Estrelas duplas.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

spica Estrelas duplas.

Mensagem  Bruno em Dom 29 Abr 2012, 08:12

Observando através de um telescópio os pares de estrelas que se associam entre sí, formando os sistemas de duplas e múltiplas oferecem um belo espetáculo no campo do telescópio. Muitas dessas duplas ou binárias têm as suas componentes bem separadas e é relativamente fácil seguir os seus movimentos e órbitas. Entretanto há pares com estrelas próximas demais entre si para serem separadas, mesmo através de grandes instrumentos. Bem, se duas estrelas giram uma em torno da outra, em qualquer período uma das estrelas estará se aproximando de nós e a outra se afastando. Como as duas estrelas estão muito próximas entre sí nós as observamos como uma só, porém se analisarmos o espectro dessa dupla extremamente cerrada de estrelas veremos dois sistemas de linhas de Franhoufer e os movimentos das duas estrelas levarão as linhas a se separarem umas das outras, podendo deduzir então que é um sistema binário espectroscópico.
Uma estrela com essas cracterísticas e que atualmente está facilmente visível no horizonte norte é a estrela Mizar em Ursa Maior. A própria Mizar é dupla e a sua componente é outra dupla espectroscópica. Temos também as estrelas múltiplas no Trapézio em Orion formando um sistema quádruplo envolto pela grande nebulosa.
Podemos calcular o poder separador de um instrumento ótico por intermédio da seguinte fórmula:
Poder separador = 11",8d
Nessa fórmula acima supomos que as duas estrelas não possuem brilhos muito diferentes e nem que sejam muito brilhantes, dessa forma permitindo estabelecer a seguinte tabela abaixo:

d (abertura livre da objetiva ou espelho em mm)
50, 100, 150, 250, 300, 400 e 500

Poder Separador (respectivamente às aberturas acima em mm).
2".25, 1".18, 0".56, 0".47, 0".39, 0".29 e 0".24

Encontrei um review bacana sobre as belíssimas visões de estrelas duplas obtidas com um refrator de 4 polegadas F/15 além de belas fotos desse instrumento (o Skylight F/15), uma verdadeira jóia rara, e que serve também para dar uma idéia das minhas aventuras com o meu velho Jaegers F/15 (na figura 7 dá para se ter uma noção de dimensão em perspectiva de um refrator 4 polegadas F/15), além de uma foto da Lua que corresponde à realidade de um limbo e um terminadouro tendo o céu de fundo negro tal como é visto num refrator desses, sem necessidade de nenhum filtro bloqueador e sem resquícios de violeta nas bordas das imagens por causa do F longo. Segue o link: http://www.cloudynights.com/item.php?item_id=2473
avatar
Bruno
Membro Expert
Membro Expert

Mensagens : 6521
Data de inscrição : 29/10/2011
Idade : 55

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum