Jupiter oposição 2015.

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

spica Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Dom 02 Nov 2014, 21:40

Alvo: Planeta jupiter
Data: 25/10/2014
Hora: 05:00 UT 07:00
Instrumento: refrator Dan Beam (OKT) 76.2mm  df 1250mm - F/16.4
Montagem: equatorial germânica
Oculares: Huygens 0.965" - 8mm (156x) e 6mm (208x)
Seeing: estimado em 4 (escala de 1 a 5)
Atmosfera: UR 48% / cirro-estrato NNE / alto-cúmulo NOO - vento 18km/h


Inaugurando aqui as observações de jupiter nessa próxima oposição a ocorrer ainda em 06 de fevereiro de 2015, e com uma altura ainda muito baixa (46º) sobre o horizonte nordeste, jupiter mostrou no campo do refrator os seus principais aspectos bastante evidenciados, com a coloração escura das faixas fortemente contrastadas com as zonas esbranquiçadas. As duas zonas polares se mostravam com a costumeira tonalidade cinzenta, com um detalhe de que a Zona Polar sul/SPZ  estava ligeiramente mais escura do que a Zona Polar norte/NPZ. Descendo em direção ao equador a faixa temperada norte/NTB estava visível, porém mostrava-se dessa vez nitidamente mais estreita do que em relação à oposição passada. Mais ao sul e na região equatorial o refrator mostrava com 208x a faixa equatorial norte/NEB com duas nodosidades ou manchas ovais escuras/DOS na borda sul, uma de cada lado e equidistantes do meridiano central/MC. Abaixo da zona equatorial/EZ a faixa equatorial sul/SEB mostrava perturbações se formando na borda sul dela e nas extremidades do limbo leste, certamente denunciando a entrada da Grande Mancha Vermelha/GMV. Com 156x a borda sul dessa faixa era mais nivelada próxima do meridiano central/MC, enquanto à leste por onde deveria entrar a GMV essa região observada com 208x apresentava ondulações, e uma grande depressão na borda sul da SEB na direção norte no interior da faixa. Mais ao sul a faixa temperada sul/STB estava com uma coloração também bastante escurecida, contrastando bem entre as zonas tropical sul/ STrZ e  temperada sul/STZ. Quanto às luas Calisto e Io elas estavam a leste do planeta, e Ganimedes estava acabando de terminar um trânsito, e o mais interessante foi poder observar logo antes dessa lua sair pelo limbo oeste o pequenino contorno esbranquiçado dela, contrastando contra a borda norte escura da SEB ao fundo. Já a lua Europa parecia estar voltando em direção a mais uma imersão por trás do limbo oeste de jupiter. As 4 faixas observadas mostraram-se fortemente contrastadas, bem mais do que na oposição passada, e apresentavam uma coloração cinzento-castanha. As zonas polares apresentavam-se cinzentas e as zonas claras oscilavam entre o âmbar e creme. Acredito que o F longo desse refrator (16.4) foi o principal responsável pelo forte contraste observado entre as faixas e as zonas de jupiter, mas mesmo assim arrisco a dizer que nessa oposição as faixas estarão mais escuras e contrastadas, portanto mais visíveis e podendo até  ser um bom indicativo de que a GMV será melhor visualizada dessa vez.

Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Seg 01 Dez 2014, 20:54, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Ter 04 Nov 2014, 22:10

Belo relato Bruno! Lembrando que há cada 5,9 anos, aproximadamente, a Terra fica no plano orbital dos satélites de Júpiter, e a partir do fim deste ano até o fim do ano que vem estaremos nesta condição. Isso significa que eventos como ocultações entre as luas e eclipses de uma lua sobre a outra poderão ocorrer. Aqui estão disponíveis as informações referentes aos eventos envolvendo os 4 satélites galileanos até agosto de 2015. Os eventos estão em horário UTC, ou seja, para o horário de verão você deve retirar 2 horas para saber a hora local (UTC -2). Para o horário "normal" de Brasília, você deve retirar 3 horas (UTC -3). Outras regiões você pode pesquisar a zona horária.

Os satélites estão enumerados de 1 à 4. 1 = Io, 2 = Europa, 3 = Ganimedes e 4 = Calisto. Quando o tipo do evento é 4O3, por exemplo, significa que o satélite 4 ocultará (passará na frente) o satélite 3. Já um evento 3E2 é do tipo em que o satélite 3 eclipsa (projeta sua sombra) sobre o satélite 2.

Próximos eventos deste tipo que poderão ser observados do Brasil (horários em UTC):

data TU            início      final      evento
2014 11 16      5 7 29     5 10 14      1O2
2014 11 23     7 16 41    7 19 58      1O2

Será uma boa oportunidade para os astrofotógrafos!

Informações do Boletim Observe! de Outubro/2014.
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Qua 05 Nov 2014, 16:26

Lucas87 escreveu:Lembrando que há cada 5,9 anos, aproximadamente, a Terra fica no plano orbital dos satélites de Júpiter, e a partir do fim deste ano até o fim do ano que vem estaremos nesta condição. Isso significa que eventos como ocultações entre as luas e eclipses de uma lua sobre a outra poderão ocorrer. Próximos eventos deste tipo que poderão ser observados do Brasil (horários em UTC):

data TU            início      final      evento
2014 11 16      5 7 29     5 10 14      1O2
2014 11 23     7 16 41    7 19 58      1O2

Será uma boa oportunidade para os astrofotógrafos!

Informações do Boletim Observe! de Outubro/2014.
Excelente informação, muito bem lembrado. Há alguns anos consegui sem querer ver a ocultação de uma lua por outra, enquanto observava jupiter casualmente com um refletor de 135mm F8 e 200x. Foi realmente muito interessante, vale a pena conferir porque dependendo da abertura dá até para comparar o brilho, a coloração e o diâmetro entre elas, antes e depois de uma lua eclipsar a outra. Vamos acompanhar as efemérides do Boletim com os eventos deste tipo que poderão ser observados do Brasil, lembrando que sempre horários são em UTC (onde tem horário de verão basta diminuir duas horas). Certamente será um show à parte.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Dom 16 Nov 2014, 09:41

Observação de Jupiter
Data: 16/11/2014
Hora: 04:30 - 06:10 / UTC 06:30 - 08:30
Localização: 19º 42' 33" S - 43º 47' 43" O
Alvos: GMV - Io (trânsito)
Instrumento: Refrator equatorial Dan Beam 76.2mm d/f 1250mm - F16.4
Oculares: Huygens padrão 0.965" - 6mm (208x) - 8mm (156x) - 20mm (62x)
Atmosfera: alto-cúmulos NO - UR 65% - temp. 22º
Seeing: estimado entre 8 e 9 (escala Pickering)


Após 3 dias de chuvas a atmosfera ficou limpa e apenas com ventos de baixa altitude, e apesar de algumas nuvens a noroeste  ela proporcionou um seeing praticamente perfeito. Ao contrário das noites límpidas e de baixa umidade que predominam no inverno, os momentos de maior estabilidade atmosférica ocorrem durante o verão, quando após um período chuvoso a atmosfera fica literalmente lavada, com a umidade relativa do ar aumentada tornando-a mais densa, e isso acaba freando as correntes e os jatos de ar proporcionando imagens telescópicas estáveis e muito nítidas. Com jupiter na constelação de Leão e a cerca de 50º sobre o horizonte nordeste dei início à sessão de observação com 62x, visualizando de imediato o disco de jupiter completamente estável, e com os detalhes mais evidentes aparecendo uniformes e sem oscilações. Juntamente com as faixas equatoriais as zonas polares sul-SPZ e norte-NPZ foram de imediato visualizadas, ambas apresentando uma coloração cinzenta e aparentemente mais escura do que de costume. Essa coloração cinzenta oscilava com o passar do tempo, ora ficando mais escura e em outros momentos ficando mais clara. A área de abrangência delas aumentava no disco chegando muito próximas das zonas temperadas, deixando estas com a mesma coloração cinzenta. Com 166x dava para ver que a faixa temperada sul-STB e a norte-NTB praticamente se uniam com as duas zonas polares. Por vezes a faixa temperada norte-NTB pareceu se separar um pouco da zona polar norte-NPZ, e na margem sul desta outro escurecimento dava a impressão de ser a faixa temperada norte do norte-NNTB. Apesar das ampliações no limite do aparelho não serem necessárias para observar esse planeta já que o diâmetro aparente dele é naturalmente grande, ainda assim ao elevar de 156x para 208x a impressão que dava era a de que a faixa temperada norte do norte-NNTB estava se formando na borda sul da zona polar norte-NPZ, mas como desconheço o processo de formação dessa estreita faixa no hemisfério norte joviano, prefiro acreditar que aquilo foi o resultado de um forte contraste provocado pelo F 16.4 que acabou dando essa falsa impressão. Mesmo assim fica o registro de que um escurecimento ou uma aparente faixa observada se formando na borda sul da zona polar nortel-NPZ. Antes do término da sessão esse efeito se repetiu no hemisfério sul na zona polar sul-SPZ, quando também tive a impressão de por vezes divisar a faixa temperada sul-STB encostada na borda norte dessa zona.
Quanto às faixas equatoriais a faixa equatorial sul-SEB e a norte-NEB estavam bem contrastadas e sem muitas ondulações nas suas bordas, e a zona equatorial-EZ mostrava-se mais clara do que as demais zonas. A coloração dessa zona esbranquiçada destacava-se das faixas que oscilavam entre o cinza-grafite e castanho. Por volta das 04:50 UTC 06:50 pude ver nitidamente um estreitamento na porção leste da SEB, denunciando a entrada da Grande Mancha Vermelha-GMV que mostrou-se totalmente visível às 05:20 UTC 07:20. Dessa vez a "baía" na faixa equatorial sul-SEB onde se "encaixa" a GMV estava menos acentuada, podendo-se notar claramente um engrossamento da SEB dando a impressão de a GMV estar um pouco menor nessa oposição, entretanto ela se mostrava um pouco mais escurecida. Não deu para perceber nenhum detalhe no interior da SEB nas proximidades da GMV a oeste dela, mas um pequeno risco esbranquiçado parecia dividir a faixa equatorial a leste da GMV. A zona tropical sul-STrZ apresentava-se mais clara do que a zona tropical norte-NTrZ. Outra surpresa foi poder ver novamente o pequenino disco da lua Io diante do disco do planeta, quando se aproximava do limbo oeste após terminar um trânsito, e apesar da zona equatorial-EZ apresentar-se clara ao fundo o satélite se contrastou na frente. No momento em que a lua Io saiu da frente do disco ela estava quase que exatamente no meio da zona polar-EZ, e no mesmo sentido da faixa equatorial-EB se ela estivesse visível. Todas as 4 luas estavam alinhadas com plano orbital da terra, e isso fez com que a lua projetasse a sua sombra praticamente em linha reta atrás dela, o que tornou o trânsito quase invisível.
 

Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Seg 01 Dez 2014, 20:55, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  starman em Dom 16 Nov 2014, 19:54

Bruno escreveu:
a-Instrumento: Refrator equatorial Dan Beam 76.2mm d/f 1250mm - F16.4
Oculares: Huygens padrão 0.965" - 6mm (208x) - 8mm (166x) - 20mm (62x)

b-Ao contrário das noites límpidas e de baixa umidade que predominam no inverno, os momentos de maior estabilidade atmosférica ocorrem durante o verão, quando após um período chuvoso a atmosfera fica literalmente lavada, com a umidade relativa do ar aumentada tornando-a mais densa, e isso acaba freando as correntes e os jatos de ar proporcionando imagens telescópicas estáveis e muito nítidas.

c-um pequeno risco esbranquiçado parecia dividir a faixa equatorial a leste da GMV.

Bruno
Moderador

Boa noite Bruno.
O uso da nomenclatura universal (SPZ, NPZ, SEB, NEB ...) me tem sido muito útil para acompanhar os relatos de outros observadores em fóruns estrangeiros como o IceinSpace, Cloudy Nights e etc... .
A observação planetária definitivamente não é simplesmente apontar o telescópio para eles e observar ou fotografar, porque existem surpresas na dinâmica das configurações nas suas superfícies, e que podem efetivamente serem acompanhadas atentamente por nós observadores.
Seja por causa da rotação do planeta observado quanto da variação dos acidentes na superfície dele, a observação planetária é bem diferente da imagem estática (mas que não perde a sua beleza) do céu profundo.
Gostaria que se possível discorresse um pouco sobre as questões de letra a fornecendo informações desse refrator Dan Beam (origem, ano de fabricação, tipo de montagem, oculares, diagonal etc...), e se eu encontro algum telescópio similar disponível atualmente no mercado, em b sobre o momento de se encontrar o seeing ideal e em c sobre o que poderia ser aquele "risco esbranquiçado" na faixa equatorial sul de Júpiter.

starman
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 131
Data de inscrição : 28/01/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Sab 22 Nov 2014, 23:15

starman escreveu:1-O uso da nomenclatura universal (SPZ, NPZ, SEB, NEB ...) me tem sido muito útil para acompanhar os relatos de outros observadores em fóruns estrangeiros como o IceinSpace, Cloudy Nights e etc... .
2- A observação planetária definitivamente não é simplesmente apontar o telescópio para eles
existem surpresas na dinâmica das configurações nas suas superfícies, e que podem efetivamente serem acompanhadas atentamente por nós observadores.
por causa da rotação do planeta observado quanto da variação dos acidentes na superfície dele
3- Gostaria que se possível informações desse refrator Dan Beam (origem, ano de fabricação, tipo de montagem, oculares, diagonal etc...), e se eu encontro algum telescópio similar disponível atualmente no mercado,
4- o momento de se encontrar o seeing ideal e em c
5- o que poderia ser aquele "risco esbranquiçado" na faixa equatorial sul de Júpiter.
Olá starman.
1- A compreensão e o uso dessas siglas, ajudam no reconhecimento imediato das principais configurações visíveis em jupiter.

Apenas para listar segue abaixo a nomeclatura universalmente utilizada (sentido sul - norte):

SPZ - zona polar sul
SPB - faixa polar sul
SSTB - faixa temperada sul do sul
STZ - zona temperada sul
STB - faixa temperada sul
STrZ - zona tropical sul
SEB - faixa equatorial sul
EZ - zona equatorial
EB - faixa equatorial
NEB - faixa equatorial norte
NTrZ - zona tropical norte
NTB - faixa temperada norte
NTZ - zona temperada norte
NNTB - faixa temperada norte do norte
NPB - faixa polar norte
NPZ - zona polar norte


GMV - grande mancha vermelha
WOS - mancha branca oval
DOS - mancha escura oval
MC - meridiano central

2- Sem dúvida, no espaço de 30 minutos novas configurações vindas do leste aparecem no disco de alguns planetas como marte e jupiter, e em alguns casos algumas manchas ou clareamentos podem aparecer repentinamente no meio do disco.

3- Sem me estender muito para não ficar off topic, ele é um refrator acromático japonês fabricado entre 1957 e 1962, e o nome da marca é Dan Beam mas primeiramente era mais conhecido como OKT. Possui uma objetiva com 76.2mm de diâmetro e distância focal de  1250mm (F/16.4), e vem numa montagem equatorial do tipo germânica com tripé de madeira, muito parecida aos da marca Tasco e Towa lançados posteriormente. Por causa do F longo acima da média o contraste nas imagens lunares e planetárias é irrepreensível, pois jamais observei um mínimo traço de aberração cromática e o céu de fundo nele é negro. Eu o considero praticamente um apocromático. O que eu consegui apurar até hoje é que esse aparelho foi inicialmente concebido para ser utilizado em laboratórios de espectrometria, porém mais tarde ele serviu de protótipo para a Tasco lançar no mercado os seus modelos de refratores. O padrão dele é 0.965" e a diagonal é prismática, entretanto eu prefiro colocar o tripé o mais alto possível e observar direto sem a diagonal, pois assim ele me entrega imagens refratadas puríssimas e sem nenhuma reflexão. As oculares são do modelo antigo da Huygens (com a exceção da óptica tudo é feito de metal), e apesar de serem do modelo mais simples elas não apresentam reflexos internos ou aberrações. A de 4mm é uma ortoscópica porém eu não a utilizo nesse refrator, porque a ampliação proporcionada  por ela "estoura" o limite de aumentos com 312x contra as 190x que teoricamente essa objetiva suporta. Uso nele somente as oculares Huygens de 20mm (62x), 12.5mm (100x), 8mm (156x) e 6mm (208x). Essa de 6mm (208x) ultrapassa um pouco o limite teórico dele (190x), mas a razão focal F extremamente longa acaba "segurando" o contraste.
Quanto a encontrar um desses no mercado o meu eu adquiri aqui mesmo na seção de classificados do fórum, e sempre que sei de algum eu anuncio aqui, é só ficar de olho.

4- O seeing ideal e a noite perfeita tem de ser perseguidos, e embora no inverno ocorram alguns períodos de estabilidade, é no verão quando a atmosfera fica lavada com as chuvas e com a umidade relativa do ar aumentada que conseguimos as melhores imagens, porque  essa umidade deixa a atmosfera mais densa e isso acaba freando as correntes e jatos de ar que provocam as turbulências.

5- O acompanhamento da dinâmica dos processos atmosféricos em jupiter mostra que a sua atmosfera se desenvolve em diferentes camadas, e ao que parece as configurações repentinas como a que eu observei se estruturaram inicialmente nas camadas mais baixas, a ponto de afetar através das zonas de ascendência o sistema de circulação mais estável nas camadas mais altas, causando assim aquela aparente divisão ou "risco" esbranquiçado na faixa equatorial.

Bruno
Moderador


Última edição por Bruno em Seg 01 Dez 2014, 20:55, editado 1 vez(es)
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Dom 23 Nov 2014, 12:01

Olá Bruno, por coincidência registrei Júpiter na hora da sua observação:



http://www.astrobin.com/136736/

Como a ampliação foi muito pequena, ainda vou testar o método da projeção positiva com minha ocular de 10mm.
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Dom 23 Nov 2014, 12:47



Olá Lucas87, a sua astrofoto reproduziu com grande fidelidade o que eu observei, principalmente quando elevei de 166x para 208x a ampliação me dando a impressão de que a faixa temperada norte do norte estava se formando na borda sul da faixa temperada norte, exatamente à esquerda do meridiano central (olhando a sua foto podemos constatar diferenças na espessura da NTB à esquerda do MC). Muito bom também os contrastes no interior das faixas equatoriais, além das descontinuidades e irregularidades nas bordas delas. A GMV também ficou muito interessante virando pelo limbo, "encaixada" na "baía" na borda sul da faixa equatorial sul. As zonas polares mais escurecidas foram também evidenciadas na sua astrofoto tal qual eu vi. Obrigado pela excelente contribuição que mais uma vez atestou a qualidade do seu Maksutov 102mm. Fico então no aguardo dos resultados com o método da projeção positiva usando a ocular de 10mm.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Ter 30 Dez 2014, 14:05

Eventos visíveis do Brasil entre os satélites de Júpiter em Janeiro de 2015:

data TU-------início-------final-------evento
2015 1 2-----2 49 51-----3 6 37-------2O3
2015 1 5-----5 59 47-----6 6 14-------3E1
2015 1 7-----0 3 34------0 13 35------2O1
2015 1 7-----23 41 18---23 49 41-----4E3
2015 1 8-----3 18 15-----4 13 35------2E3
2015 1 9-----6 22 23-----6 36 32------2O3
2015 1 11----23 47 15---23 52 45-----3O2
2015 1 14----1 12 1------1 22 36------2E1
2015 1 14----2 21 36-----2 30 17------2O1
2015 1 19----2 31 5------2 36 37------3O2
2015 1 21----3 47 40-----3 57 19------2E1
2015 1 21----4 34 36-----4 42 28------2O1
2015 1 24----5 40 47-----5 59 9-------4E1
2015 1 25----4 29 7------4 47 23------4E2
2015 1 25----7 17 59-----7 25 59------4O2
2015 1 26----5 12 56-----5 18 35------3O2
2015 1 28----6 17 51-----6 26 51------2E1
2015 1 28----6 44 5------6 51 27------2O1

Com relação ao evento:
1 = Io;     2 = Europa;     3 = Ganimedes;     4 = Calisto.
E = eclipse: um satélite projeta sua sombra em outro.
O = ocultação: um satélite passa na frente de outro.

Portanto, por exemplo, se está escrito " 3O2 ", significa que Ganimedes oculta Europa. Se está escrito " 4E1 ", significa que Calisto eclipsa (projeta sua sombra sobre) Io.

Lembrando que os horários estão em tempo universal (TU). O horário de verão é TU menos 2h. Para outras regiões pesquise o fuso horário.

Fonte: Boletim Observe! edição Janeiro/2015.
http://www.geocities.ws/costeira1/neoa/
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  carlos-sora em Ter 06 Jan 2015, 06:36

Bom dia amigos.

Show de bola o registro do Bruno e a Astrofoto do Lucas.

Bem, vou compartilhar aqui meu relato.

Como sou novo por aqui e na astronomia, tenho poucas experiências observacionais.

No entanto o que eu fiquei extremamente surpreso é que, neste dia em questão (não saberia enumerar o dia exato), acabei montando o telescópio abaixo descrito para observação, já que o tempo estava limpando.

Mas estava ruim de identificar algumas coisas, por conta de alguma nebulosidade provavelmente por Cirrus.

Esperei algum tempo, ficou um pouco mais tarde, o tempo ficou limpíssimo e já Jupiter estava há uns 30º. Apontei o telescópio para o planeta Gigante e tive a surpresa até então não vista anteriormente:

Vi Júpiter numa qualidade excepcional, tipo essa imagem do amigo Lucas. Suas 4 faixas muito bem detalhadas. Fiquei muito contente pq achava que tinha visto tudo de Júpiter mas para mim foi uma baita surpresa.

Acho que é como o Bruno havia me falado: "Teremos dias ainda melhores para visualização e também melhorarei minha acuidade observacional" srsrsr....

Bem, contando que vi de casa e neste dia, o poste que prejudica muito minha visão, estava apagado. Acho que foi um fator bem contribuitivo de ter visto mais detalhes. Vi também nesse dia, além de Orion, o cometa Lovejoy C/2014 Q2, encontrado primeiramente com o binóculos e depois apontado com o telescópio, só não consegui ver seu rabo, já que ele estava meio tênue. Mas esse dia foi uma baita noite onde me alegrei muito.

Espero até o meio do ano começar a trabalhar com astrofotografia, mas antes, ainda continuo estudando e aprendendo neste vasto universo maravilhoso que é a astronomia.
avatar
carlos-sora
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 113
Data de inscrição : 29/10/2014
Idade : 35
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Qui 15 Jan 2015, 21:59

Fiz algumas fotos com projeção positiva com ocular de 10mm e em foco direto, e as em foco direto se mostraram muito melhores. Além disso capturei em 16 bits (não sei se fiz besteira); aparentemente a imagem mostra mais detalhes, mas as cores ficam menos contrastadas (mais próximo do visual). Consegui 215 frames por segundo. Utilizei o zoom de 2x do Registax. O seeing estava médio, 3/5.



http://www.astrobin.com/148700/

Também fiz este registro com a GMV, capturando em 8 bits (não tenho certeza, mas não foi 16 bits). Seeing ruim, 2/5. 206 fps. Zoom 2x no Registax.



http://www.astrobin.com/148704/
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Tellescópio em Sex 16 Jan 2015, 06:55

Olá Lucas87, belas imagens!
Apenas fazendo uma correção, as câmeras ASI não conseguem capturar em 16bits ainda mais na versão color. Você deve ter usado 8bits reais ou no máximo 12bits simulado por configurar alguma função da câmera.

A QHY5L-II color consegue 14bits, porém habilitando uma função que deixa em monocromático, porém pelo sensor não ser mono os pixels ficam quadriculados.

Tanto a ASI quanto a QHY só entregarão 12bits e 14bits reais nas versões com sensor mono.

16bits só é real em câmeras CCD para Deep Sky.
avatar
Tellescópio
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 205
Data de inscrição : 11/11/2012
Localização : Goiânia/GO

http://www.tellescopio.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Valdés em Sex 16 Jan 2015, 08:11

Belas fotos, Lucas.

Valdés
Aspirante
Aspirante

Mensagens : 17
Data de inscrição : 07/01/2015
Idade : 22
Localização : Euclides da Cunha - BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Sex 16 Jan 2015, 09:43

Obrigado Tellescópio e Valdés!
Ok Tellescópio, obrigado pelo esclarecimento! Deve ter sido 12 bits simulado, mas o que significa ser "simulado"?
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Tellescópio em Sex 16 Jan 2015, 09:59

Lucas, simulado não seria bem a expressão mais exata, mas apenas para exprimir a ideia de que você não estaria usando 12bits reais, apenas uma simulação dele. Para ser 12bits reais também o arquivo original de captura deve estar em .Raw ou .SER ou ainda .TiFF. Estes arquivos preservam todos os detalhes e características da imagem, porém quando você converte o arquivo para .JPG ou .PNG você usa apenas 8bits e mesmo se configurar para o processador de imagens, ex: Photoshop, para dar saída de imagem .JPG 12bits, você não usará os 12bits reais, porque algumas características finas da imagem terão sido perdidas, por isso eu disse a palavra "simulado" por que na verdade o arquivo seria uma simulação de 12bits.

Meio confuso, não é?
avatar
Tellescópio
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 205
Data de inscrição : 11/11/2012
Localização : Goiânia/GO

http://www.tellescopio.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  orlando em Sex 16 Jan 2015, 10:37

Muito bom Lucas!
avatar
orlando
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 865
Data de inscrição : 03/05/2012
Idade : 33
Localização : Fortaleza-CE

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Sex 16 Jan 2015, 10:41

Realmente é meio confuso, mas há uma diferença entre 8 bits e esses 12 bits "falsos".

Obrigado Orlando!
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Sex 16 Jan 2015, 21:25

Lucas87 escreveu:Fiz algumas fotos com projeção positiva com ocular de 10mm e em foco direto
Belo trabalho Lucas, o Maksutov é um aparelho surpreendente. E na astrofoto a GMV está parecendo um "olho ciclópico" entreaberto.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Trânsito triplo das luas de jupiter.

Mensagem  Bruno em Qua 21 Jan 2015, 21:21

No dia 24 de janeiro próximo irá ocorrer um trânsito triplo das luas de Júpiter às 03:41h UT 06:41. Confiram mais detalhes no link abaixo:
http://www.galeriadometeorito.com/2015/01/transito-luas-jupiter-24-janeiro.html#.VMBBZ9LF9u4

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  PauloM em Qua 21 Jan 2015, 21:38

Que pena que ainda não tenho telescópio para observar esse trânsito!
avatar
PauloM
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 456
Data de inscrição : 28/12/2014
Idade : 30
Localização : Feira de Santana / Salvador - BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Lucas87 em Qui 22 Jan 2015, 09:15

Olá Bruno, neste dia também ocorrerão eventos interessantes:

Logo antes deste evento teremos ainda outro:

2015 1 24----5 40 47-----5 59 9-------4E1

Ou seja, a partir das 5h40 TU até 5h59 TU Calisto eclipsará Io! Metade de Io ficará na sombra de Calisto, e as sombras de Io e Calisto estarão unidas sobre Júpiter.

Além disso às 6h22 TU Io ficará na frente da sombra de Calisto (visto da Terra), e sairá da sua frente aos poucos.

Lembrando que as três sombras ficarão totalmente visíveis ao mesmo tempo das 06h30 às 06h50 TU!
avatar
Lucas87
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 619
Data de inscrição : 15/08/2012
Idade : 20
Localização : São José, SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  bbonic em Sex 23 Jan 2015, 15:40

Bruno e Lucas,

informações valiosíssimas.

Só fazendo um alerta, pra quem mora nos estados com horário de verão, são 2 horas a menos do TU.

Portanto os fenômenos começam a partir das 3h40, e o trânsito triplo a partir das 4h41

Eu vou torcer pra não nublar, e acordarei as 3 para acompanhar, bem como tentar fazer umas imagens.

Amigos, desejo céus limpos!

bbonic
Curioso
Curioso

Mensagens : 5
Data de inscrição : 05/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Bruno em Sex 23 Jan 2015, 20:52

bbonic escreveu:Só fazendo um alerta, pra quem mora nos estados com horário de verão, são 2 horas a menos do TU.
Bem lembrado, o fórum agradece.

Bruno
Moderador
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 56

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  PauloM em Sex 23 Jan 2015, 22:20

Bruno escreveu:
No dia 24 de janeiro próximo irá ocorrer um trânsito triplo das luas de Júpiter às 03:41h UT 06:41. Confiram mais detalhes no link abaixo:
http://www.galeriadometeorito.com/2015/01/transito-luas-jupiter-24-janeiro.html#.VMBBZ9LF9u4
Bruno
Moderador

Só pra lembar que o astronomia ao vivo vai transmitir! Wink

https://www.youtube.com/watch?v=7SpbBfE8RXU
avatar
PauloM
Astronomo Amador
Astronomo Amador

Mensagens : 456
Data de inscrição : 28/12/2014
Idade : 30
Localização : Feira de Santana / Salvador - BA

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  bbonic em Dom 25 Jan 2015, 09:03

Amigos, segue meu humilde registro do evento...

Céus limpos!

bbonic
Curioso
Curioso

Mensagens : 5
Data de inscrição : 05/01/2015

Voltar ao Topo Ir em baixo

spica Re: Jupiter oposição 2015.

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum