Observação visual de jupiter/oposição 2012.

Página 16 de 16 Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16

Ir em baixo

spica Observação do trânsito da GMV.

Mensagem  Bruno em Ter 22 Jan 2013, 20:53

22/01/2013
Instrumento: refrator Jaegers 100mm F/15
Aumentos: 150x, 175x, 200x e 260x
Filtros: #82-A azul Série 500 e Densidade Neura 25%
Seeing estimado em 8 na escala Pickering.


21:40 UT23:40 e a observação do trânsito da GMV foi efetuada sem nenhuma interrupção por parte das nuvens, entretanto agora elas vieram em massa do sudoeste e oeste. Pude visualizar com muita nitidez as duas zonas polares SPZ e NPZ, a faixa temperada sul STB que apresentava uma falha na sua extremidade oeste, a GMV na faixa equatorial sul SEB, e a Grande Mancha Vermelha curiosamente está com o seu diâmetro aparente bem menor, enquanto a "baía" na qual ela se encaixa na SEB parece ter diminuído também, aumentando com isso a espessura da SEB nesse setor. Pude visualizar também na SEB a mancha oval-BA a leste da GMV e ao norte de uma divisão dentro dessa faixa equatorial, e outra divisão menor foi observada a oeste da GMV na mesma faixa. A faixa equatorial EB não foi visualizada hoje e na borda sul da faixa equatorial norte NEB pude constatar uma mancha oval escura DOS inserida dentro de uma nodosidade irregular a oeste do meridiano central. A faixa temperada norte NTB está inalterada e com a coloração cinza-grafite mais "firme" do que na última observação. Duas luas a leste e duas a oeste completaram o panorama do sistema joviano de hoje.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Falha ne SEB.

Mensagem  Bruno em Ter 22 Jan 2013, 21:30

22:27 UT00:27 Posso ver agora com a GMV quase saindo pelo limbo oeste uma grande falha no interior da SEB, e que vai desde a GMV até próxima do meridiano central de jupiter.
O seeing ficou excepcional depois que as nuvens passaram e eu estimo que esteja entre 8 e 9 na escala Pickering, mesmo com 260x de aumentos. Vou arriscar 300x com uma ocular de 10mm + barlow 2x GSO.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Irregularidades nas bordas das faixas equatoriais.

Mensagem  Bruno em Ter 22 Jan 2013, 21:39

22:37 UT00:37 e é incrível a qualidade das imagens no refrator de 100mm F/15 e 300x de aumentos (sem dúvida devido ao seeing excepcional de hoje), e vejo inúmeras irregularidades nas bordas das duas faixas equatoriais. Inclusive vejo sem problema a divisão no interior da SEB como uma falha qua vai ficando afunilada na extremidade leste dela.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Imagens de jupiter acima do coeficiente máximo teórico de aumentos.

Mensagem  Bruno em Qua 23 Jan 2013, 08:58

As imagens do planeta jupiter decididamente não suportam aumentos elevados muito além do coeficiente teórico máximo de aumentos, pois até as 300x eu conseguí observar muitas irregularidades nas duas bordas das duas faixas equatoriais, entretanto nesse ponto já houve uma sensível diminuição nos contrastes, além disso com 390x a perda de contraste foi bastante significativa. Até 260x quando estava próximo do aumento máximo do 100mm F/15 que é de 250x as imagens ainda apresentavam-se impecáveis, entretanto acredito que jamais conseguirei mais do que isso nesse planeta devido às suas características e pela constituição da sua coloração, inclusive o aumento máximo normal que eu sempre utilizo raramente ultrapassa a 150x e no máximo 200x. Não tenho dúvidas de que para cada planeta teremos um aumento máximo ideal.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Observação de jupiter.

Mensagem  Bruno em Seg 04 Fev 2013, 08:23

Observação de jupiter
Data: 03/02/2013
Hora: 20:15hs UT22:15
Localização: 19º 42' 03" S - 43º 57' 18" O
Instrumento: refrator Vixen 70mm F/10
Oculares 1.25": Vixen Plossl 15mm + Barlow 2x GSO (93x), Vixen Plossl 10mm + Barlow 2x (105x), Vixen NPL 8mm (87.5x), Kellner 6.3mm (111x), WA Expanse 6mm (116x) e Huygens 4mm 0.965" (175x).
Filtros: #82A-azul Série 500, Densidade Neutra 25% e polarizador GSO.
Diagonal: Tasco 1.25" e Meade 1.25"
Cond. atmosféricas: Cirro-cúmulos a SO, O, NO, N e NE e SE, temp. 24º, vento 7 km/h direção SO-NE.
Seeing estimado entre 8 e 9.


Depois de quase 3 semanas de chuvas jupiter apareceu através de uma atmosfera límpida e calma. Aproveitando o excelente seeing iniciei as observações com a ocular Plossl de 10mm (70x), quando pude identificar de imediato as principais configurações mais evidentes. Elevei os aumentos para 87.5x e mais uma vez o planeta se mostrou uma bela miniatura, e foi quando eu notei sem dificuldades uma falha se formando na SEB próxima ao limbo leste, sinalizando assim a entrada da GMV diante do disco do planeta. Vários minutos depois com a GMV avançando em direção ao meridiano central, já podia ser visualizada sem dificuldades numa falha na borda sul da SEB como uma pequena baía, e ao sul dela uma pequenina e difusa "marca" denunciando o local da GMV, e que ficava cada vez mais nítida à medida em ela que se deslocava diante do globo de jupiter.
Coloquei o filtro DN 25% e as faixas ficaram mais escurecidas, ajudando inclusive a destacar duas pequenas manchas ovais escuras na borda sul da NEB, e que se pareciam mais como duas protuberâncias na borda dessa faixa, e ao final da observação visualizai mais uma próxima ao limbo leste do planeta. Tanto os filtros 82A-azul série 500 quanto o DN 25% tiveram as suas imagens superadas por uma combinação que eu não havia experimentado antes no Vixen, e que foi com uma ocular Plossl de 15mm + Barlow GSO 2x proporcionando 93x. Foram imagens finas, bem "recortadas" no limbo contra o céu de fundo, e as faixas STB, SEB, NEB, NTB e as zonas polares ficaram muito nítidas, com a coloração muito parecida com as que eu consigo no refrator 100mm F/15. A GMV se mostrou inconfundível ao sul da pequena baía muito bem delineada na borda sul da SEB, e essa faixa também mostrava diferenças na sua largura, sendo mais larga nas proximidades da GMV. Elevei o setentinha para 140x (Plossl 10mm + Barlow 2x) mas as imagens perderam contraste, mas mesmo assim eu elevei ainda mais para 175x com uma ocular Huygens de 4mm, e as imagens surpreendentemente ficaram razoáveis, inclusive com o local da GMV podendo ser facilmente identificado. Testei muitas outras combinações ainda, mas de todas a que eu nunca tinha experimentado e que foi a que ficou incomparávelmente superior e nítida acabou sendo com a Plossl de 15mm + Barlow 2x (93x). A cada sessão de observação são mais coisas que eu descubro e aprendo sobre esse companheiro de aventuras que é o setentinha da Vixen.


Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Trânsito da GMV hoje 10/02 (21:30hs).

Mensagem  Bruno em Dom 10 Fev 2013, 16:28

Hoje 10/02/2013 Domingo de carnaval, em locais onde as condições atmosféricas forem favoráveis vai ser possível observar e registrar mais um trânsito da GMV pelo meridiano central MC de jupiter exatamente às 21:30hs, entretanto ela já estará visível desde as 20:00hs quando irá entrar pelo limbo leste, e num bom horário com jupiter ainda a uma altura favorável de 42º sobre o horizonte noroeste NO.
Aproveite o link que segue e digite o nome da sua cidade para ver as condições atmosféricas por aí: http://www.climatempo.com.br/previsao-do-tempo/cidade/558/saopaulo-sp
Boas observações.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Na expectativa!

Mensagem  Reinaldo Bismarck em Dom 10 Fev 2013, 19:18

Estou aqui aproveitando esse céu que resolveu dar uma pequena melhorada depois de vários dias de céu fechado, mas apesar de estar um pouco enfumaçado, também está ventando bastante e balançando muito o Bushnell. E por falar em Bushnell, tens notícias do telescópio "Yuyao Yozong" Bruno? Aguardo contato. Abraço.
avatar
Reinaldo Bismarck
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 13
Data de inscrição : 21/01/2013
Idade : 29
Localização : São José da lapa MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observação visual de jupiter/oposição 2012.

Mensagem  Bruno em Dom 10 Fev 2013, 19:39

Olá Bismarck, o tempo aí em São José da Lapa agora está firme, e essa névoa sêca tem persistido há alguns dias apesar de ventar um pouco, mas a intensidade do vento hoje de apenas 9 Km/h e uma umidade de 69% favorecem a permanência dela a grandes altitudes. Mesmo assim a visibilidade de jupiter por exemplo agora no refrator 100mm F/15 com 150x a imagem ainda não está muito boa, apesar da GMV estar visível sem muita dificuldade um pouco próxima do limbo leste. É aquele negócio, nós temos de perseguir as noites perfeitas.
Quanto ao telescópio o responsável pelo Site que está trazendo confirmou a postagem, e pelo código de rastreamento que te foi fornecido será possivel a verificação das posições diárias do seu objeto postado.
Abraço.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Trânsito da GMV e emerão de IO.

Mensagem  Bruno em Dom 17 Fev 2013, 11:50

Hoje, sábado 17/02/2013 teremos a posibilidade de ver a passagem da GMV pelo meridiano central de jupiter às 21:15 UT00:15, além de acontecer a emersão da sua lua Io pelo limbo leste do planeta próximo a esse horário. Será mais uma boa chance para testar o "poder de fogo" de um instrumento com abertura mediana e até mesmo pequena, pois saberemos de antemão que nesse horário a GMV estará "encaixada" bem no meio do disco de jupiter numa falha na faixa equatorial sul SEB.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica falha na NEB

Mensagem  ajc em Ter 19 Fev 2013, 20:51

Neste final de semana (dia 16, 23:30hs UT) pude identificar uma falha na NEB. A imagem estava muito ruim devido à baixa visibilidade. Alguem mais viu isso aqui?
avatar
ajc
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 500
Data de inscrição : 09/11/2011
Idade : 51
Localização : Belo Horizonte / MG

http://astronomiaemusica.no.comunidades.net/index.php

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Filtro Semi-Apo Baader + "setentinha" na observação visual.

Mensagem  Bruno em Seg 01 Abr 2013, 23:03

01/04/2013
Hora: 19:30 UT/22:30
Observação de jupiter:
Instrumento: refrator acromático Vixen 70mm F/10.
Acessórios: oculares Plossl 10mm (70x), Plossl 20mm (35x) e Vixen NPL 8mm (87.5x).
Filtro: Semi-Apo Baader e V-Block Celestron 1.25".
Cond. atmosféricas: Tempo firme/29º/vento-E /veloc. 6km/h/UR78%/(hPa)1016.

Seeing estimado em 7 / escala Pickering.


Apesar de jupiter se encontrar a pouco mais de 30º sobre o horizonte noroeste, arrisquei observá-lo com o setentinha aproveitando a oportunidade de ter no meu set de acessórios um filtro Semi-Apo da Baader. Esse filtro foi concebido para aproximar a qualidade ótica de um telescópio refrator acromático àquelas objetivas constituídas por lentes feitas de vidro ED (baixa dispersão). São os semi-apcromáticos e também os apocromáticos e que proporcionam imagens excelentes. Inclusive tem um modelo da Sky-Watcher de 90mm que é o Black Diamond ED. Além disso essas objetivas possuem o sistema "multi-coated" ou seja, são múltiplos revestimentos anti-reflexo aplicados à objetiva e que proporcionam o máximo de transmissão de luz através das lentes. Tenho conhecimento de testes com esse filtro que foi submetido à água fervendo por várias horas, e após isso foram comparados os traços espectrais de antes e depois comprovando que não houve nenhuma degradação do revestimento. Esse filtro é adequado para todos os telescópios refratores acromáticos que apresentam um espectro secundário perceptível, ou a tradicional franja violeta que aparece nos contornos dos astros mais brilhantes. Essa falsa cor proeminente é fortemente percebida nos refratores de tubo curto, entretanto nos refratores com o F mediano o uso do Semi-Apo torna praticamente imperceptível a "franja" violeta. Ao observar jupiter hoje eu pude me certificar disso pois esse filtro apresentou uma vista surpreendentemente neutra, e praticamente todo o "violeta irritante ladrão de contrastes" acabou sendo fortemente cortado, muito mais do que eu ví ao utlizar o V-Block. A combinação da atenuação do comprimento de onda azul mais a seletiva RGB proporcionaram um real melhoramento no contraste elevando-o e equilibrando com o brilho, além da imagem que manteve a sua coloração natural. Não foi somente eliminar o excesso de brilho mas antes elevar o contraste até que ambos se encontrassem em equilíbrio.
No que diz respeito à observação visual, utilizando a ocular Vixen NPL de 8mm (87.5x) as primeiras coisas que me chamaram de imediato a atenção foram a coloração castanha nas faixas e o aspecto difuso do limbo, dando uma interessante perspectiva de estar observando um mundo realmente gasoso. As zonas mais claras adquiriram um aspecto âmbar-amarelado e algumas irregularidades na borda sul da NEB foram visualizadas sem esforço. Não vou dizer que observei mais detalhes porque isso não depende do filtro e sim do tamanho da objetiva (resolução), mas inegávelmente pude ver uma imagem balanceada entre os seus tons claros e os escuros, e essa diferença de tons mostrou-se perceptívelmente mais definida. Sei que a posição de jupiter estava muito desfavorável devido à sua baixa altura sobre o horizonte noroeste, mas isso não impediu o filtro Semi-Apo de mostrar serviço. Para ter um resultado mais satisfatório preciso de novos testes, e eles serão realizados no planeta saturno que se encontra atualmente numa posição muito mais favorável para as observações.


Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observação visual de jupiter/oposição 2012.

Mensagem  CiceroS em Qua 03 Fev 2016, 02:35

Nossa, que tópico maravilhoso, hein, Bruno? Ainda não o li de cabo a rabo, acho que só um terço dele, em pulos, e preciso dar uma paradinha agora, mas estava acompanhando que nem novela, que até teve capítulos dramáticos, né?rs.

Na verdade, caí aqui porque ontem, após mais de 30 anos, reencontrei Júpiter pelas oculares. E nem era pra ser ontem, que acima de 50 graus de altitude é impraticável da minha janela e... Mas com essas noites propícias (provavelmente as próximas deixando de ser), e mandando às favas o alinhamento equatorial, e mesmo no lusco fusco e eu já cheio sono me bateu: "Por que não?"

Nossa(2), com esse refletor de razão focal curta, Júpiter ficou muito, muito brilhante, consegui no máximo notar o contraste das, salvo engano, faixas equatoriais e, é claro, o alinhamentos dos satélites galileanos. Nada mais, porque foram apenas uns 15 minutos nesse reencontro, uma correria.

E nessa correria testei todas as minhas oculares, com barlow e sem barlow. A que mais me satisfez foi a de 10mm. Ampliação acima disso... Bom, é ok, mas já começa a comprometer a nitidez. Pra amenizar o brilho, claro, barlow, mas como não gosto muito da barlow imaginei... Filtros?

E antes de ver este tópico, vi este, também com recomendações suas (filtros coloridos):

http://astronomia.forumeiros.com/t996-dicas-para-melhorar-a-observacao-de-jupiter

E aqui, logo nas primeiras sessões de observação relatadas, você utilizou um filtro polarizador, e depois não mais, então fiquei na dúvida:

Você acha que vale a pena usar o polarizador (ou outro com função semelhante), ou apenas um colorido (82A) bastaria para diminuir o brilho e balancear o contraste pra Júpiter num refletor f/5?
avatar
CiceroS
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 94
Data de inscrição : 10/01/2016
Idade : 52
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observação visual de jupiter/oposição 2012.

Mensagem  Bruno em Qua 03 Fev 2016, 10:13

CiceroS escreveu:que tópico hein, Bruno?
estava acompanhando que nem novela, que até teve capítulos dramáticos, né?
mandando às favas o alinhamento equatorial
com esse refletor de razão focal curta, Júpiter ficou muito, muito brilhante, consegui no máximo notar o contraste das, salvo engano, faixas equatoriais e, é claro, o alinhamentos dos satélites galileanos.
E nessa correria testei todas as minhas oculares, com barlow e sem barlow. A que mais me satisfez foi a de 10mm. Ampliação acima disso... Bom, é ok, mas já começa a comprometer a nitidez. Pra amenizar o brilho, claro, barlow, mas como não gosto muito da barlow imaginei... Filtros?

E antes de ver este tópico, vi este, também com recomendações suas (filtros coloridos):

http://astronomia.forumeiros.com/t996-dicas-para-melhorar-a-observacao-de-jupiter

E aqui, logo nas primeiras sessões de observação relatadas, você utilizou um filtro polarizador, e depois não mais, então fiquei na dúvida:

Você acha que vale a pena usar o polarizador (ou outro com função semelhante), ou apenas um colorido (82A) bastaria para diminuir o brilho e balancear o contraste pra Júpiter num refletor f/5?
Olá CiceroS, esse tópico foi quando ainda estávamos começando aqui no fórum, e nas oposições posteriores encontramos tópicos com notas descritivas mais completas, mas mesmo assim esse já foi melhor detalhado, e cheios de "capítulos" rsrs. No tópico abaixo estamos começando os registros para a oposição de 2016 com informações mais detalhadas ainda:
http://astronomia.forumeiros.com/t2501-jupiter-oposicao-2016
De fato, no caso das observações visuais o alinhamento da montagem equatorial é importante mas não precisa ser tão exato, eu mesmo faço sempre no olho e nem uma bússola eu tenho.
Quanto ao problema do brilho excessivo nas imagens planetárias durante as observações visuais, os aparelhos de F curto geralmente sofrem mais com isso quando precisamos elevar as ampliações, então nesse caso os filtros são recomendados ou então não forçar tanto nos aumentos. Não adianta só uma abertura grande quando o que se pretende é a observação planetária, a razão focal deve ser considerada também com a finalidade de saber se serão precisos filtros acentuadores de contrastes no caso de um F curto.
De fato não fiz mais uso do filtro polarizador para observar jupiter, embora ele seja útil no caso de instrumentos de razão focal curta como eu disse acima, e como no meu caso só uso refratores de razão focal longa (F15 para cima), eles (os filtros) se fazem desnecessários salvo os com maior transmissão de luz como o #82A-azul claro.
Na observação visual de jupiter com o seu refletor F5 vc pode experimentar além do filtro #82A-azul claro o #80A-azul cuja transmissão de luz é menor, e com isso o brilho excessivo poderá ser mais atenuado e deixando assim as faixas mais contrastadas. Seria bom você poder testar os dois filtros e ver qual deles proporciona imagens mais suavizadas. Se o seu F5 tiver uma abertura maior do que a média (uns 200mm por exemplo) e não forçar nas ampliações poderá obter imagens de qualidade. Outra coisa é que visualmente quanto maior a ampliação de jupiter, menos contrastadas ficarão as faixas. Por exemplo, se o seu F5 for um 150mm utilize no máximo 150x, se for um 200mm utilize algo entre 150x e 200x.
Quanto ao filtro polarizador como ele é mais usado para reduzir o brilho de um objeto, normalmente ele se faz útil para a lua ou algum planeta brilhante (vênus e mercúrio), aumentando assim a visualização de alguns detalhes. Ele também é de grande ajuda na separação de estrelas binárias reduzindo a difração em volta da estrela mais brilhante.
Em alguns casos ele retém o balanço de cores originais nas imagens, tendo em vista que todos os comprimentos de onda são transmitidos uniformemente dentro de todo o espectro, então ele também pode ser usado em dupla com outro filtro polarizador, e assim criar um filtro polarizador variável (com diferentes níveis de transmissão de luz).
Se eu não consegui te responder com clareza basta retornar aqui no tópico, ok?Grande abraço.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observação visual de jupiter/oposição 2012.

Mensagem  CiceroS em Qui 04 Fev 2016, 02:51

Opa, conseguiu reponder sim, Bruno. Bom, acho que nem era caso de se estender tanto, mas... Nossa, brigadão novamente!

Que noves fora, e não só por causa de Júpiter, algum jogo de filtros, coloridos e outros, se faz e se fará necessário. E com testes de combinação então (um colorido mais um polarizador, de preferência um variável), a coisa ficará bem, mas bem mais interessante. Aliás, ficando só no polarizador, já aguçou bastante meu interesse aqui em revisitar com esse filtro Castor e Algieba...rs.

E só pra finalizar quanto à Júpiter, ontem mesmo consegui uma meia horinha observando sem correria esse gigante gasoso. E, realmente, com a ocular 10mm e barlow 2x, totalizando 130x de aumento (relação 1 com meu refletor de 130mm de abertura), considerei o limite aceitável para a tal qualidade de imagem.

Ah, e quanto eu disse que mandei às favas o alinhamento equatorial, era só questão de ganhar "janela" em relação à altitude, deixando duas pernas de tripé mais avançadas. Ontem descobri que nem precisava ser assim. Mesmo com o fundo já azulado do amanhecer, Júpiter continuou firme e forte lá, com seu brilho imponente! rs.
avatar
CiceroS
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 94
Data de inscrição : 10/01/2016
Idade : 52
Localização : São Paulo - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Observação visual de jupiter/oposição 2012.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 16 de 16 Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum