Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

spica Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Seg 08 Dez 2014, 10:03


Bom dia pessoal.

Bem... comprei um telescópio  Skywatcher 90mm maksutov com a ajuda do moderador Bruno e o usuário Adriano (AGM)

Recebi ele na quinta e já na sexta, tive sorte do tempo colaborar e colocar em prática.

Apanhei um pouco para montar, mas foi super prazeroso e achei bem resistente e de boa qualidade o material como um todo.

Para a observação, com a experiência que adquiri com o binóculos e tb a leitura de alguns pontos do céu, fui fazendo os testes:

Como o F do MAK 90 mm é de 1250 mm, fui fazendo experimentos.

Coloquei a ocular de 25 mm e olhei para a lua, em quase 100% cheia. IMAGEM FANTÁSTICA. Maravilhosa, estupenda!!! Olha que peguei em lua cheia que não é de uma fase favorável.

Coloquei a de 10 mm e a lua ficou enorme. Com uma qualidade maravilhosa. Vi até os vales da lua, as crateras mais pequenas estavam lá, com ricos detalhes. Incrível! De tirar o fôlego!!!

Coloquei a Barlow 2x com a de 25 mm e o aumento foi um pouco menor que a ocular de 10 mm. Qualidade top tb!

A Barlow 2x mais ocular de 10 mm, não dá foco, passa o limite teórico do instrumento.(Dá 250x, e ele vai até 180x por conta do 90 mm de abertura).

Apontei para a nebulosa de Orion e tive uma grata surpresa.

Estava ela lá, a nebulosinha, linda, imponente. Logico que se eu tivesse uma camera iria ficar muito melhor que olhar pela ocular em São Paulo (altíssima PL), mas estou mto satisfeito até com o que vi, ao menos até agora, de DSO.

Sabado o tempo estava bom tb e fiz questão de ver Jupiter. Fiquei encantado com Jupiter e conseguia ver até mesmo a sombra de um de seus satélites sendo projetadas no planeta. Animal!!!! Um tesão!! srrsrs

Ai queria saber se eu consigo ver Jupiter maior e com boa qualidade, já que a ocular de 6 mm da TMB ainda não chegou do Tellescópio.

Eu queria ver Júpiter um pouco maior na ocular, seria possível?

Marte ainda não consegui apontar pq tenho que sair de casa para observação. Saturno ainda não vi por conta da época, desfavorável.

Mas de suma estou PLENAMENTE satisfeito com o telescópio. Quero adquirir experiencia e depois vou começar a fazer astrofotografia heheheh...

Bruno, uma pergunta. Se eu pegar a ocular de 32 mm + um redutor focal, não seria mais vantajoso que pegar uma ocular de 40 mm?

Ou pego a de 40 mm mesmo + o redutor focal?

Abraços.

avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  AGM em Seg 08 Dez 2014, 12:00

Olá Carlos! Parabéns pela aquisição.

Ai queria saber se eu consigo ver Jupiter maior e com boa qualidade, já que a ocular de 6 mm da TMB ainda não chegou do Tellescópio. escreveu:
Como Júpiter é uma planeta muito grande, para o Mak 90 utilize ampliações de 125x a no máximo 138x com uma ocular de 9mm, maiores ampliações não irão proporcionar imagens definidas.
O Bruno fez um review com oculares testando em Júpiter com o Mak 90, a 10mm (125x) foi a melhor dentre elas para ver todos os detalhes visíveis.
Veja link abaixo:

http://astronomia.forumeiros.com/t1452p30-skywatcher-maksutov-cassegrain-90mm-f-13-8-f1250mm#11674
avatar
AGM
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 1191
Data de inscrição : 14/04/2014
Idade : 43
Localização : Novo Hamburgo - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Seg 08 Dez 2014, 17:32

carlos-sora escreveu:1- comprei um telescópio  Skywatcher 90mm maksutov
2- Para a observação, com a experiência que adquiri com o binóculos e tb a leitura de alguns pontos do céu, fui fazendo os testes:
3- Como o F do MAK 90 mm é de 1250 mm, fui fazendo experimentos.
4- Coloquei a ocular de 25 mm e olhei para a lua, em quase 100% cheia. IMAGEM FANTÁSTICA. Maravilhosa, estupenda!!! Olha que peguei em lua cheia que não é de uma fase favorável.
Coloquei a de 10 mm e a lua ficou enorme. Com uma qualidade maravilhosa. Vi até os vales da lua, as crateras mais pequenas estavam lá, com ricos detalhes. Incrível! De tirar o fôlego!!!
5- Coloquei a Barlow 2x com a de 25 mm e o aumento foi um pouco menor que a ocular de 10 mm. Qualidade top tb!
6- A Barlow 2x mais ocular de 10 mm, não dá foco, passa o limite teórico do instrumento.(Dá 250x, e ele vai até 180x por conta do 90 mm de abertura).
7- Apontei para a nebulosa de Orion e tive uma grata surpresa. Estava ela lá, a nebulosinha, linda, imponente.
em São Paulo (altíssima PL), mas estou mto satisfeito até com o que vi, ao menos até agora, de DSO.
8- Fiquei encantado com Jupiter e conseguia ver até mesmo a sombra de um de seus satélites sendo projetadas no planeta.
queria saber se eu consigo ver Jupiter maior e com boa qualidade, já que a ocular de 6 mm da TMB ainda não chegou do Tellescópio.
Eu queria ver Júpiter um pouco maior na ocular, seria possível?
9- Bruno, uma pergunta. Se eu pegar a ocular de 32 mm + um redutor focal, não seria mais vantajoso que pegar uma ocular de 40 mm?
Ou pego a de 40 mm mesmo + o redutor focal?
1- Muito bem, uma bela aquisição.
2- Se todos fizessem assim aumentariam cada vez mais a habilidade em observar o céu com maior precisão.
3- A distância focal em si não diz mais nada do que quantos aumentos conseguiremos com essa ou aquela ocular. O mais importante é o F do telescópio ou quantas vezes a distância focal é maior do que a abertura, e no caso do Mak90 o F é 1250mm / 90mm = 13.8 ou seja, a distância focal do telescópio é 13.8 vezes o tamanho da abertura em milímetros, ou 90mm x 13.8 = 1250mm.
4- Quanto menores forem as ampliações mais nítidas serão as imagens.
5- Diz respeito ao que eu disse acima.
6- O limite teórico de uma abertura com 90mm é D x 2.4 a 2.5 ou algo entre 90mm x 2.4 = 216x a 90mm x 2.5 = 225x.
7- Mesmo com PL o Maksutov que possui um F mais longo escurece o céu de fundo, e as nebulosas e os aglomerados mais evidentes ficam proporcionalmente mais contrastados.
8- Com uma ocular de 6mm proporcionando 208x você não enxergará nenhum detalhe em jupiter com esse Mak90. Esse planeta além da constituição gasosa já tem um diâmetro aparente grande, não necessitando de grandes ampliações. Se você trocar a TMB por outra de 9mm (138x) fará melhor negócio. No Maksutov 90mm F13.8 as melhores imagens de jupiter são alcançados com ampliações da ordem de 125x, a mesma que se obtém com a ocular de 10mm (1250mm / 10mm = 125x). No caso a planetária TMB de 9mm (138x) será mais eficiente do que a de 6mm, pois vai proporcionar uma ampliação mais próxima da realidade desse aparelho (125x) para observar jupiter. Sob boas condições de estabilidade atmosférica uma ocular TMB de 6mm pode ser utilizada no Mak90 para observar a lua, os outros planetas e as estrelas duplas e múltiplas.
8- O redutor focal vai aumentar o campo artificialmente, então se a intenção for aumentar ele procure preferencialmente uma ocular grande angular (WA) de grande distância focal. O redutor será um elemento a mais entre o espelho do Mak90 e a ocular.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Seg 08 Dez 2014, 18:53

Bruno escreveu:
Com uma ocular de 6mm proporcionando 208x você não enxergará nenhum detalhe em jupiter com esse Mak90. Esse planeta além da constituição gasosa já tem um diâmetro aparente grande, não necessitando de grandes ampliações. Se você trocar a TMB por outra de 9mm (138x) fará melhor negócio. No Maksutov 90mm F13.8 as melhores imagens de jupiter são alcançados com ampliações da ordem de 125x, a mesma que se obtém com a ocular de 10mm (1250mm / 10mm = 125x). No caso a planetária TMB de 9mm (138x) será mais eficiente do que a de 6mm, pois vai proporcionar uma ampliação mais próxima da realidade desse aparelho (125x) para observar jupiter. Sob boas condições de estabilidade atmosférica uma ocular TMB de 6mm pode ser utilizada no Mak90 para observar a lua, os outros planetas e as estrelas duplas e múltiplas.


Então Bruno. Vc tinha me indicado essa TMB de 6 mm e acabei comprando.

Bem, se vc me falar q a utilização dela sera mais dinâmica que a de 9 mm, já que é bem próxima da 10 mm que já tenho, mantendo a compra, se não tento falar com o Israel da Telescópio para trocar para mim. Ai para visualização de Júpiter, mantendo a de 25 mm e de 10 mm que ficam em uma ótima qualidade.

Outra pergunta é, q vc disse que a de 6 mm é boa para ver os outros planetas, quais? Verei com bons detalhes? Ou mesmo assim é melhor a de 9mm TMB?

Assim que chegar a de 40 mm vou comprar, conforme vc me orientou.

Obrigado novamente pelas precisas e preciosas respostas.
avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Seg 08 Dez 2014, 21:13

carlos-sora escreveu:1- Então Bruno. Vc tinha me indicado essa TMB de 6 mm e acabei comprando.
2- Bem, se vc me falar q a utilização dela sera mais dinâmica que a de 9 mm, já que é bem próxima da 10 mm que já tenho, mantendo a compra, se não tento falar com o Israel da Telescópio para trocar para mim. Ai para visualização de Júpiter, mantendo a de 25 mm e de 10 mm que ficam em uma ótima qualidade.
3- Outra pergunta é, q vc disse que a de 6 mm é boa para ver os outros planetas, quais? Verei com bons detalhes?
4- Ou mesmo assim é melhor a de 9mm TMB?
5- Assim que chegar a de 40 mm vou comprar, conforme vc me orientou.
1- Eu não indiquei a TMB de 6mm para observar jupiter, eu disse que ela era uma boa ocular planetária e que pelo contrário, durante uns testes que fiz e até postei ela foi a primeira ocular que não recomendei para observar esse planeta com o Mak90: confira na resposta 4 no tópico a seguir: http://astronomia.forumeiros.com/t1452p30-skywatcher-maksutov-cassegrain-90mm-f-13-8-f1250mm
2- Não consigo encaixar essa palavra dinâmica nas características de uma ocular, seria performance? Se for, tanto a TMB de 6mm quanto a de 9mm não possuem as distâncias focais ideais ou seja, não são as oculares ideais para serem utilizadas numa abertura de 90mm com 1250mm de distância focal para observar detalhes no disco de jupiter. Acima de 125x as imagens desse planeta no Mak90 começam a perder o contraste, talvez se ele fosse um F 15 com 1350mm de distância focal ele suportaria bem a de 9mm ao proporcionar 150x com ela. E não precisa ficar preocupado em "ver jupiter grande", porque jupiter já tem um tamanho aparente naturalmente grande no campo de um telescópio. E tem a turbulência quase constante na nossa atmosfera e que é inimiga mortal das grandes aberturas e grandes ampliações, porque são raras as noites sem nenhuma turbulência do tipo daquelas em que o ar parece parado mas não abafado. Voltando ao Mak90 por causa da obstrução do menisco e do estreitamento de campo (vinhetagem) as ampliações de no máximo 125x serão o suficiente para observar os detalhes mais evidentes disco de jupiter. Se você comprou uma TMB  para observar jupiter com boa nitidez, veja se ainda dá para trocá-la por uma de 9mm. Ela pode numa noite com as condições de estabilidade atmosférica no mínimo boas, proporcionarem ampliações que vão entregar imagens que podem revelar alguns dos detalhes mais evidentes mas com o contraste já deteriorando no limite da nitidez.
3- Com 208x você pode observar mercúrio e vênus durante o dia e antes do anoitecer com um filtro, marte quando voltar daqui a um ano e meio, saturno no ano que vem de madrugada, urano e netuno atualmente.
4- Como foi discutido acima ficou evidente que a de 9mm será melhor do que a de 6mm para observar jupiter com o Mak90.
5- Certo, a de 40mm (31x) leva o aparelho para mais próximo do seu aumento mínimo (12x), do que qualquer outra de distância focal menor, mas uma distância focal muito longa numa ocular não é garantia de grande campo.

Qualquer coisa é só retornar aqui no tópico.
Grande abraço.

Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Seg 08 Dez 2014, 21:33, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Seg 08 Dez 2014, 21:32

Bruno.

Desculpe se me expressei mal. Não falei que a de 6 mm vc indicou para Júpiter, mas que vc falou que daria para utilizar esta ocular no Mak 90 mm.

Bem, vc tinha falado que o Sandro Coletti tinha confundido e disse que haveria utilização da ocular de 6 mm, mas enfim, não foi apontado uma utilização especifica desta ocular. De qualquer forma eu vou testa-la e qualquer coisa, eu tento trocar ou faço algum negocio com o meu primo, que tem o 114 mm Vurtuoso.

Entendi, sobre a ampliação sobre esse fator limitador mesmo de nossa atmosfera.

Acho que a de 9 mm não traria grandes benefícios já que tenho a de 10 mm, ou estaria eu enganado?

Bem... Vou ai testando e praticando minha acuidade. Desculpe por ser afoito em algumas situações. Mas estou tao maravilhado nesse mundo que pareço uma criança hehe.

Não vejo a hora de ir para o interior e ter mais privilégio de observação em um céu mais escuro, tanto com o binóculos, quanto o telescópio. Infelizmente ainda não consegui ir, quando for, postarei relatos.

Abraços.

avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Seg 08 Dez 2014, 21:57

carlos-sora escreveu:1- Desculpe se me expressei mal. Não falei que a de 6 mm vc indicou para Júpiter, mas que vc falou que daria para utilizar esta ocular no Mak 90 mm.
2- Bem, vc tinha falado que o Sandro Coletti tinha confundido e disse que haveria utilização da ocular de 6 mm, mas enfim, não foi apontado uma utilização especifica desta ocular. De qualquer forma eu vou testa-la e qualquer coisa, eu tento trocar ou faço algum negocio com o meu primo, que tem o 114 mm Virtuoso.
3- Entendi, sobre a ampliação sobre esse fator limitador mesmo de nossa atmosfera.
4-Acho que a de 9 mm não traria grandes benefícios já que tenho a de 10 mm, ou estaria eu enganado?
5- Vou ai testando e praticando minha acuidade. Desculpe por ser afoito em algumas situações. Mas estou tao maravilhado nesse mundo que pareço uma criança hehe.
6- Não vejo a hora de ir para o interior e ter mais privilégio de observação em um céu mais escuro, tanto com o binóculos, quanto o telescópio. Infelizmente ainda não consegui ir, quando for, postarei relatos.
1- Tranquilo parceiro, não há nada do que você se desculpar aqui, pelo contrário, creio que talvez tenha soado meio como uma advertência a minha resposta, mas creio ter sido porque aproveitei para remeter novamente àquele tópico, que acredito ter informações úteis para quem usa o Mak90. A ocular TMB de 6mm dá sim para usar no Mak 90 e observar jupiter com ela, só que com nenhuma nitidez.
2- Se ele disse que ela tinha utilização para observar jupiter com o Mak90 se enganou, ou então você pode ter compreendido mal ao generalizar o uso desta ocular para o seu telescópio. Lembre-se disto: os mesmos aumentos não produzem os mesmos efeitos para todos os objetos celestes.
3- Você pode ter um telescópio com 1 metro de abertura e com que ele ampliar 1000x, mas pode ter certeza de que qualquer turbulência será amplificada em 1000x. Os telescópios de menores aberturas são menos vulneráveis às instabilidades no ar.
4- Então nesse caso você resolve o impasse utilizando a ocular de 10mm que já vem com ele para observar o disco de jupiter, e a ocular TMB de 6mm para observar a lua e os demais planetas.
5- A melhor maneira de desenvolver a acuidade visual é utilizar o mínimo de ampliação possível durante as observações.
6- Ficaremos no aguardo dos seus relatos, de forma a poder disponibilizar aqui no fórum o máximo de informações possíveis sobre o Maksutov 90mm F13.8 EQ1.


Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Seg 08 Dez 2014, 23:16, editado 2 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  AGM em Seg 08 Dez 2014, 22:29

De qualquer forma eu vou testa-la e qualquer coisa, eu tento trocar ou faço algum negocio com o meu primo, que tem o 114 mm Virtuoso. escreveu:
Olá Carlos!
Queria deixar somente um comentário de algumas experiências que tive com a ocular 6mm Wideangle no 114mm Virtuoso. Essa ocular tem sido útil na maioria dos telescópios, mas no 114mm para Saturno por exemplo, é um espetáculo a parte além de muito útil. Como esse telescópio tem um "F" curto, essa ocular escurece o céu no entorno do astro observado. Numa certa noite há poucos meses, a Lua estava cheia com Saturno ao lado bem próximo, todas as oculares disponíveis que eu havia observado não tiveram êxito, o céu ficava leitoso, literalmente "branco" pelo reflexo da Lua e Saturno se apagava, parecia um fungo no céu. Mas ao usar essa ocular (6mm Wideangle), o céu escureceu no entorno do planeta e por todo o campo do telescópio, e Saturno surgiu em toda sua plenitude.
É comum quando nós, amadores iniciantes após adquirirmos um telescópio, querermos investir aqui e ali, principalmente em oculares, pode ser que ignorando um tópico aqui do Fórum, compremos uma ocular equivocadamente, porém, em algum outro telescópio e não necessariamente num outro, ela terá sim uma função, independentemente da abertura ou relação focal. Sempre terá algo no céu que tal ocular possa sair melhor que outra, e no caso do seu primo que tem o 114mm Virtuoso, podem estudar juntos e trocar oculares para experimentar.


Se me passei em algo aqui certamente o Bruno irá nos orientar, mas não escrevi aqui com a intenção de "ensinar" alguma coisa, somente dar um relato da minha pouca experiência prática até o momento, e essa experiência específica foi o ponto decisivo para mim sobre essa ocular.
avatar
AGM
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 1191
Data de inscrição : 14/04/2014
Idade : 43
Localização : Novo Hamburgo - RS

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Seg 08 Dez 2014, 22:50

Bruno escreveu:1- Você pode ter um telescópio com 1 metro de abertura e com que ele ampliar 1000x, mas pode ter certeza de que qualquer turbulência será amplificada em 1000x.

2- Então nesse caso você resolve o impasse utilizando a ocular de 10mm que já vem com ele para observar o disco de jupiter, e a ocular TMB de 6mm para observar a lua e os demais planetas.
Olá carlos-sora:

1- Apenas para ilustrar, para se ter uma idéia do poder de amplificação de uma lente objetiva ou de um espelho saiba que se você utilizar um aumento de 100x num telescópio, o astro se deslocará 100x mais rápido no campo do instrumento do que vemos a olho nu. Com 200x será duzentas vezes mais rápido, e assim sucessivamente.

2- Eu não quis com isso afirmar que a ocular de 10mm serve apenas para observar jupiter no Mak90. Muitas serão as noites principalmente durante o inverno, em que o céu estará límpido mas as imagens telescópicas ficarão saltando no campo do telescópio, ou parecerão se dissolver por causa das distorções provocadas pelas turbulências, que distorcem a luz proveniente dos astros antes dela chegar ao telescópio. Nesses casos específicos a TMB de 6mm torna-se inutilizável no Mak90, sendo preferível diminuir as ampliações, e por possuir uma distância focal mais longa será a hora da ocular de 10mm entrar em ação na observação dos outros planetas, que ao contrário da de 6mm ela proporciona uma menor ampliação, acabando por minimizar um pouco os efeitos da atmosfera turbulenta nas imagens.
Visto que a ocular de 10mm será mais conveniente para observar jupiter com o Mak90, sob boas condições de estabilidade atmosférica (para nós aqui no Brasil de novembro a abril - e de maio a outubro no hemisfério norte), a ocular planetária TMB de 6mm entregará imagens surpreendentes da lua e dos demais planetas com 208x no Mak90. Fique tranquilo porque essa TMB terá bastante utilidade.


Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Ter 09 Dez 2014, 07:16

Opa Bruno e AGM.

Obrigado mais uma vez.

Blz, vamos deixar Jupiter de lado agora rssrsr....com a 6 MM TMB vou conseguir ver bem Saturno, Marte e Venus? Ou quais oculares indicadas? Urano e Netuno pelo que vi, nenhum telescópio de astrônomo amador consegue entregar detalhes desses planetas certo? Somente como uma pequenina esfera azulada.

Com a 6 TMB ou outra ocular, vou conseguir ver as calotas polares de Marte, qdo este tiver em exposição?

Os demais planetas, principalmente os gasosos, são mtooo mais distantes, então praticamente não existem exposições deles, pq demoram anos para ficarem proximos de nós? Vcs tem algum link ref a isso, para ver se eu entendo melhor? Ou dependendo, a explicação de vcs já basta, ainda mais que temos um exímio professor aqui conosco, que é o Bruno.

Pq vi q Jupiter e Saturno demoram vários e vários de nossos anos (quanto mais o planeta distante, mas demoram para orbitar o sol) para dar uma volta ao sol. Nós, 365 dias. A Exposição de Marte demora mais de 2 anos, vi q ocorreu acho q em Março desse ano por alguns minutos (40 mim), onde filmaram Marte em sua maior aproximação com a Terra. Ai queria saber se o Mak 90 consigo ver isso.

Desculpem as perguntas, mas quero aproveitar o máximo do equipamento e sempre conto com a ajuda de vcs para fazer a sua melhor utilização.

Estou aprendendo, já que há 1 mês atrás eu não sabia absolutamente nada disso Smile
avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Ter 09 Dez 2014, 18:01

carlos-sora escreveu:1- com a 6 MM TMB vou conseguir ver bem Saturno, Marte e Venus?
2- Urano e Netuno pelo que vi, nenhum telescópio de astrônomo amador consegue entregar detalhes desses planetas certo? Somente como uma pequenina esfera azulada.
3- Com a 6 TMB ou outra ocular, vou conseguir ver as calotas polares de Marte, qdo este tiver em exposição?
4- Os demais planetas, principalmente os gasosos, são mtooo mais distantes, então praticamente não existem exposições deles, pq demoram anos para ficarem proximos de nós?
5- Vcs tem algum link ref a isso, para ver se eu entendo melhor?
6- A Exposição de Marte demora mais de 2 anos, vi q ocorreu acho q em Março desse ano por alguns minutos (40 mim), queria saber se o Mak 90 consigo ver isso.
7- Estou aprendendo, já que há 1 mês atrás eu não sabia absolutamente nada disso.
1- Se a atmosfera estiver estável sim, e quanto a vênus e mercúrio quando eles estiverem bastante afastados dos sol ao entardecer ou antes do amanhecer (elongação verspertina e matutina).
3- Com "exposição" você quis dizer oposição, certo? Sim, durante as oposições do planeta vermelho as calotas polares são facilmente vistas antes da aproximação máxima, quando então elas começam a diminuírem de tamanho por causa do verão no hemisfério marciano voltado para o sol.
4- De novo oposições, certo? As órbitas dos planetas exteriores ou além da terra percorrem uma caminho muito mais longo, por isso demoram mais tempo. Marte precisa de cerca de dois anos para se aproximar ao máximo da terra, jupiter demora treze meses, e por aí vai.
5- Acho que a resposta 4 responde a 5.
6- A oposição de marte começa quando ele começa o seu caminho de volta para o ponto mais longe do sol na sua órbita, depois de passar mais perto do sol.
7- Estamos todos sempre aprendendo, e os que vierem depois de nós terão infinidades de coisas para aprenderem, e por aí vai. Um mês na formação de um observador é apenas um pequeno primeiro passo de uma jornada sem fim.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Ter 09 Dez 2014, 18:45

Opa Bruno. É isso mesmo. Oposições. Não sei pq.confundi as duas palavras, deve ser por conta da rápida leitura no horário de trabalho hehe.
avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Ter 09 Dez 2014, 20:22

carlos-sora escreveu:A oposição de Marte demora mais de 2 anos, vi q ocorreu acho q em Março desse ano por alguns minutos (40 mim), onde filmaram Marte em sua maior aproximação com a Terra. Ai queria saber se o Mak 90 consigo ver isso.
Existem dois tipos de oposições marcianas, as afélicas quando ele se aproxima menos, e as periélicas quando se aproxima mais. As oposições afélicas de Marte demoram cerca de 2 anos para se repetirem, e as periélicas (com as máximas aproximações a cerca de 56 milhões de km), possuem períodos que variam entre 15 a 17 anos (a próxima periélica será em 2018). Para essa esperada aproximação máxima tendo marte o polo sul dele voltado para a terra, nos 40 dias que antecedem a aproximação máxima e nos 40 dias posteriores, com apenas uma pequena lunetinha de 40mm ou 50mm seremos capazes de ver a calota polar do planeta como um diminuto ponto branco, e com uma luneta de 60mm conseguiremos visualizar ainda que de forma indistinta a sua famosa mancha escura triangular (Syrtis Maior). Com instrumentos superiores como os de aberturas e distâncias focais iguais ou próximas às do Mak90, com uma boa acuidade visual desenvolvida após muitas noites de observação, e com cerca de 200x no aparelho conseguiremos visualizar na superfície desse pequeno e enferrujado planeta todas as maiores configurações escuras ainda que um pouco difusas, o disco vai se mostrar com a coloração alaranjada ou às vezes parecida com a cor do minério de ferro que vemos aqui na terra, e a sua calota polar sul e uma ligeira fase no disco uns dois meses após a oposição. Marte é classicamente conhecido como um mau objeto telescópico porque além do seu pequeno diâmetro, nós não podemos nos esquecer de que a nossa atmosfera e também a marciana precisam estar com boa estabilidade para que os detalhes sejam melhor visualizados. Isso porque lá também existem nuvens do tipo cirrus e ainda ocorrem tempestades de ventos, que sopram furiosamente a areia dos desertos marcianos a distâncias continentais e a alturas vertiginosas. Esses tipos de tempestades costumam ocorrer mais durante as oposições periélicas, quando o disco do planeta nessas ocasiões fica todo com a cor laranja, não se conseguindo observar nenhuma das suas configurações escuras mais evidentes, enquanto curiosamente a calota polar continua visível e brilhando no polo sul marciano.
E essas oposições não ocorrem apenas por alguns minutos embora exista uma momento durante a aproximação máxima do planeta, quando ele não passará mais daquele ponto. À partir desse momento podemos considerar que ele recomeçou a sua jornada de volta, para daqui a mais 2 anos marte ser visto novamente em 2016 pela madrugada sobre o horizonte leste-nordeste, e durante a esperada grande oposição em 2018 quando ele estará cruzando o meridiano celeste de leste a oeste diretamente acima das nossas cabeças à meia-noite, brilhando no alto do céu como um "tição" de fogo vermelho maior do que qualquer estrela ou planeta.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Qua 10 Dez 2014, 08:56

Que super mega interessante. Não vejo a hora de chegar 2016 e 2018!!!!

Sensacional Bruno as informações. Melhor que muito conteúdo que tem ai pela internet. Vc é um livro cara. Amplo conhecimento, um professor mesmo. Trabalha só com astronomia? Suas explicações são maravilhosas e impressionantes. Se eu fosse milionário te juro que te patrocinaria para ser meu professor e de muitos aqui. É sério!

Muito obrigado mesmo e que Deus te abençoe grandemente pela dedicação em nos ajudar. Não sabe o quanto eu e outros aqui somos agradecidos.

Estou lendo sobre Tétrade Lunar.... mtooo interessante.

Estou tentando me informar ao máximo dos eventos astronômicos para aproveitar ao máximo meu binóculos e meu telescópio.

http://www.astropt.org/2014/04/09/tetrade-de-eclipses-lunares/

Abraços
avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Qua 10 Dez 2014, 18:08

carlos-sora escreveu:1-Não vejo a hora de chegar 2016 e 2018!!!!
2- Vc é um livro cara.
3- Trabalha só com astronomia?
4- Se eu fosse milionário te juro que te patrocinaria para ser meu professor.
5- Deus te abençoe grandemente. Não sabe o quanto eu e outros aqui somos agradecidos.
6- Estou lendo sobre Tétrade Lunar.... mtooo interessante.
7- Estou tentando me informar ao máximo dos eventos astronômicos para aproveitar ao máximo meu binóculos e meu telescópio.
http://www.astropt.org/2014/04/09/tetrade-de-eclipses-lunares/
1- Nem eu.
2- A minha relação com os livros é porque para onde quer que eu vá eu carrego comigo literalmente algumas centenas deles, cujos assuntos variam desde a astronomia, astronáutica, geologia, mineralogia, meteorologia, física atmosférica e outras disciplinas na área de ciências exatas (1/3 deles já perderam até as capas de tanto que são lidos). Eles são a única fonte em que eu me baseio com segurança, e uso a internet para ficar por dentro das ultimas notícias, descobertas e novidades astronômicas. As informações na internet podem infelizmente negligenciarem muitos dados preciosos, como quando li ultimamente as especificações de alguns telescópios em sites de fabricantes e revendedores de catadióptricos (Schimdt Casseigran e Maksutov Casseigran). Eles colocam nas especificações do anúncio a abertura do aparelho, a distância focal, o F, e a capacidade máxima ou recomendada de aumentos em que 99% das vezes está equivocada (por usarem a mesma fórmula para instrumentos de características completamente distintas). Outro exemplo é que sempre colocam no anúncio do Mak90 o F dele como sendo um 13.8 ou F14, porque a distância focal dele dividida pelo tamanho da abertura em mm nos dará 1250mm / 90mm = 13.8 ou 14. Até aí tudo certo, só que não ensinam ou explicam por aí na internet que o F do espelho primário no Maksutov não é 13.8 e nem 14 como supõem a maioria de nós, mas algo em torno de 3.5 porque no Maksutov o espelho primário tem um F muito curto, e que para dar o F definitivo e mais longo tem de ser multiplicado pelo F do menisco que funciona como o secundário (cujo F é um pouco mais longo do que o do primário). Como o F do primário dele é em torno de 3.5 e o do secundário próximo a 4 teremos então 3.5 x 4 = F14. E quanto maior o F do aparelho mais curto será o F do primário e mais longo e para dentro será o F do menisco, resultando assim em tubos cada vez mais curtos. Por isso você não encontrará um Maksutov com o F extremamente longo, porque se assim for o espelho primário vai ficar encostado no menisco.
3- O que de mais relevante me aconteceu na astronomia foi que tive a feliz oportunidade de estudar durante alguns meses as disciplinas de astronomia e geologia numa universidade, e tenho que confessar que a geologia me fascinou, conseguiu trazer de volta os meus olhos do céu para a terra. Com apenas um martelinho na mão nós fragmentamos um pequeno pedaço de rocha, e ao analisar a distribuição dos minerais nela contidos nós somos remetidos de volta a bilhões de anos atrás. É no mínimo impressionante a segurança com que podemos estimar os processos que fizeram com que o nosso planeta seja o que ele é hoje. Creio que se todo candidato a astrônomo estudasse antes geologia a fundo, certamente teríamos menos astrônomos e mais geólogos.
Já fui monitor (ou quase passei fome) em um observatório profissional, mas o que me traz as recordações mais felizes e inesquecíveis desses tempos, foram as inúmeras noites solitárias que eu passei dentro de cúpulas enormes observando calmamente duas oposições do planeta jupiter, numa delas eu estava na UFOP utilizando um refrator acromático equatorial gigantesco com motor de relojoaria, dotado de uma objetiva da Clavé (francês) com 200mm de diâmetro, e com uma distância focal de 3200mm de comprimento (F16) proporcionando ampliações de até 500x. As outras ocasiões foram na UFMG quando tive à minha disposição dois grandes refratores acromáticos da Zeiss, ambos com 150mm de abertura sendo um deles F10 (d/f 1500mm) e o outro um "Coudé" F15 (d/f 2250mm) atingindo ampliações de até 375x.
4- Não que eu ache que possa te ensinar alguma coisa, mas vou fazer até penitência pra você ficar rico.
5- Imagina, sou eu quem agradece porque não fosse a presença de vocês aqui no AF, eu estaria falando (ou teclando) para as paredes (ou pra tela do PC).
6- De fato quatro eclipses totais da lua consecutivos fazem a alegria de qualquer amante dos fenômenos celestes.
7- Correto, cercar-se do máximo de informações possíveis te manterão no mínimo atualizado.

Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Qui 25 Dez 2014, 18:40, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  starman em Qui 11 Dez 2014, 17:18

Bruno escreveu:

sempre colocam no anúncio do Mak90 o F dele como sendo um 13.8 ou F14, porque a distância focal dele dividida pelo tamanho da abertura em mm nos dará 1250mm / 90mm = 13.8 ou 14. Até aí tudo certo, só que não ensinam ou explicam por aí na internet que o F do espelho primário no Maksutov não é 13.8 e nem 14 como supõem a maioria de nós, mas algo em torno de 3.5 porque no Maksutov o espelho primário tem um F muito curto, e que para dar o F definitivo e mais longo tem de ser multiplicado pelo F do menisco que funciona como o secundário (cujo F é um pouco mais longo do que o do primário). Como o F do primário dele é em torno de 3.5 e o do secundário próximo a 4 teremos então 3.5 x 4 = F14. E quanto maior o F do aparelho mais curto será o F do primário e mais longo e para dentro será o F do menisco, resultando assim em tubos cada vez mais curtos. Por isso você não encontrará um Maksutov com o F extremamente longo, porque se assim for o espelho primário vai ficar encostado no menisco.


Bruno
Moderador

Boa tarde Bruno.
Incrível o que vc escreveu - ou ensinou - porque isso eu jamais imaginei e nem vi em outros fóruns de astronomia e muito menos em anúncios, de que a razão focal num Maksutov fosse construída assim!

starman
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 131
Data de inscrição : 28/01/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  carlos-sora em Sex 12 Dez 2014, 09:11

Bem Bruno, perdoe-me por qualquer discrepância aqui. No entando, é inegável o seu potencial. Vc era para ser um professor de uma universidade federal, um geólogo ou astronomo da Nasa. Todo trabalho é importante e requer alguma habilidade e responsabilidade. Mas o seu amor por isso aqui o faz ser um cara muito além. Logico que, infelizmente neste país só se valorizam quem não merece.... mas....

Com certeza, se eu fosse um milionário, vc com certeza seria reconhecido.

Eu sou um cara que gosto de ajudar bastante as pessoas e fico mtooo grato com as pessoas que também me ajudam.

Com certeza Bruno, por mais distante que estamos, pode ter certeza que o respeito e a minha admiração é profunda.

Agradeço mtooo mesmo por todo suporte, ajuda e informações prestadas. Esse forum é rico por ter ótimos usuários contribuitivos e um moderador expert e generoso como vc. Parabéns!!

Vc que formou o fórum certo?

Bem, amanhã vou dar um pulinho mesmo no interior para ver algumas coisinhas, vou ver se consigo dormir por lá, vou levar o bino e talvez o telescópio (pq vai ser algo rápido), ai qualquer coisa eu informo sobre minha experiencia em uma cidade com menos PL.

Abraços
avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 33
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Sex 12 Dez 2014, 19:46

carlos-sora escreveu:se eu fosse um milionário, vc com certeza seria reconhecido.
Vc que formou o fórum certo?
Todo trabalho é importante. infelizmente neste país só se valorizam quem não merece

Olá carlos-sora, duas coisas relacionadas à astronomia e que para mim não tem preço:
1- Ver o fórum reconhecido.
2- Saber que esse fórum é formado a cada dia (ou melhor, a cada noite) por todos nós.
Forte abraço parceiro.

Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Qui 25 Dez 2014, 19:02, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  starman em Sab 13 Dez 2014, 13:21

Bruno escreveu:
a geologia me fascinou

Creio que se todo candidato a astrônomo estudasse antes geologia a fundo, certamente teríamos menos astrônomos e mais geólogos.

Boa tarde Bruno.
Gostaria de saber já que se fala tanto em seeing bom ou ruim, o que tem a geologia para nos dizer qual o aspecto mais grave em relação ao aquecimento global? Pergunto isso porque dependemos 100% da atmosfera para observar o céu.

starman
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 131
Data de inscrição : 28/01/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Sab 13 Dez 2014, 14:19

starman escreveu:o que tem a geologia para nos dizer qual o aspecto mais grave em relação ao aquecimento global?
dependemos 100% da atmosfera para observar o céu.
De fato sem estabilidade e transparência atmosférica um telescópio astronômico por mais moderno que seja não terá utilidade. Quando observamos a atmosfera todos os dias percebemos como ela pode mudar as suas características em questão de poucas horas, ou até mesmo em minutos. Nós aqui na superfície estamos literalmente no fundo de um mar de ar, e que a cerca de 2 bilhões de anos atrás começou a fazer parte dos processos que ainda moldam a superfície rochosa do nosso planeta. Um dos exemplos mais clássicos é a erosão provocada por ventos incessantes, e que vem cortando e moldando as rochas durante alguns bilhões de anos. O vento nessas ocasiões carregam consigo detritos como os grãos de areia, e que acabam por fazer com que o ar funcione como uma lixa nesse processo erosivo. Esses deslocamentos de ar desde a menor brisa ao maior tornado ou furacão, são o resultado da presença do ar quente na atmosfera, e ele vem aumentando a cada dia. Dividindo a atmosfera em 4 camadas temos na 1ª a troposfera na qual nós vivemos e respiramos. Estudando apenas a astronomia não seria o suficiente para aprendermos que o oxigênio que preenche essa troposfera através da qual observamos os corpos celestes, teve a sua origem ao ser bombeado do fundo dos oceanos através da mais primitiva forma de manifestação da vida (estromatólitos), que ao liberarem o gás oxigênio fizeram com que ele reagisse com o ferro oxidando esse elemento, e que à medida em que foi enferrujando acabou sendo depositado em camadas que posteriormente formaram as montanhas de minério de ferro. A geologia nos mostrou isso e que depois de todo o ferro enferrujado ter sido depositado em camadas, o oxigênio bombeado do fundo do oceano escapou para a troposfera. Mas além do oxigênio outro gás pode ser liberado da água em estado sólido ou gelo, e que reserva uma surpresa de perspectivas ainda maiores e mais drásticas das que vemos acontecendo atualmente com o clima do nosso planeta. O que talvez poucos saibam é que o gelo que recobre a superfície da Sibéria numa área maior do que a do território dos Estados Unidos da América, contém dentro dele bolhas de gás metano que além de ser altamente inflamável, está aos poucos sendo liberado à medida em que o gelo siberiano vai se derretendo com o aumento da temperatura global. Para se ter uma ideia, se todo esse gás metano fosse liberado do gelo de uma só vez aumentaria a densidade da troposfera em até 10 vezes, além de deixar ela altamente inflamável. Tente imaginar o que aconteceria se todo esse gás metano fosse liberado e combinado com raios durante uma tempestade. E esse fenômeno que já vem gradativamente ocorrendo é uma bomba relógio que para ser detonada, precisa apenas de alguns graus a mais de temperatura na nossa atmosfera. Se depois da era do gelo virá a era do fogo, com grande probabilidade esse fogo poderá vir do gelo.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  starman em Seg 15 Dez 2014, 17:06

Bruno escreveu:
a) o oxigênio bombeado do fundo do oceano escapou para a troposfera.

b) o gelo que recobre a superfície da Sibéria numa área maior do que a do território dos Estados Unidos da América, contém dentro dele bolhas de gás metano que além de ser altamente inflamável, está aos poucos sendo liberado à medida em que o gelo siberiano vai se derretendo com o aumento da temperatura global.
E esse fenômeno que já vem gradativamente ocorrendo é uma bomba relógio que para ser detonada, precisa apenas de alguns graus a mais de temperatura na nossa atmosfera.
Se depois da era do gelo virá a era do fogo, com grande probabilidade esse fogo poderá vir do gelo

Boa tarde Bruno.

a) Jamais imaginei isso, o oxigênio que preenche a atmosfera veio do fundo do oceano!

b) Isso é muito grave, porquê não ouvimos falar sobre isso quando as questões sobre o aquecimento global são debatidas?

starman
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 131
Data de inscrição : 28/01/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Bruno em Seg 15 Dez 2014, 17:38

starman escreveu:a) Jamais imaginei isso, o oxigênio que preenche a atmosfera veio do fundo do oceano!

b) Isso é muito grave, porquê não ouvimos falar sobre isso quando as questões sobre o aquecimento global são debatidas?
Olá starman,

a) Esse é um dos motivos pelo qual a Ciência precisa ser interdisciplinar, e a exemplo disso temos a geologia que é crucial para compreendermos os processos que formaram as estruturas que hoje vemos na lua com os nossos telescópios.

b) Enquanto a Ciência avança através dos cientistas que são abnegados e comprometidos com a busca da verdade, através das grandes mídias que são sustentadas por grandes corporações industriais, cientistas sem escrúpulos são pagos para não tornarem públicos determinados fatos, ou manipularem dados e informações que possam vir a atrapalhar o "crescimento" industrial e o poder econômico.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Minhas primeiras observações com o telescópio! Skywatcher 90 mm Mak

Mensagem  Wilian Plaza em Seg 31 Out 2016, 15:28

"...e durante a esperada grande oposição em 2018 quando ele estará cruzando o meridiano celeste de leste a oeste diretamente acima das nossas cabeças à meia-noite, brilhando no alto do céu como um "tição" de fogo vermelho maior do que qualquer estrela ou planeta."
Meu Deus! Preciso comprar logo meu tele. Shocked Shocked Shocked
avatar
Wilian Plaza
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 38
Data de inscrição : 15/06/2016
Idade : 33
Localização : Tanabi - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Ressuscitando o tópico

Mensagem  Tarsis em Seg 23 Jan 2017, 11:08

Bom dia senhores/senhoras do fórum... Bom dia Bruno... Bom dia Carlos-Sora...

Carlos, li seu relato sobre as suas primeiras observações de Júpiter. Também tenho um Mak 90mm, investi um pouco para comprar 3 oculares além das que vieram com ele da saudosa "Armazém do Telescópio". Enfim...

Pude viajar com meu "90tinha" para o interior de Goiás (fazenda de um tio meu). Confesso que foi espetacular. Tantas estrelas, constelações e DSOs que eu fiquei até meio perdido Very Happy . Inclusive, estou devendo para vocês aqui do fórum, como foi a viagem (embarque no avião, experiências de bagagem de mão, etc), mas isso é assunto futuro. Prometo que vou redigir um tópico bem detalhado sobre a viagem e posto aqui em breve...

Mas voltando ao assunto principal. Nessa viagem (outubro/2016), tive a oportunidade de ver as Plêiades, a Lua, o Sol, Vênus, Saturno... as Plêiades foi uma imagem inesquecível... só vendo mesmo para se ter uma noção. A Lua é sempre um espetáculo à parte. O Sol também é indescritível (e ainda vi manchas solares), muito bom. Vênus era apenas uma bolinha sem muita definição. Saturno foi simplesmente encantador. Até minha esposa ficou maravilhada. Vimos o planeta e seus anéis com uma definição espetacular.

Baseado nisso, minha expectativa era de ver Júpiter. Agora (janeiro/2017) ele nasce por volta das 23h/00h. Um dia, céu limpo, noite estrelada, montei o tele. Apontei para Júpiter, expectativa nas alturas, e... Decepção total. Ele era apenas uma bolinha, do tamanho deste "O" maiúsculo. Zero de definição. Estava com uma ocular de 25mm. Troquei por uma de 30mm, de 40mm, de 15mm, até de 10mm. Mas de nada adiantou. As Luas de Galileu eram minúsculos pontinhos do tamanho do ponto final "." (ver suas sombras projetadas então... nem em sonho).

A impressão que tive (que inclusive é absurda) foi que do meu binóculos de 50mm as imagens eram bem melhores.

Aí entra a pergunta. Será que meu tele está bem focado? Se não, como consigo ver a Lua, estrelas binárias (aCrux) e manchas solares com detalhes? Ou será que a época do ano e/ou hora do dia não é favorável para ver Júpiter?

Obrigado a todos.








carlos-sora escreveu:
Bom dia pessoal.

Bem... comprei um telescópio  Skywatcher 90mm maksutov com a ajuda do moderador Bruno e o usuário Adriano (AGM)

Recebi ele na quinta e já na sexta, tive sorte do tempo colaborar e colocar em prática.

Apanhei um pouco para montar, mas foi super prazeroso e achei bem resistente e de boa qualidade o material como um todo.

Para a observação, com a experiência que adquiri com o binóculos e tb a leitura de alguns pontos do céu, fui fazendo os testes:

Como o F do MAK 90 mm é de 1250 mm, fui fazendo experimentos.

Coloquei a ocular de 25 mm e olhei para a lua, em quase 100% cheia. IMAGEM FANTÁSTICA. Maravilhosa, estupenda!!! Olha que peguei em lua cheia que não é de uma fase favorável.

Coloquei a de 10 mm e a lua ficou enorme. Com uma qualidade maravilhosa. Vi até os vales da lua, as crateras mais pequenas estavam lá, com ricos detalhes. Incrível! De tirar o fôlego!!!

Coloquei a Barlow 2x com a de 25 mm e o aumento foi um pouco menor que a ocular de 10 mm. Qualidade top tb!

A Barlow 2x mais ocular de 10 mm, não dá foco, passa o limite teórico do instrumento.(Dá 250x, e ele vai até 180x por conta do 90 mm de abertura).

Apontei para a nebulosa de Orion e tive uma grata surpresa.

Estava ela lá, a nebulosinha, linda, imponente. Logico que se eu tivesse uma camera iria ficar muito melhor que olhar pela ocular em São Paulo (altíssima PL), mas estou mto satisfeito até com o que vi, ao menos até agora, de DSO.

Sabado o tempo estava bom tb e fiz questão de ver Jupiter. Fiquei encantado com Jupiter e conseguia ver até mesmo a sombra de um de seus satélites sendo projetadas no planeta. Animal!!!! Um tesão!! srrsrs

Ai queria saber se eu consigo ver Jupiter maior e com boa qualidade, já que a ocular de 6 mm da TMB ainda não chegou do Tellescópio.

Eu queria ver Júpiter um pouco maior na ocular, seria possível?

Marte ainda não consegui apontar pq tenho que sair de casa para observação. Saturno ainda não vi por conta da época, desfavorável.

Mas de suma estou PLENAMENTE satisfeito com o telescópio. Quero adquirir experiencia e depois vou começar a fazer astrofotografia heheheh...

Bruno, uma pergunta. Se eu pegar a ocular de 32 mm + um redutor focal, não seria mais vantajoso que pegar uma ocular de 40 mm?

Ou pego a de 40 mm mesmo + o redutor focal?

Abraços.


Tarsis
Curioso
Curioso

Mensagens : 8
Data de inscrição : 28/06/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum