céu profundo, as imagens as vezes superam as do tele, pelo comforto visual, e qualidade das imagens, talvez pelas minha oculares serem de baiza df, minha maior é a 10mm. mas as observações com bino tem surpreendido, primcipalmente em omega centaury e na região da constelação de escorpião Cluster da borboleta tem uma beleza incrível...
abraços
avatar
adrianourataki
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 38
Data de inscrição : 20/12/2011

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Sex 17 Ago 2012, 18:08

Salve Japa, super bem lembrado esse Guia Ilustrado Zahar de Astronomia, do autor Ian Ridpath e da Editora ZAHAR, um excelente livro de apoio para quem gosta de observações binoculares e que pode ser facilmente encontrado em "sebos" virtuais, e que não é caro mesmo novo. Recomendo altamente esse livro, eu o considero indispensável. Se você estiver lendo esse relato Durva, é mais um que será essencial na sua biblioteca de astronomia. Revendo esse livro me lembrei, experimentem observar o aglomerado de "pato selvagem" ou do "pato doido" como é conhecido na constelação do Escudo.
Vou colocar o meu velho 7x50 em ação de novo!

ATT. BRUNO
MODERADOR
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Sab 18 Ago 2012, 08:12

Olá pessoal, sempre estou acompanhando. Vou dar uma pesquisada nesse livro. Acho que você até já me falou dele Bruno.

Abraço.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Dando so primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Seg 20 Ago 2012, 07:54

Data: 19/08/12
Hora (UT): 07:30 – 04:30(LT)
Localização: São José dos Pinhais – (S 25ᵒ 34’12” / W 49ᵒ 10’48”) – 916m
Instrumento: Refrator Vixen 70 mm F/10 AZ– Ocular 10 mm
Cond. Meteorológica: 72%UR – Sem nuvens, pouco vento.

Apesar de ainda não possuir a ocular de 5 mm, mais indicada para observação planetária, fiquei muito satisfeito com o que pude observar de Júpiter. Com magnitude de -1.84 e neste momento localizado nas seguintes coordenadas Az/Alt: 41ᵒ 13’35” / 30ᵒ 19’45”(aparente). Está a uma distância de 5,2UA e seu diâmetro aparente é de 37.8”. Com apenas 70 vezes de aumento e sem filtro, o rei dos planetas se mostrou imponente, seu enorme disco oscilava mostrando por breves momentos suas faixas equatoriais e em outros um intenso brilho amarelado. Foi possível contemplar suas quatro principais luas, três delas, Io, Europa e Calisto mais próximas do planeta e Ganimedes um pouco mais afastada. Infelizmente uma densa neblina decretou o fim da seção de observação.

Hora (UT): 21:40 – 18:40(LT)
Instrumento: Refrator Vixen 70mm F/10 AZ – Ocular 10mm e 20mm / Binóculo 20x50
Cond. Meteorológica: 63%UR – Algumas nuvens e pouco vento.

Lua nova de dois dias, magnitude visual -7,51, com diâmetro aparente de +2ᵒ08’22.1” e a uma distância de 372.190 km. Apresenta-se como um fino crescente com aproximadamente 6% iluminada. Estimo a intensidade do brilho Earthshine em 3 (três) pela escala O.Darling. Através do refrator de 70mm usando apenas 35 de aumento foi possível observar varias crateras ao leste da Lua próximas ao Mare Crisium, com 70 de aumento pude ver com detalhes essas crateras, inclusive a sombra dentro da cratera Cleomedes e outras crateras com picos centrais. Dentro do Earthshine, destaque para a cratera Copérnicus com um brilho esbranquiçado dentro da face noturna. Através do binóculo é difícil observar detalhes e relevos, mas com o telescópio todos os acidentes se mostram por inteiro, com relevos e sobras criando um belo espetáculo.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Seg 20 Ago 2012, 07:57

Data: 20/08/12
Hora (UT): 01:00 – 22:00(LT)
Localização: São José dos Pinhais – (S 25ᵒ 34’12” / W 49ᵒ 10’48”) – 916m
Instrumento: Refrator Vixen 70 mm F/10 AZ– Ocular 10 mm e 20 mm
Cond. Meteorológica: 68%UR – Sem nuvens, pouco vento.


Neste horário parti para a observação dos objetos deep-sky, hoje a pequena pratica já me proporcionou focalizar os objetos pouco visíveis a olho nu com mais facilidade, com isso pude observar M6, M7, Nebulosa da Lagoa, Nebulosa Trífida e NGC 6231. Comparando as imagens obtidas com o telescópio com as do binóculo, quase não dá pra acreditar que estou observando o mesmo objeto, pois o 20x50 apesar de mostrá-los bastante brilhantes, não é capaz de separar as estrelas como o F/10. Por isso somente hoje pude ver o por que M6 é chamado de aglomerado da borboleta, pois pude ver sua forma sem o brilho excessivo que funde a imagem numa massa de brilho opaco.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Seg 20 Ago 2012, 14:43

Estava esperando um relato seu feito com o VIXEN de 70mm F/10. Você está provando que mesmo o instrumento tendo uma abertura moderada e com um F mediano, quando corretamente utilizado com aumentos racionais e precedidos por observações binoculares a qualidade dos registros e dos relatos superam as próprias expectativas do observador. Basta ler os seus relatos e ver como evoluíram. Espero que eles sejam a fonte de inspiração para todos os iniciantes que por aqui se fazem presentes como o Marcio Alves, o sady e muitos outros.
Fico no aguardo de mais, principalmente com a adição de uma ocular de 4mm (175x) para a observação lunar e a de 5mm (140x) para a observação planetária.
Grande abraço.

BRUNO
MODERADOR


Última edição por Bruno em Seg 20 Ago 2012, 21:36, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Seg 20 Ago 2012, 15:33

Grato pelos elogios e incentivo mais uma vez Bruno. A ocular de 4mm chega amanhã e a de 5mm terei que encomendar, pois não encontrei em lugar nenhum pra vender. Fiquei muito empolgado com as imagens que o refrator de 70mm pode me oferecer, mas com certeza se eu não tivesse alguma experiencia com o binóculo, teria tido muitas dificuldades em focalizar os objetos, principalmente os deep-sky.

Abraço.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Seg 20 Ago 2012, 17:30

É isso aí parceiro, vamos seguir firmes, e você não faz idéia do que estar por vir ainda se você utilizar aumentos dentro da realidade de um 70mm, não dá outra, são boas observações garantidas. E nunca abandone a prática da observação binocular, pois foi através dela que você ingressou no estudo dos astros.
Grande abraço.

BRUNO
MODERADOR
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Dando so primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Ter 21 Ago 2012, 07:58

Data: 20/08/12
Hora (UT): 22:15 – 19:15(LT)
Localização: São José dos Pinhais – (S 25ᵒ 34’12” / W 49ᵒ 10’48”) – 916m
Instrumento: Refrator Vixen 70 mm F/10 AZ– Ocular 20 mm e 10mm /Binóculo Nikula (20x50)
Cond. Meteorológica: 58%UR – algumas nuvens no horizonte e vento moderado.

Lua nova de três dias, localizada a uns 20 graus no ocaso, sua magnitude aparente é de -8.77 e está aproximadamente 12% iluminada. O Earthshine estimado é 2 a vista desarmada e através do instrumento. Observação com seeing estimado de II. Com 35 de aumento a Lua aparece por inteiro no campo do telescópio. Hoje Mare Crisium e Mare Fecunditatis são visíveis por inteiro, as crateras Zeno e Endymion que ontem mostravam sombras em seu interior, hoje se apresentam bastante contrastadas. Em toda a extensão da borda do terminadouro, que passa sobre o Palus Somnii, é possível observar todo tipo de acidente, mas mesmo com 70 de aumento não é possível identificar todos eles. Conforme a Lua vai seguindo para o ocaso e se aproxima do horizonte, a qualidade da imagem cai e a superfície lunar parece ferver.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Dando os primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Bruno em Ter 21 Ago 2012, 10:12

Olá Durva, pra variar mais um excelente relato. Não só a lua, mas os astros que se encontram em declinação oeste com a proximidade do horizonte cada vez maior as imagens tendem a "ferverem" nas bordas. Esse fenômeno também ocorre mesmo com o astro no zênite quando da presença do jato subtropical, que mesmo com uma transparência atmosfera perfeita, a sua influência se faz notar a ponto de nem com poucos aumentos conseguir-mos imagens decentes. O mesmo ocorre quando o astro se encontra bem baixo sobre o horizonte leste pois a proximidade com qualquer horizonte desfavorece as observações. Estima-se que o ideal seria esperar que o astro observado esteja a pelo menos uns 45º, mas idealmente eu prefiro se possível esperar até uns 70º, mas isso depende do plano orbital pois para mim aqui na região sudeste, veremos jupiter no zênite a poucos 50º de altura sobre o horizonte N-NE.
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Dando so primeiros passos na observação do céu.

Mensagem  Durva em Qua 22 Ago 2012, 11:55

Data: 21/08/12
Hora (UT): 22:10 – 19:10(LT)
Localização: São José dos Pinhais – (S 25ᵒ 34’12” / W 49ᵒ 10’48”) – 916m
Instrumento: Refrator Vixen 70 mm F/10 – Ocular 20 mm e 10 mm / Binóculo Nikula (20x50)
Cond. Meteorológica: 53%UR – sem nuvens e sem vento - 22ᵒC.

Lua nova de quatro dias está localizada a uns 30 graus no ocaso, sua magnitude aparente é de -9.64 e está aproximadamente 20% iluminada e a uma distancia de 366.837 km. O Earthshine estimado é 1 a vista desarmada e 3 através do instrumento. Observação com seeing estimado de 1. Iniciei a observação com 35 de aumento e a Lua apareceu por inteiro no campo do F/10. Hoje o terminadouro corta o Mare Tranquillitatis, deixando totalmente a vista o Mare Crisium, Mare Fecundidatis e Mare Nectaris. Dezenas de crateras de todos os tamanhos acompanham o terminadouro por toda sua extensão, inclusive uma delas com uma pequena cratera em sua borda. Também pude ver algumas formações com crateras sobrepostas. Algumas crateras como a Vitruvius tinham sua borda oeste totalmente iluminada e avançavam brilhantes na face noturna. Novamente pude observar a cratera Copernicus brilhando através da Earthshine. O limbo leste se mostra cada dia mais contrastado, fazendo com que mesmo com 70 de aumento acidentes no relevo lunar possam serem melhor observados.
avatar
Durva
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 744
Data de inscrição : 24/05/2012
Idade : 43
Localização : São José dos Pinhais/PR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 23 Anterior  1, 2, 3 ... 12 ... 23  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum